Otto Guerra é o convidado do Lança Conversa

A live terá como tema o anúncio do diretor como novo membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, que realiza o Oscar, e o seu filme “A Cidade dos Piratas”, vencedor de Melhor Animação no 25º Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro.

j

Foto Divulgação Primeiro Plano

O novo membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood Otto Guerra será o convidado do Lança Conversa, projeto da distribuidora gaúcha Lança Filmes. O cineasta vai falar sobre a indicação da Academia e a consagração de seu filme “A Cidade dos Piratas” como Melhor Animação no 25o Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro. A mediação será de Robledo Milani editor-chefe do Papo de Cinema. A conversa acontece na quarta-feira, 08 de julho, às 19h00 no Instagram da Lança Filmes https://www.instagram.com/lancafilmes

“A Cidade dos Piratas” conquistou dez prêmios internacionais e foi selecionado para onze festivais. A animação está disponível das plataformas on demand Net Now e Vivo Play!.

j

 

Trailer: 

 

 

SINOPSE:

Inspirado nos famosos quadrinhos da cartunista Laerte. A história mescla a jornada de transição da artista e do diretor, que encara a morte após ser diagnosticado com câncer. Cria-se, então, um abismo caótico entre ficção e realidade na animação mais louca de todos os tempos.

j

ELENCO:

Laerte

Otto Guerra

Matheus Nachtergaele

Marco Ricca

Marcos Contreras

Luis Felipe Ramos

j

FICHA TÉCNICA:

Direção: Otto Guerra

Codireção: Marco Arruda

Roteiro: Rodrigo John, Laerte Coutinho, Thomas Créus e Otto Guerra

Produção Executiva: Marta Machado e Elisa Rocha

Empresa Produtora: Otto Desenhos Animados

Direção de Animação: José Maia, Josemi Bezerra

Direção de Fotografia: Marco Arruda

Direção de Arte: Pilar Prado e Laerte Coutinho

Desenho de Som: Gogó Conteúdo Sonoro

Edição de Som: Matheus Walter e Gogó Conteúdo Sonoro

Mixagem: Gogó Conteúdo Sonoro

Trilha Sonora: Matheus Walter, Tiago Abrahão

Trilha Musical: Matheus Walter

Montagem: Marco Arruda

Duração: 80min

Gênero: animação adulta

Distribuição: Lança Filmes

Classificação indicativa: 16 anos

j

Otto Guerra é um dos pioneiros da animação autoral no Brasil, onde criou a quadragenária Otto Desenhos, que se tornou uma das produtoras de animação mais importantes do país. É o único diretor com quatro obras na lista dos 100 filmes mais importantes da animação brasileira definida pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (ABRACCINE) no livro “100 anos do cinema de animação no Brasil”.

Entre suas obras, sempre na contramão dos clássicos, estão os longas “Rocky e Hudson: Os Caubóis Gays” (1994), selecionado para o Festival de Havana e Hiroshima; “Wood e Stock: Sexo, Orégano e Rocky’n’roll” (2006), melhor longa no Festival Animacor na Espanha e “Até que a Sbórnia nos Separe” (2014), selecionado para os festivais de Annecy e Ottawa. Entre seus 13 curtas estão “Treiler” (1986), melhor curta do Festival de Havana e selecionado em Annecy, “O Reino Azul” (1989), vencedor no Festival de Havana e selecionado em Annecy e Ottawa e “Novela” (1992) vencedor em Havana.

 

 

 

Créditos  –Primeiro Plano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.