Path Amazônia começa nos dias 30 e 31 de outubro com ingresso colaborativo e 70 horas de conteúdo online sobre regeneração do planeta. Confira a programação

Evento e plataforma online sobre inovação, diversidade e sustentabilidade colocará em pauta temas relacionados aos 17 Objetivos da agenda 2030 da ONU como erradicação da pobreza, vida na água e na terra, cidades sustentáveis, produção e consumo responsável, energia limpa, educação, entre outros.

Fazem parte do line-up nomes como Kaká Werá, Vanda Ortega, Drauzio Varella, Mariana Ferrão, Daniel Dias, Gustavo Montezano, Samela Sateré Mawé, Ana Fontes, Fê Cortez, Edu Lyra, João Farkas e Vivi Duarte.
g
g
Foto: Divulgação Site

O próximo fim de semana será recheado de conteúdo sobre inovação, diversidade e sustentabilidade. Nos dias 30 e 31 de outubro, começa o Path Amazônia em edição totalmente virtual e com foco na regeneração do planeta, que contará com mais de 70 horas de palestras, talks, conversas, documentários, podcasts e materiais exclusivos, muitos deles produzidos diretamente da região Amazônica. Com um modelo de ingresso colaborativo, a organização do evento vai sugerir um preço, mas cada um que fizer sua inscrição poderá contribuir com o valor que desejar ou acompanhar gratuitamente. Para garantir o acesso à plataforma e escolher qual conteúdo assistir, é preciso se inscrever por meio do site do Path Amazônia.

O Path Amazônia vai colocar em pauta os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e contará com um time de especialistas para curadoria de cada um dos temas, incluindo pessoas renomadas de cada ODS, lideranças de povos tradicionais e instituições sociais. Vanda Ortega, Ismael Munduruku, Kaká Werá, Karina Oliani, Gustavo Montezano, Nina Silva, Mariana Ferrão, Drauzio Varella, Ana Fontes, Fê Cortez, Edu Lyra, Marko Brajovik, Kênia Maria, Patricia Tavares, Marcela Ceribelli, Irina Bulara, João Farkas, Xexeu Tripoli, Tia Dag, Val Kinupp, Marquito Abreu e Vivi Duarte são alguns dos convidados já confirmados.

Para falar sobre consumo responsável e dar dicas ao público sobre como diminuir o próprio impacto ambiental, a jornalista Mariana Ferrão bate um papo com Fabio Seixas, fundador e diretor de conteúdo do Path. Drauzio Varella também trará para discussão algumas lições da pandemia e do nosso normal daqui para frente. A superação no esporte também está presente com a participação do maior medalhista paralímpico do Brasil, Daniel Dias. Outra pauta que promete engajar os entusiastas dos carros do futuro é a eletrificação do setor automotivo, que vai discutir, entre outros aspectos, sustentabilidade e mobilidade. Educação, projetos sociais e empregabilidade de pessoas negras e medicinas da floresta também são temas que fazem parte da programação do Path Amazônia. O evento contará, ainda, com uma série de conteúdos gravados diretamente da região Amazônica com lideranças indígenas, produtores ribeirinhos, empreendedores sustentáveis e mais.

 g
“Queremos debater este tema urgente que é a regeneração do planeta sob os mais diversos aspectos. É um assunto que passa pela sustentabilidade, mas também pela educação, pelo direito ao alimento, construção das nossas cidades etc. Por isso, reunimos um time de especialistas e palestrantes de peso, que vão trazer conteúdo e ideias inovadoras. Além disso, fizemos uma imersão na floresta amazônica para gravar um material exclusivo para o evento”, conta Fabio Seixas.
g
O Path já conta com patrocínios do grupo Heineken, Mastercard e da Volvo Car Brasil, além de parceiros e apoiadores como TRIP, Catraca Livre, Vida Simples e YAM. Para inscrições e outras informações, acesse o site do Path ou o Instagram @FestivalPath.
g
 g
Legado – O Path em ação na Amazônia
g

O Path Amazônia irá incentivar a construção de uma escola, que será doada pelo evento à Fundação Almerinda Malaquias. A escola, que tem o projeto assinado por Marko Brajovic, vai atender a população ribeirinha, impactando 50 comunidades com melhorias em infraestrutura e ofertas pedagógicas. Brajovic é especialista em construções sustentáveis e representante brasileiro na Bienal de Arquitetura de Veneza deste ano.

Inicialmente planejado hibrido e também transmitido de um navio na Amazônia, agora por conta do agravamento da variante delta e por recomendações das autoridades locais o Path será 100% online, impactando milhões de pessoas. Diversos dos conteúdos seguem sendo produzidos também na Amazônia onde serão gravados em formas de palestras, documentários, podcasts e mais.

O Path é reconhecido pela sua excelência em design de experiências e curadoria de conteúdos relacionados à inovação e diversidade que atingiram dez milhões de pessoas nos últimos anos. Mais de 2.000 pessoas renomadas de diferentes áreas passaram pelos palcos do festival, como Marina Silva, Alex Atala, Monique Evelle, David Schurmann, Regina Casé, Djamila Ribeiro, Pedro Paulo Diniz, Max Fercondini, Camila Coutinho, Alok, Rony Meisler, Dona Onete, entre muitos outros.

Desde a sua criação em 2013, a missão foi inspirar para gerar transformação positiva. A atuação é ligada diretamente à educação em suas mais variadas formas, entendendo que de grão em grão construímos um legado para um mundo com ideias inovadoras e mais diversas que gerem transformação positiva. Seja ela individual ou coletiva.
d
Festival Path é uma plaforma de inovação, criatividade e diversidade
 g
 g
 g
Por Approach Comunicação

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *