Alexandre Pires balançou o público na Ribalta ao cantar sucessos dos anos 90 com o Baile do Nêgo Véio

O cantor recordou sucessos da década e ainda deixou a fã Valéria Faria ainda mais apaixonada 

 

Foto: Robson Barreto

Na última sexta, 25 de maio, o cantor Alexandre Pires apresentou o Baile do Nêgo Véio, na Casa de Shows Ribalta, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Alexandre, com todo seu carisma, sensualidade e gingado, apresentou um espetáculo que fez o público dançar e recordar HIT’s dos anos 90. O cantor, que era líder do grupo Só Pra Contrariar, naquela época, recordou clássicos como “Que se Chama Amor”,“Domingo”, “Cheia de Mania” (Raça Negra), “Canto da Cidade” (Daniela Mercury), “Liberar Geral” (Terra Samba), entre outros. Uma noite que vai ficar marcada na vida da representante comercial Valéria Faria, moradora de Nova Iguaçu, fã do cantor desde aquela época, que além de recordar os momentos ainda foi convidada para ir ao camarim para receber um abraço do ídolo e garantir uma foto nova.

Em 1994, quando o grupo SPC lançou o segundo disco e se consolidou no cenário musical do Brasil, o Nêgo Véio, com todo seu carisma, caiu no gosto da galera e se tornou uma das figuras mais importantes da música brasileira. Neste mesmo ano, a música “Essa Tal Liberdade”, foi uma das canções que mais se destacaram nas rádios. Um ano em que Valéria, apaixonada pela música e pelo grupo, foi conferir o show deles na Casa de shows Rio sampa, em Nova Iguaçu, e registrou o momento com o líder do SPC. Nesta sexta, embalada pela voz de Alexandre, a fã correu para frente do palco e mostrou a foto para o mineirinho, que na mesma hora a pegou e exibiu para toda a plateia. O irmão do Fernando, convidou-a para ir ao camarim atualizar a fotografia, e disse que é muito bom receber o carinho dos fãs.

 

Foto: Arquivo Pessoal de Valéria

 

O cantor e compositor, Alexandre Pires do Nascimento, que já faturou vários prêmios como Festival Internacional de Viña del Mar (2005), Festival Nacional da Música de Canela (2012), Grammy Latino de Melhor Álbum de Samba/Pagode (2013), entre outros, nasceu em Uberlândia (MG), no dia 08 de janeiro de 1976. Ele começou a carreira no ano de 1989, ao lado do irmão Fernando, que mais tarde viria ocupar o lugar de vocalista, e do primo Juliano, quando formaram o grupo Só Pra Contrariar (SPC). O nome SPC foi escolhido em homenagem a música “Só Pra Contrariar”, do grupo Fundo de Quintal. O mineirinho aprendeu a tocar em seu cavaquinho o samba, mas não imaginava o quanto a música seria importante em sua carreira.

No ano de 2001, lançou seu primeiro disco solo em espanhol, É Por Amor, que depois ganhou versão em português, o álbum foi divulgado em mais de 25 países de língua espanhola. Ele mudou o estilo e trouxe várias baladas românticas para seu repertório, no ano de 2002 deixou o SPC, pois não estava mais conseguindo dar conta da agenda de shows.

 

Foto: Robson Barreto
 
Fontes:

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: