Dedé Santana fala sério em “A última vida de um gato”

Dedé e Felipe Cunha
Foto: Divulgação

Dedé Santana apresentará o espetáculo “A última vida de um gato”, no sábado (19), às 20h, no Teatro Fase, em Petrópolis. O texto é de Alexandre Ribondi, com direção de Victor Garcia Peralta. Aos 80 anos, o comediante, que começou no circo, conta que a volta à ribalta também é um reencontro com o drama.

 

“Basta eu aparecer para a plateia rir. Fiquei receoso em não conseguir passar a credibilidade necessária do personagem, mas tem dado certo”, tem contado o eterno trapalhão

 

Em cena, o aposentado doutor Santiago (Dedé), trancado no apartamento, parece desistir de tudo: vive de roupão e pendurou as chuteiras. Até que um dia o vizinho, também chamado Santiago (Felipe Cunha), bate à sua porta. Tarólogo e místico, ele entra na sala, comenta sobre a falta de móveis, sobre o “ar de despedida” e revela o que veio fazer, porque teve um sonho que mudará a vida dos dois. A peça tem 70 minutos, com classificação etária de 12 anos.

 

 

O teatro fica na Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase).

Os ingressos para “A última vida de um gato” custam R$ 60 e R$ 30.

A faculdade fica na Av. Barão do Rio Branco, 1003, no Centro de Petrópolis.​

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: