Mostra “Autorretratos” reúne documentários autobriográficos na Caixa Cultural RJ

 

Foto: Divulgação

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro recebe, de 18 a 30 de setembro de 2018 (terça-feira a domingo), a mostra Autorretratos, que vai reunir produções do chamado cinema documental autorreferencial, gênero no qual os próprios diretores são o foco de suas câmeras. São 21 filmes de diretores de diferentes nacionalidades, entre longas, médias e curtas-metragens, reunidos pela primeira vez em programação. A curadoria é do cineasta Aristeu Araújo.

Produzida pela Haver Filmes, Autorretratos apresenta diferentes experiências dessa linguagem cinematográfica, que teve o seu início nos anos 1960. O curador destaca o fato de a mostra trazer uma raridade: diretores e diretoras de cinema na frente de suas câmeras, algo diferente para o espectador.

 

Programação:

 

Santiago
Foto: Divulgação

18 de setembro (terça-feira)

15h40 – Homem Carro (2009), de Raquel Valadares, Brasil, 73 min, Digital, Livre

17h20 – Santiago (2007), de João Moreira Salles, Brasil, 80 min, 35mm, Livre

19h – Elegia de Um Crime (2018), de Cristiano Burlan, Brasil, 92 min, Digital, 14 anos

 

 

19 de setembro (quarta-feira)

15h – Diários 1 e 2 (1973-1983), de David Perlov, Israel, 110 min, Digital, 14 anos

17h10 – Tarnation (2004), de Jonathan Caouette, EUA, 88 min, Digital, 16 anos

19h – Construindo Pontes (2016), de Heloisa Passos, Brasil, 72 min, Digital, 10 anos

 

20 de setembro (quinta-feira)

E agora?
Foto: Divulgação

13h50 – 33 (2002), de Kiko Goifman, Brasil, 74 min, Digital, 12 anos

15h30 – Diários 3 e 4 (1973-1983), de David Perlov, Israel, 115 min, Digital, 14 anos

17h50 – E Agora? Lembra-me (2014), de Joaquim Pinto, Portugal, 164 min, Digital, 18 anos

 

 

 

21 de setembro (sexta-feira)

Filme Elena
Foto: Divulgação

15h – Elena (2013), de Petra Costa, Brasil, 88 min, Digital, 12 anos

16h50 – Diários 5 e 6 (1973-1983), de David Perlov, Israel, 112 min, Digital, 14 anos

19h – Diário de Uma Busca (2011), Flavia Castro, Brasil, 107 min, Digital, 10 anos

 

 

22 de setembro (sábado)

15h50 – Construindo Pontes (2016), de Heloisa Passos, Brasil, 72 min, Digital, 10 anos

17h20 – Mataram Meu Irmão (2013), de Cristiano Burlan, Brasil, 77 min, Digital, 12 anos

19h – Debate A Dor do Eu – Os percalços e os caminhos para se autobiografar, com os cineastas Cristiano Burlan, Maria Clara Escobar e Sandra Kogut. Mediação do curador Aristeu Araújo

 

23 de setembro (domingo)

Passaporte Húngaro
Foto: Divulgação

14h40 – Um Passaporte Húngaro (2003), de Sandra Kogut, Brasil, 71 min, Digital, Livre

16h10 – Elegia de Um Crime (2018), de Cristiano Burlan, Brasil, 92 min, Digital, 14 anos

18h – Os Dias com Ele (2012), de Maria Clara Escobar, Brasil, 107 min, Digital, 12 anos

 

 

 

25 de setembro (terça-feira)

15h50 – Constantino (2012), de Otavio Cury, Brasil, 80 min, Digital, Livre

17h30 – Um Passaporte Húngaro (2003), de Sandra Kogut, Brasil, 71 min, Digital, Livre

19h – Palestra Primeira Pessoa, com o cineasta e escritor Silvio Da-Rin

 

26 de setembro (quarta-feira)

Homem-carro
Foto: Divulgação

14h20 – Insônia (2007), de Alan Berliner, EUA, 79 min, Digital, 14 anos

16h – O Espelho de Ana (2011), de Jessica Candal, Brasil, 43 min, Digital, 16 anos + Ariel(2006), de Mauro Baptista Vedia e Claudia Jaguaribe, Brasil, 13 min, Digital, 16 anos + Babás(2010), de Consuelo Lins, Brasil, 20 min, Digital, Livre + Canoa Quebrada (2009), de Guile Martins, Brasil, 13 min, 12 anos + O chapéu do meu avô (2004), de Julia Zakia, Brasil, 28 min, Livre + Oma (2011), de Michael Wahrmann, Brasil, 22 min, 12 anos

19h – Tarnation (2004), de Jonathan Caouette, EUA, 88 min, Digital, 16 anos

27 de setembro (quinta-feira)

15h – Mataram Meu Irmão (2013), de Cristiano Burlan, Brasil, 77 min, Digital, 12 anos

16h40 – Homem Carro (2009), de Raquel Valadares, Brasil, 73 min, Digital, Livre

18h10 – O Espelho de Ana (2011), de Jessica Candal, Brasil, 43 min, Digital, 16 anos + Ariel(2006), de Mauro Baptista Vedia e Claudia Jaguaribe, Brasil, 13 min, Digital, 16 anos + Babás(2010), de Consuelo Lins, Brasil, 20 min, Digital, Livre + Canoa Quebrada (2009), de Guile Martins, Brasil, 13 min, 12 anos + O chapéu do meu avô (2004), de Julia Zakia, Brasil, 28 min, Livre + Oma (2011), de Michael Wahrmann, Brasil, 22 min, 12 anos

 

28 de setembro (sexta-feira)

14h30 – 33 (2002), de Kiko Goifman, Brasil, 74 min, Digital, 12 anos

16h – Insônia (2007), de Alan Berliner, EUA, 79 min, Digital, 14 anos

17h40 – Constantino (2012), de Otavio Cury, Brasil, 80 min, Digital, Livre

19h20 – Santiago (2007), de João Moreira Salles, Brasil, 80 min, 35mm, Livre

 

29 de setembro (sábado)

Diário
Foto: Divulgação

13h30 – Diários 1 e 2 (1973-1983), de David Perlov, Israel, 110 min, Digital, 14 anos

15h40 – Diários 3 e 4 (1973-1983), de David Perlov, Israel, 115 min, Digital, 14 anos

18h – Diários 5 e 6 (1973-1983), de David Perlov, Israel, 112 min, Digital, 14 anos

 

 

 

30 de setembro (domingo)

13h30 – Diário de Uma Busca (2011), Flavia Castro, Brasil, 107 min, Digital, 10 anos

15h40 – E Agora? Lembra-me (2014), de Joaquim Pinto, Portugal, 164 min, Digital, 18 anos

18h50 – Elena (2013), de Petra Costa, Brasil, 88 min, Digital, 12 anos

 

Serviço:

Mostra Autorretratos

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1 (Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro – Metrô e VLT: Estação Carioca)

Data: 18 e 30 de setembro de 2018 (terça-feira a domingo)

Horários: Consultar programação

Informações: (21) 3980-3815

Ingressos: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.


Bilheteria: terça-feira a domingo, das 13h às 20h

Duração: consultar programação

Classificação Indicativa: Consultar programação

Capacidade: 78 lugares (mais 3 para cadeirantes)

Acesso para pessoas com deficiência

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: