Fórmula 1 – 2017: marcas continuam caindo. E Interlagos?

Foto: Reprodução Facebook F1

 

A velocidade dos carros da Fórmula 1 continua derrubando recordes na temporada de 2017. Na Hungria, Sebastian Vettel, vencedor da corrida, assinalou a pole com o tempo de 1min16s276, superando sua própria marca de 2010 (1min18s773).  Lewis Hamilton, que está a uma pole de igualar o recorde de Michael Schumacher (68), conquistou seis poles nas 11 corridas disputadas até agora e estabeleceu novas marcas. Cinco GPs tiveram seu respectivos recordes de volta superados: Rússia (Kimi Räikkönen), Mônaco (Sergio Perez), Azerbaijão (Sebastian Vettel), Áustria e Grã-Bretanha (Lewis Hamilton). E os carros deverão ser ainda mais rápidos na segunda metade do campeonato.

A Fórmula 1 está de férias após da corrida da Hungria. O próximo GP será dia 27 de agosto, em Spa. E uma semana depois será o GP da Itália, em Monza, dois circuitos muito rápidos. As equipes e pilotos estão agora bem adaptados aos carros que sofreram grandes mudanças este ano. Nas últimas seis corridas, o recorde de volta foi superado em quatro delas. Nas primeiras etapas do Mundial os pilotos ainda não estavam tirando o máximo dos carros. Nas nove provas restantes, portanto, a expectativa é de mais quebras de recordes.

O Mundial de 2004, quando Michael Schumacher conquistou seu sétimo e último título e Rubinho Barrichello foi o vice, foi um campeonato que definiu marcas em diversos circuitos que só agora estão sendo superados. Albert Park, Xangai, Bahrein, Montreal e Hungaroring são pistas cujos recordes datam de 2004 e não foram superados em 2017. Monza, Sepang e Interlagos H seguem com os melhores tempos estabelecidos em 2004. Mas poderão cair ainda este ano.

Interlagos, onde será disputado o Formula 1 Grande Prêmio Heineken do Brasil 2017, dias 10, 11 e 12 de novembro, teve o tempo de pole superado em 2014 por Nico Rosberg (a marca anterior pertencia a Rubinho Barrichello, em 2004). Mas a melhor volta da corrida ainda pertence ao colombiano Juan Pablo Montoya com sua Williams/BMW: 1min11s473 (2004). Este será o desafio que os pilotos enfrentarão no traçado de Interlagos, considerado um dos mais difíceis e seletivos pela maioria dos pilotos. E há uma razão para isso. O equilíbrio na disputa entre Mercedes e Ferrari deve arrastar a decisão do título para as duas provas finais do Mundial: Interlagos ou Abu Dhabi.

Os ingressos para o Formula 1 Grande Prêmio Heineken do Brasil 2017, com informações e imagens em 360 graus dos setores, estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br.

O GP Brasil também está no Instagram e Facebook: gpbrasilf1.

 

Por: Castilho de Andrade                        

Diretor de Imprensa do GP Brasil de F1

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: