A revolução feminina na moda

Moda

O dia internacional da mulher não é apenas uma data comemorativa, é também uma data que deve ser lembrada pelas lutas por direitos iguais entre homens e mulheres até os dias atuais.

Coco Chanel – Foto: Boris Lipnitzki

Coco Chanel –
Foto: Boris Lipnitzki

 

Na moda também houve sua revolução. As mulheres puderam ousar com roupas que antes dos anos 20 não eram muito comuns. Durante essa época uma das mais conhecidas estilistas do mundo que revolucionou com versatilidade a maneira da vestimenta feminina foi Gabrielle Bonheur Chanel, mais conhecida como “Coco Chanel”. Aplicando aos mais tradicionais armários com sua criatividade e elegância, o suéter masculino em composição com saia feminina e pérolas, calça marinheiro com boca larga, entre outras peças, acabaram sendo modificadas ao estilo feminino e ocupou um grande espaço na mudança dos conceitos extravagantes antes adotados como certo para as mulheres da época.

As mulheres que vivem “InFoco” com a moda, podem se inspirar nessa estilista atemporal para a utilização do conceito de roupas confortáveis em diversas ocasiões, até mesmo para o trabalho, sem perder o glamour.

 

Imagem: Google reutilizável

Imagem: Google reutilizável

 

 

O vestido preto é um dos legados que Chanel nos deixou, pois pode ser usado em qualquer ocasião e em qualquer tipo físico, sendo um facilitador também para quem deseja ousar nos acessórios e sapatos mais exuberantes. Para Coco Chanel uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida para ser feliz: “um homem que a ame e um vestido preto”.

Coco Chanel e Susy Parker - Foto: Richard Avedon

Coco Chanel e Susy Parker – Foto: Richard Avedon

 

 

Tailleur é um conjunto de saia reta com um paletó feminino, normalmente utilizado por executivas para o trabalho, o que necessariamente não significa que pode ser usado apenas nesse ambiente. Esse modelo expressa elegância, seriedade e estilo, podendo ser usado com acessórios que exaltem o corte da blusa que está em baixo do paletó. A estilista acreditava que o conforto possui formas e o amor cores e ainda dizia que uma saia era feita para cruzar as pernas e as mangas para cruzar os braços.

 

 

Coco Chanel - Foto: Boris Lipnitzki Joias - Foto: Google reutilizável

Coco Chanel – Foto: Boris Lipnitzki Joias – Foto: Google reutilizável

 

 

 

 

Pérolas e joias(ou bijuterias) complementam um look mais sóbrio e podem ser combinadas com tipos diferentes, porém nas peças que contém cores e estampas os acessórios podem ter alguns detalhes que remita a cor da roupa escolhida.

“O que conta não são os quilates, mas o efeito”. Coco Chanel

Imagem: Google reutilizável

Imagem: Google reutilizável

 

 

 

“Uma mulher com bons sapatos nunca é feia”, resumia Chanel. Para ela os sapatos eram um dos elementos mais importantes na composição de um look. Esse conceito ainda continua, pois com variados modelos que o mercado oferece, dá para montar uma união de peças de vestuário em tons mais sóbrios.

 

 

No dia a dia, nós mulheres devemos nos espelhar em alguns pensamentos de Coco Chanel. Seu conceito de que luxo e conforto atraíram e continuam atraindo seguidoras pelo mundo inteiro. Não é o valor da peça que pode determinar a elegância de uma mulher e sim o conceito ao qual ela deseja aplicar em seu visual. A independência feminina é sua maior conquista, pois pensar e agir por si só são uma gratificação pessoal que todos deveriam ter.

“Para ser insubstituível, você precisa ser diferente”. Coco Chanel

Written by Ana Christina

Deixe um comentário

Assinar InFoco por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 1.973 outros assinantes

%d blogueiros gostam disto: