Emoções na cerimônia de premiação do Campeonato Brasileiro 2016

Uma premiação repleta de homenagens ao time da Chapecoense, marcada pela experiência e pelos novos talentos que estão surgindo no futebol

 

Foto: Robson Barreto

Na noite desta quarta (12), aconteceu a cerimônia de premiação aos melhores do Campeonato Brasileiro 2016. O evento foi realizado na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Uma festa recheada de homenagens aos amigos, que o futebol e a imprensa perderam, no acidente com a aeronave que transportava o time da Chapecoense e os repórteres que iriam cobrir o primeiro jogo da final da Copa Sul-americana, contra o Atlético Nacional, na Colômbia. Na celebração, ainda foi lembrada a medalha de ouro conquistada na Olimpíada do Rio, além dos prêmios distribuídos.

A chuva poderia ter atrapalhado comemoração, pois enquanto os jogadores recebiam homenagens, a cidade estava sofrendo com a quantidade de água que caia do céu. Mas nada disso atrapalhou a linda homenagem para a mãe que o Brasil abraçou. Dona Ilaídes, mãe do goleiro Danilo, da Chape, foi aplaudida de pé quando recebeu o prêmio “Craque da galera”, no lugar de seu filho e ainda mandou abraço para os meninos de Chapecó que tinham seu filho como ídolo e estão sofrendo. A tempestade que tomou conta do Rio atrapalhou até o treinador Cuca, melhor técnico do ano pelo trabalho bem feito com sua equipe, que não pode estar presente na cerimônia, pois o avião em que estava não conseguiu posar, retornou para São Paulo.

O time campeão, Palmeiras, reinou na premiação. Entre eles, o experiente Zé Roberto, que aos 42 anos, levou o prêmio com o gol mais bonito, marcado contra o Santa Cruz, na 28ª rodada, no Estádio do Arruda, em Recife. O atleta se sente surpreendido com ele mesmo e não imagina nesta idade conquistar esse prêmio, o título do Campeonato Brasileiro e renovar o contrato por mais um ano.   “Na nossa vida temos que viver da melhor forma o momento, então o momento é de continuar e de novos desafios”. Ele se sente um privilegiado e contou que sempre cuidou de seu corpo, que é seu instrumento de trabalho, nunca bebeu, nem fumou e não passou noites em baladas, “casei cedo e minha família foi meu ponto de equilíbrio”.  Ele ainda deu um conselho para os meninos que estão começando: “É preciso focar no caminho que deseja e fazer boas escolhas para atingir o alvo. Que possam direcionar a carreira e seguir um caminho correto”.  

Foto: Robson Barreto

O time do Flamengo recebeu o prêmio Fair Play, por ter sido a equipe mais disciplinada durante todo o campeonato, o jogador Diego Ribas, meio-campo, em seu retorno ao país, após 12 temporadas na Europa, foi escolhido para receber pelo clube o troféu. Ainda agradeceu ao seu time pelo trabalho e pela oportunidade de fazer parte deste sucesso e sonha em conquistar um título com o Rubro-Negro.  

 

Relação dos premiados:

 

Goleiro – Jailson, Palmeiras

Lateral-direito – Jean, Palmeiras

Zagueiro – Geromel, Grêmio

Zagueiro – Yerri Mina, Palmeiras

Lateral-esquerdo – Jorge, Flamengo

Volante – Tchê Tchê, Palmeiras

Volante – Moisés, Palmeiras

Meio-campo – Diego, Flamengo

Meio-campo – Dudu, Palmeiras

Atacante – Robinho, Atlético Mineiro

Atacante – Gabriel Jesus, Palmeiras

Melhor técnico: Cuca, Palmeiras

Técnico revelação: Jair Ventura, Botafogo

Jogador revelação: Vitor Bueno

Craque do campeonato: Gabriel Jesus, Palmeiras

Craque da galera: Danilo, Chapecoense

Gol mais bonito: Zé Roberto, Palmeiras 

 

Seleção do Brasileirão:

Jaílson (Palmeiras); Jean (Palmeiras), Pedro Geromel (Grêmio), Yerri Mina (Palmeiras) e Jorge (Flamengo); Tchê Tchê (Palmeiras), Moisés (Palmeiras), Diego (Flamengo) e Dudu (Palmeiras); Robinho (Atlético-MG) e Gabriel Jesus (Palmeiras).

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: