Maria do Sol se destaca como taróloga e cartomante e faz ponte entre Brasil e Europa

Revelações sobre o passado, orientações sobre o presente e previsões sobre o futuro atraem milhares de clientes às consultas esotéricas de Maria, conhecida na web por Magia do Sole 
s
s
Foto: Divulgação

Para muitos, dom é uma herança passada de geração em geração. Assim foi com Maria do Sol. Sua bisavó era índia e se envolveu com um cigano, trazendo ares místicos à família, quando aprendeu a leitura das cartas e a prática da adivinhação. Passado de mãe para filha, de todos os irmãos, Maria foi a única a dar continuidade e hoje se consagra levando seu esoterismo do Brasil à Itália.

 

“Sempre tem alguém na família que acaba seguindo esse lado, e eu continuei essa missão espiritual”,explica. 

 

Prática de importância histórica, segundo ela, a cartomancia e o tarot vieram dos tempos antigos, desde os tempos em que a monarquia imperava.  “Antes de ir para uma batalha, era comum pedir previsões para oráculos (tarólogos, pessoas que liam as estrelas e entre outros”, conta

 

Intuição e estudo – Taróloga e cartomante

Maria afirma que existe sim diferença e coloca seu diferencial justamente na Cartomancia. De acordo com a profissional, cartomante é a pessoa sensitiva que tem o dom da intuição e da espiritualidade. É uma habilidade passada por meio das gerações familiares. Já a tarologia consiste na especialização na leitura de cartas de tarot e seus diferentes jogos, e o uso ambas sempre a serviço do bem. Utilizando todo o fruto de seus estudos, sua intuição sempre vem em primeiro lugar na prática da adivinhação através do baralho de cartas e espiritualidade.

 

“As vezes sai uma determinada carta e eu não falo o significado dela, e sim o que a minha intuição e minha espiritualidade falam. É o meu diferencial quanto aos demais”.

 

Diferentes técnicas

Como toda arte, a leitura de cartas possui diversas técnicas. Morando na Itália há alguns anos, a cartomante opta por usar a mais difundida na Europa, o baralho de Marselha, um dos mais antigos e tradicionais do mundo. “Existe baralho cigano e egípcio, entre outros. Cada profissional se identifica com um a partir da energia, das ilustrações e das crenças”.

Para explicar todas as técnicas e desenvolver a intuição e a espiritualidade de todos, Maria dá cursos desde 2010, tanto no Brasil quanto na Itália.

 

Não somente o baralho tem diferença, mas até mesmo a forma de expor as cartas. “Existem várias tiragens: com uma carta, três cartas, em cruz e muitas outras. Nas minhas consultas eu misturo algumas delas, de acordo com a necessidade e os caminhos do jogo. Também faço uma tiragem específica para a vida amorosa, conhecida como Templo de Afrodite”, explica a profissional, que diz usar todas as cartas, diferente da maioria dos tarólogos que se limitam aos 22 arcanos maiores.

 

Além de ler as cartas, a taróloga é mestre reikiana, ou seja, ministra o Reiki, uma terapia integrativa que visa restaurar o equilíbrio físico, regularizar funções vitais e equilibrar o campo mental e emocional impondo as mãos e utilizando cristais. “Cada pedra e cristal tem suas propriedades e são indicados para alinhar chakras específicos”.

 

‘Tarot não tem nada a ver com religião’

Por mais que se trate de uma prática milenar muito difundida até hoje, o misticismo ainda gera muito preconceito, ligado também à intolerância religiosa e ao medo do sobrenatural, de acordo com a taróloga. “Tarot não tem nada a ver com religião”, afirma. Além disso, o oposto também acontece, quando há a total descrença de que energias místicas e espirituais existam.

A cartomante também diz que o preconceito se deve aos profissionais que não usam esse conhecimento de forma correta. “Infelizmente, muitos usam esse dom para prejudicar e enganar outras pessoas”. Mas destaca alguns profissionais que fazem o bem e que são referência no segmento, como João Bidu, Márcia Fernandes e Daniel Atalia.

 

Futuro
Foto: Divulgação Nobre

Maria do Sol vê sua jornada como uma missão espiritual de ajudar pessoas e assim seguirá. Segundo a taróloga, a maioria das pessoas a procuram para saber sobre o futuro em questões relacionadas a amor e prosperidade. Também vão em busca de tranquilidade através de seus banhos calmantes. Quanto às previsões gerais para o futuro, ela fala sobre a pandemia:

 

“Vejo que a pandemia tem a ver com a mão do homem e dos seres divinos. Faz parte do processo de purificação da terra”. 

 

 

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.