Atenção dos pais é essencial para desenvolver fala das crianças

Especialista destaca importância de se dedicar aos filhos do período de 1 a 3 anos

 

Carlos Nadalim,  Foto: Divulgação
Carlos Nadalim,
Foto: Divulgação

Na correria do dia-a-dia os pais gastam muitas horas com o trabalho, trânsito e outras tarefas do cotidiano. Às vezes, sobra pouco tempo para interagir com os filhos. Mas para o professor Carlos Nadalim, coordenador pedagógico do blog “Como educar seus filhos”, é fundamental adicionar a rotina o dialogo exclusivo com as crianças. Esta prática ajuda no desenvolvimento emocional e da linguagem dos pequenos.

“Seu filho precisa que você dedique um tempo para falar exclusivamente com ele” destaca o profissional. Ele ainda explica a fala direcionada à criança é fundamental para o desenvolvimento da linguagem e que é importante usar frases curtas e simples durante a conversa e acrescentar palavras novas para enriquecer o vocabulário de seu filho.

Outra dica fundamental é manter o contato visual. Olhar nos olhos durante a conversa ajuda a aproximar a criança. “Assim, poderão estabelecer um diálogo mais próximo, harmonioso e sereno”. O especialista alerta ainda que, quando os mais velhos conversam somente entre si ou falam ao telefone por muito tempo, podem deixar as crianças de 1 a 3 anos bastante irritadas.

Nadalim conta que, em certa ocasião, quando conversava com um amigo, seu filho de três anos o interrompeu, dizendo: “Para de falar”. Num primeiro momento, todos pensaram que se tratasse de indisciplina e falta de educação. Mas o professor disse a seu amigo que aquilo nada mais era que a expressão infantil de uma incompreensão. “É preciso entender que as crianças podem não estar compreendendo o que ouvem, o que as deixa inquietas e irritadas”, informa.

O professor deixa um recado para os pais que gostam de passar o tempo livre que possuem conectados na internet. “Largue o celular de lado por um tempo e vá conversar com seu filho. Além de aproximá-los, isso contribuirá para o desenvolvimento dele”, conclui.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: