Zé Guilherme estreia série EntreMeios e convida Ton Moreira, estilista da Fckt

Zé Guilherme
Foto – Alessandra Fratus/ Divulgação VERBENA Assessoria

O cantor e compositor Zé Guilherme estreia, no dia 16 de junho, a série de lives EntreMeios em seu perfil no Instagram – @zeguilhermeoficialOs bate-papos (grátis) contemplam artistas e profissionais de diversas áreas, sempre às terças-feiras, às 19h30.

 

“A coleção da marca buscam atender um público que procura o básico com linguagem minimalista prática e de não-gênero, garantido conforto e estilo”, comenta o estilista.

 

 

Ton Moreira
Foto Divulgação VERBENA Assessoria

 

 

 

Construção de Imagem é o tema que inaugura o EntreMeios, no dia 16/6. Zé Guilherme, que também é psicanalista, conversa com o estilista e vitrinista Ton Moreira, fundador da marca brasileira Fckt que desenvolve “moda sem gênero”, como o próprio designa. A inspiração criativa de Ton vem dos valores das novas gerações, livre de estereótipos e limitações para um estilo prático e urbano.

 

 

 

Ana Luiza
Foto – Carlos Piratininga/ Divulgação VERBENA Assessoria

23 de junho – Convidada: Ana Luiza

Tema: Canto e Poesia

 

Ana Luiza é cantora, poeta, compositora e professora de canto. Reconhecida pelo domínio técnico e pela força de sua interpretação, por 25 anos teve seu trabalho constituído em duo com o pianista, compositor e arranjador Luis Felipe Gama. Como intérprete, gravou no CD de Guinga, Noturno Copacabana, a música “O Silêncio de Iara”, parceria de Guinga e Luis Felipe, considerada por Chico Buarque como a “canção do século”.

Vencedora de importantes prêmios brasileiros dedicados a intérpretes vocais, Ana Luiza já cantou à frente da Orquestra Jazz Sinfônica e ao lado de nomes como Milton Nascimento, Chico Buarque, Ney Matogrosso, Paulinho da Viola, Dominguinhos, Elba Ramalho, Arrigo Barnabé, Zeca Baleiro, Robertinho Silva, Fábio Zanon, Pablo Milanés (cubano) e Maria João (portuguesa). Seu canto foi apreciado no Exterior – Argentina, Uruguai, Portugal, França, Suíça, Alemanha e Cuba. Fez direção vocal no espetáculo A Paixão Segundo Nelson, realizado por Zeca Baleiro, e direção musical em A Dama das Camélias, dirigido por Roberto Cordovani, que estreou em Portugal e fez turnê pela América Latina.

 

Tiaguinho Santo
Foto Divulgação VERBENA Assessoria

30 de junho – Convidado: Tiaguinho Santo

Tema: Na Cena, na Noite

Tiaguinho Santopromoter, empresário da noite e sócio proprietário do Cabaret da Cecília – fala sobre sua trajetória profissional, desde a origem na periferia de Diadema (SP), pautada pela cultura e educação. Desde muito cedo, Tiaguinho se embrenhou no mundo do conhecimento em cursos de teatro, artes plásticas, informática, administração e telecomunicações, além de duas faculdades (Hotelaria e Rádio/TV), isto antes dos 21 anos. Morou em Buenos Aires e Montevidéu. De estagiário chegou a gerente de hotel, até iniciar o trabalho na ‘noite’ (paixão que o move até hoje), enquanto atuava também como jornalista cultural.

h

“O sonho de trabalhar com cultura transformou da minha vida. Educação e cultura transformam a vida das pessoas”, reflete.

 

O encontro de vida com o Gil Riquerme (DJ AllStarz) o levou à produção da festa Posh no Bar do Netão, no Baixo Augusta; e o trabalho como promoter prosperou (The Society, Glória, Lions, D-Edge) enquanto amadurecia outro sonho: ter o seu próprio espaço cultural. Em fevereiro de 2018, junto com Priscila Benetti, fundou o Cabaret da Cecília, um espaço com palco aberto, livre para propostas experimentais.

 

Programação de julho / EntreMeios

f

Terças-feiras, às 10h30. Gratuito. Livre.

Instagram – @zeguilhermeoficial

f

 

7/7 – Monika Jordão (escritora, atriz e instagrammer)

Tema: Literatura e Música

 

14/07 – Davi Aquino (poeta e compositor)

Tema: Música e Poesia

g

21/7 – Cezinha Oliveria (cantor, compositor, arranjador e produtor musical)

Tema: Música e Sua Criação.

g

28/7 – Mario Tommaso (ator, cantor e especialista em literatura)

Tema: Rasga o Coração

f

 

O cearense Zé Guilherme lançou seu quarto disco, Alumia, em 2018, comemorando 20 anos de carreira, no qual assina a maioria das canções. O primeiro CD, Recipiente (Lua Discos, 2000), com arranjos de Swami Jr., contemplava sua origem nordestina e sua música universal brasileira em um trabalho com a força da raiz e do pop brasileiro. Seis anos depois, Tempo ao Tempo chegou com uma linguagem pop mais contemporânea em arranjos de Serginho R. Já o terceiro disco viaja no tempo e faz um pouso na época clássica e romântica da música brasileira: Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva, que tem produção musical e arranjos de Cezinha Oliveira, assim como Alumia, e traz releituras delicadas do “cantor das multidões”.

d

 

Site – www.zeguilherme.com.br

Facebook: @oficialzeguilherme | Twitter: @zeguilhermeofic | Youtube: Zé Guilherme Oficial

 

 

 

 

Créditos VERBENA Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.