“João de Deus: O Silêncio É Uma Prece” estreia nesta quinta 31 de maio

“‘Durante cinco anos, pude filmar seu dia-a-dia, sua intimidade, seu trabalho. Tudo isso porque João me perguntou: – Meu filho, você vai fazer um filme sobre a verdade? Eu disse que sim. E ele me respondeu: – Então você pode filmar tudo que quiser”, conta o diretor Candé Salles.

 

Foto: Divulgação Filme

O filme “João de Deus: O Silêncio É Uma Prece”, dirigido por Candé Salles (de “Para Sempre Teu, Caio F.”, que ganhou o prêmio de melhor filme no Festival Mix Brasil em 2014), retrata as cirurgias e os encontros espirituais realizadas por João de Deus, que atraem multidões de anônimos e famosos à Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, no interior de Goiás, estreia nesta quinta, dia  31 de maio. Com narração de Cissa Guimarães, a produção reúne depoimentos de amigos e profissionais próximos ao João de Deus e apresenta entre outros momentos, a ligação entre o médium e Chico Xavier.

 

“Eu não curo ninguém. Quem cura é Deus. Sou meramente um instrumento nas mãos divinas. Deus, em sua infinita bondade e compaixão, permite que espíritos de luz concedam a meus irmãos e irmãs, cura e conforto”, conta João.

 

O longa tem a produção Cygnus Media e distribuição nacional Paris Filmes, “João de Deus – O Silêncio é Uma Prece” integrou a programação do Festival do Rio 2017. O projeto de Salles compila cinco anos de investigação e debruça-se sobre as peculiaridades do trabalho mediúnico desenvolvido pelo líder espiritual no Brasil e no exterior. Na narrativa, João também fala sobre sua relação com as entidades e seu ofício.

João
Foto: Divulgação Filme

O diretor Candé Salles vem registrando há 5 anos com sua câmera a vida e o trabalho de João Teixeira de Faria – o médium João de Deus. João Teixeira de Faria, mais conhecido por João de Deus, é um homem de 74 anos, minerador e criador de gado. Assumiu muito cedo a missão de ser um médium e fazer tratamentos espirituais, na maior parte das vezes visando a cura física, abdicou sua vida pessoal para ajudar pessoas ao redor do mundo. Hoje em dia, João vive em Anápolis (GO), onde fundou a casa Dom Inácio de Loiola. É o maior hospital espiritual da América Latina, sua localização não foi escolhida por acaso, a sugestão de refúgio veio em uma notinha psicografada por Chico Xavier, designando Abadiânia como o lugar onde a missão espiritual de João se cumpriria.

 

“Seu João irradia amor e as pessoas podem senti-lo. Eu ganhei um pai, um guia e um melhor amigo que vou cuidar até o fim de minha vida”, conta Candé.

 

Candé Salles
Foto: Divulgação Filme

Candé Salles nasceu no Rio de Janeiro e se formou em cinema pela Universidade Estácio de Sá. Dirigiu Som e Areia e As pegadoras, ambos para o Multishow. Realizou ainda curtas como Casas Brancas (2006), Alma Carioca (2012), Madureira(2013) e Portela (2013). “Para Sempre Teu Caio F” foi o seu primeiro longa-metragem, ganhou o prêmio de melhor filme no Festival Mix Brasil de SP

João de Deus – O Silêncio é uma prece retrata os fenômenos de cura que ocorrem na Casa Dom Inácio, na cidade de Abadiânia, no interior do estado de Goiás. O longa metragem mostra o médium João de Deus recebendo pessoas de todo o mundo e realizando tratamentos e cirurgias espirituais. Os atendimentos atraem mais de mil pessoas por dia onde dois terços são estrangeiros.

 

 

 Sinopse – João de Deus – O Silêncio é Uma Prece         

 

Foto: Divulgação Filme

O documentário mostra que a paz está presente por todo espaço, entrando afundo na dinâmica da casa e nos trabalhos locais. Começando pelo visual – todos os visitantes e voluntários usam roupas brancas. Todos os dias, durante os atendimentos, cerca de 200 pessoas participam da corrente de energia, meditando e mandando vibrações para as entidades durante os atendimentos, de olhos fechados e em absoluto silêncio.

 

 

 

Ficha Técnica    


Direção:
Candé Salles    

Produção: Cygnus Media
Produção Executiva: Carla Affonso e Patrick Siaretta      
Assistente de Direção: Maria Pia Carone              
Roteiro: Edna Gomes     
Montagem: Guilherme Schumann           
Direção de Fotografia: Candé Salles e Ferraro Borchetta
Câmeras: Candé Salles, Ferraro Borchetta, Rafael Vella, Marina Noveli, Andria, Daniel Lobo          
Coordenação de Pós: Juliana Palopoli    
Direção de Arte: Giovanni Bianco            
Trilha Sonora: Candé Salles e Guilherme Schumann          
Coach de Projeto: Virgínia de Gomes     
Voz off: Cissa Guimarães

 

 

 

 

Fonte: Divulgação

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: