TV Brasil apresenta um programa Especial que traça um perfil do nadador paralímpico Daniel Dias

Equipe acompanha os treinos do atleta, visita sua casa e bate-papo com parentes

 

Daniel Dias Foto: Divulgação
Daniel Dias
Foto: Divulgação

Às vésperas dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 que a TV Brasil vai transmitir em setembro, o Programa Especial deste sábado (27), em novo horário, ao meio-dia, é dedicado ao nadador Daniel Dias.

A atração acompanha os treinos do atleta, visita sua residência e conversa com parentes para saber um pouco da história de vida e da trajetória no esporte do campeão, uma das principais esperanças de medalhas para o país na competição.

Atleta paralímpico de natação, Daniel Dias nasceu com uma má-formação nos membros superiores, na perna direita e no pé esquerdo. Ele é um dos grandes astros do esporte paralímpico e já conquistou muitos títulos na carreira.

Lenda da natação brasileira e maior medalhista paralímpico do Brasil atualmente, o atleta começou a nadar vendo o ‘tubarão das piscinas’, Clodoaldo Silva, trazer sete medalhas paralímpicas dos Jogos de Atenas, em 2004.

Daniel Dias Foto: Divulgação
Daniel Dias
Foto: Divulgação

Em entrevista exclusiva ao Programa Especial, Daniel Dias fala com emoção sobre sobre algumas de suas conquistas. “Hoje sou o maior medalhista do Brasil em Paralimpíadas, com 15 medalhas no total, sendo dez de ouro, quatro de prata e uma de bronze. A minha primeira vez foi em Pequim, em 2008. Obtive nove medalhas lá, quatro de ouro, quatro de prata e um de bronze. Já em Londres, quadro anos depois, foram seis medalhas de ouro”, recorda.

Durante o papo, a equipe também conversa com Raquel, esposa do atleta, que comenta seu orgulho pelo empenho do marido. “A minha maior admiração pelo Daniel é a determinação que ele tem. Não importa o obstáculo, ele sempre tenta se superar. Isso é uma força dele”, diz.

Daniel também deixa um recado para quem tem o sonho de entrar no mundo do esporte. “Gosto muito do esporte. Acho que o esporte é uma grande ferramenta e vejo que a pessoa com alguma deficiência, de repente, com uma autoestima muito baixa, se ela começa a fazer esporte, ela vai entender o principal da vida. Somos todos campeões, nós somos campeões na vida. Faça a escolha. Eu fiz uma escolha quando criança: escolhi ser feliz. Cabe a cada um de nós fazer boas escolhas ou isso depende de nós também. Vá em busca dos seus sonhos”, recomenda no programa da TV Brasil.

 

Serviço:

Programa Especial – sábado (27), às 12h, na TV Brasil.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: