RMC é inaugurado para auxiliar jornalistas nos Jogos Olímpicos

A cerimônia de abertura do RMC teve participação da Orquestra Jovem do Centro de Ópera Popular de Acari

 

Foto: Ana Christina
Foto: Ana Christina

Nesta quarta (27), a Prefeitura do Rio de Janeiro inaugurou as instalações do Rio Media Center (RMC), na Cidade Nova. O local será base dos jornalistas brasileiros e estrangeiros credenciados ou não para a cobertura dos Jogos Olímpicos de 2016. A cerimônia de abertura do RMC foi iniciada com o Hino Nacional Brasileiro, executado pela Orquestra Jovem do Centro de Ópera Popular de Acari, um projeto fundado há 16 anos pela professora aposentada Avamar Pantoja.

O prefeito Eduardo Paes disse que a oportunidade da cidade sediar os jogos foi muito importante para transformação do Rio e conta com a parceria da imprensa nacional e internacional para transmitir todas as mudanças.  “Agora começamos a realizar a festa”.  E entre as melhorias da cidade, o prefeito citou os 150 quilômetros de rede do BRT; a Linha 4 do Metrô, de responsabilidade do Governo do Estado; e o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), uma das joias da revitalização da Região Portuária. O prefeito falou sobre a região de Deodoro e do legado que já foi deixado de forma antecipada.  “Neste verão a população local já usou como uma grande piscina parte do Estádio de Canoagem Slalom, que fará parte do Parque Radical de Deodoro”.

Além de Eduardo Paes, fizeram parte da mesa da cerimônia de inauguração, no auditório do RMC, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani; o secretário-chefe da Casa Civil do Estado do Rio de Janeiro, Leonardo Espíndola, representando o governador em exercício Francisco Dornelles; o presidente da Autoridade Pública Olímpica, Marcelo Pedroso; e o chefe de gabinete do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016, Leslie Kikoler, representando o presidente do Comitê Organizador Rio 2016 e do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman.

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, falou sobre as mudanças proporcionadas pelos Jogos Rio 2016 e disse que os jornalistas terão a oportunidade de mostrar essas mudanças de uma forma global.

Leonardo Espíndola chamou a união das três esferas de governo de “legado intangível” dos Jogos. O secretário explicou que quando todos estão unidos em um mesmo propósito, o resultado é sempre positivo. Ele também convidou os jornalistas a conhecerem outras regiões do estado, como a Costa Verde e a Região dos Lagos. Viagens (press trips) a várias cidades do estado do Rio ou fora dele são oferecidas aos jornalistas credenciados no RMC.

Depois do evento, os jornalistas e convidados participaram de um brunch oferecido pela churrascaria Fogo de Chão, ao som de 10 sambistas que compõem a Rede Carioca de Sambas.

 

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: