Era Uma Vez em HollyWood estreia nesta quinta(15) e vem com um elenco de peso

Por Rogério Fidalgo

 

Estrelado por Brad Pitt, Leonardo DiCaprio e Margot Robbie, ainda conta com Al Pacino, Emile Hirsch, Dakota Fanning, Luke Perry(que nos deixou no início do ano), Kurt Russel,  Michael Madsen, entre outros

 

Foto: Divulgação SONY PICTURES

Era Uma Vez em HollyWood vem a ser o filme de número NOVE ( 09) a ser dirigido e escrito por Quentin Tarantino, que conta a história da indústria do cinema no final dos anos 60. O longa mostra as aventuras do frustrado ator Rick Dalton(Leonardo DiCaprio) e de seu dublê Cliff Booth(Brad Pitt), que se mostra também um empregado ao estilo faz tudo. Diferentemente do que estamos acostumados com as obras de Tarantino, Era Uma Vez em HollyWood mostra o lado dramático de um ator que pode dar a volta por cima. A trama ainda mostra um pouco da história de Sharon Tate(Margot Robbie). Uma atriz em ascensão, e que o diretor e autor nos leva adentro de sua imaginação, como ele costuma fazer em seus filmes, até mesmo quando mostra a corriqueira participação de Bruce Lee na história. O Filme dirigido por Quentin Tarantino e estrelado por Brad Pitt, Leonardo DiCaprio e Margot Robbie,  estreia nesta quinta, dia 15 de agosto.

Algo que não foi dispensado por Tarantino, são os seus famosos easter eggs, que encontramos em diversos de seus filmes, como por exemplo algo que teve um papel maior de destaque foram a sua marca de cigarros Red Apple(no Brasil esse vem a ser o nome de uma marca de cosméticos), presente na maioria dos seus filmes, desde Pulp Fiction, assim como a marca de lanchonete Big Kahuna Burger, e um nome mencionado nesse filme, no qual esse nome aparecia no filme Bastardos Inglórios, Antônio Margheriti, ao mencionar a carreira de Rick Dalton, mostram ele queimando militares nazistas com um lança chamas, relembrando o cinema queimando com os nazistas no filme Bastardos Inglórios, os cenários do filme de Velho Oeste, lembram muito a cidade de Django Livre. Já esse pode ser um Easter Egg de Leonardo Dicaprio, pois esse vem a ser o terceiro filme que ele participa, no qual aparece a extinta Cia Aérea Pan Am(Pan American Airlines), pois ela apareceu em Prenda-me se For Capaz e o Aviador.

Luke Perry (2018 San Diego Comic Con International)
Foto: Google Reutilizável (ww.flickr.com)

A dramaticidade da trilha sonora da época também marcam muito o momento escolhido, um exemplo a música Hush da banda Deep Purple e Los Bravos com Bring a Little Loving são alguns exemplos de como a música penetra de forma avassaladora na trama.

Os atores que completam a trama como Al Pacino, Emile Hirsch, Dakota Fanning, Luke Perry(em seu trabalho final, pois ele faleceu no início do ano), Kurt Russel e Michael Madsen(que faz com que sua atuação nos relembre do Budd de Kill Bill), são os que complementam a receita de sucesso para o filme.

Os assuntos abordados no filme mexem com o público, a possibilidade de relações com meninas(lembrando as acusações de abuso de menor que Roman Polanski recebeu), e a reviravolta da frustração de um ator esquecer o texto e retorna dando a volta por cima.

O filme consagra o que Quentin Tarantino tem em seu imaginativo tentando ser fiel ao máximo da Hollywood naquele tempo, pois como em Bastardos Inglórios, vemos uma maneira alternativa de ter feito com que acontecimentos reais, deveriam ter terminado, o que nos leva ao imaginar que mais surpresas veremos desse diretor e autor consagrado.

 

Nota para o filme 9

 

Confira o trailer:

 

 

 

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: