Festa que emocionou o Maracanã e o mundo inteiro

Foto: Edna Rocha
Foto: Edna Rocha

 

O Rio de Janeira, cidade Maravilhosa, se vestiu de todas as cores, credos, raças e culturas. Em 16 dias de Olimpíada, a magia do esporte vai estar ligada entre os Povos. O lema dos jogos, “Um Mundo Novo”, apontou para o cuidado com o meio ambiente e a sustentabilidade.

A Cerimônia, realizada no dia 05 de agosto, foi simplesmente épica em celebrações Olímpicas. O Baixo orçamento e as dificuldades na reta final de preparação foram superados pela criatividade dos organizadores contando sempre com a força, a garra e o carisma do povo brasileiro.

O espetáculo viajou nas origens da criação e história do Brasil. Desde o descobrimento ao pai da aviação, Santos Dumont; das ocas indígenas as comunidades cariocas.

O palco, uma grande tela virtual com milhares de efeitos, deu um toque hi tech à festa. Muita música e dança ressaltando a salada cultural de nossa gente nas vozes de Paulinho da viola, Zeca Pagodinho e Marcelo D2, do trio Caetano, Gil e a sensação pop Anitta. Jorge Benjor sacudiu a galera ao som de “País tropical”, com direito a coro e capela no final. A Pira olímpica, por sinal magnifica, foi acessa por Vanderlei Cordeiro, maratonista de bronze em Londres. A chama refletida na escultura do artista americano Anthony Howe simbolizou um majestoso sol levantando o público presente e os bilhões de pessoas em todo o mundo.

Foto: Nilber Ferreira
Foto: Nilber Ferreira

Nos acessos ao “Maraca” uma grande mistura de cores, vozes e estilos celebrando a Paz e a união entre os povos. O templo do futebol se transformou no santuário da diversidade. Famosos e anônimos misturados numa noite festiva. “O Brasil vai fazer bonito em vários esportes, mesmo sem o apoio suficiente dos governantes”, comentou a animadíssima Susana Vieira, atriz da rede globo.

Susana Vieira Foto: Nilber Ferreira
Susana Vieira
Foto: Nilber Ferreira

Luiz Carlos, 38 anos, Paulista de Osasco, veio com a família assistir o primeiro sábado de competições disse horas antes estar com uma boa expectativa para o show.

Luiz Carlos e família Foto: Nilber Ferreira
Luiz Carlos e família
Foto: Nilber Ferreira

Outra expectadora, Solange Couto, 60 anos, publicitária vai a 36 jogos com seu filho Daniel, de 35 anos, que carregou a tocha no município de Belford Roxo, Baixada Fluminense, disse que será muito importante o país ser divulgado no exterior como um povo alegre e hospitaleiro.

Solange Couto Foto: Nilber Ferreira
Solange Couto
Foto: Nilber Ferreira

A porta- bandeira da Beija-Flor de Nilópolis, Selminha Sorriso, se sentia muito feliz e emocionada. A sambista disse que se sente agradecia por poder estar participando deste espetáculo. Ela relatou que este foi um momento único para os cariocas e sambistas, “estamos tendo a oportunidade de mostrar nossa cultura e nossa arte para o mundo inteiro”.

Selminha Sorriso Foto: Edna Rocha
Selminha Sorriso
Foto: Edna Rocha

O Rio já é a capital deste Novo Mundo, respira o esporte em múltiplos espaços; nas arenas, estádios, na linda baia de Guanabara. No morro ou no asfalto uma grande festa das nações. Explosões, somente de alegria. Bombardeios de amor, fé e esperança para um futuro melhor.

Foto: Robson Barreto
Foto: Robson Barreto

O Cristo Redentor, de braços abertos, e a nossa cidade recebem a 31° edição dos jogos Olímpicos pela primeira vez na América Latina, “O melhor lugar do mundo é aqui agora” declarou emocionado Carlos Arthur Nuzman, presidente do comitê olímpico brasileiro. Ele exaltou este lugar, bonito por natureza, nossa pátria mãe gentil, Brasil!

Viva e celebre o Espirito Olímpico!

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: