VIVA presta homenagem à Roberto Carlos pelo seu aniversário com especiais inéditos no canal

Para abrir com chave de ouro, quem estiver em casa vai voltar no tempo com o primeiro especial do rei, exibido originalmente pela Globo em 1974 e inédito no VIVA, que deu origem à tradicional atração de Natal.

 

Foto: Edna Rocha

Em abril, o VIVA vai celebrar o aniversário de Roberto Carlos trazendo à programação alguns de seus especiais de fim de ano das décadas de 1970 e 1980. A partir deste sábado, dia 11, às 19h30, os fãs vão se emocionar com grandes encontros musicais e cantar junto os maiores sucessos do rei. E, aos domingos, o público vai poder ainda reviver estes momentos com a reapresentação da atração, às 12h00. 

No programa, Roberto Carlos guia o público por lugares e momentos que marcaram sua vida e recebe grandes amigos, como os cantores Erasmo Carlos e Antônio Marcos, o artista plástico Juarez Machado, os personagens da atração infantil Vila Sésamo e o ator Paulo Gracindo, com quem divide a lembrança dos dias em que percorria os corredores da Rádio Nacional para tentar cantar no programa do então “animador de auditório”. Nos sábados seguintes, dias 18 e 25, o público poderá assistir, também pela primeira vez no VIVA, aos especiais de fim de ano de 1975 e 1976, sempre com muitas emoções e momentos marcantes.

Roberto Carlos Braga, nasceu em Cachoeiro do Itapemirim,  sul do Espírito Santo, no dia 19 de abril de 1941. O cantor que começou a sua carreira sob influência do samba-canção e da bossa nova, no início da década de 1960, mudou seu repertório para o rock and roll logo em seguida. Com composições próprias, geralmente feitas em parceria com Erasmo Carlos, e versões de sucessos do então recente gênero musical, fundou as bases para o primeiro movimento de rock feito no Brasil. Com a fama, estrelou ao lado de Erasmo e Wanderléa um programa na RecordTV chamado Jovem Guarda, que daria nome ao primeiro movimento musical do rock brasileiro e que alçou Roberto e seus companheiros ao status de ídolos da geração. Além da carreira musical, estrelou filmes inspirados na fórmula lançada pelos Beatles – como Roberto Carlos em Ritmo de AventuraRoberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa e Roberto Carlos a 300 Quilômetros por Hora.[2]  Segundo a Pro-Música Brasil, Roberto Carlos é o artista solo com mais álbuns vendidos na história da música popular brasileira.

 

 

 

 

 

Créditos – In Press Porter Novelli

Fonte – https://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Carlos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.