Semana Fashion Revolution

Por: Andreza Rehem 

 

Quem fez suas roupas? Já pararam para pensar? Toda roupa que vestimos carrega uma história e prezamos sempre pela transparência de seus processos e histórias que carregam.

 

 

Foto: Pixabay/Imagens gratuitas

No dia 24 de abril, de 2013, o edifício Rana Plaza em Bangladesh, pegou fogo e desabou, deixando mais de 1.133 trabalhadores mortos e 2.000 feridos. O prédio era usado como fábrica de roupas, para diversas marcas famosas, que procuravam mão de obra barata e, além de utilizarem um local de trabalho precário, os funcionários também trabalhavam em condições de escravidão. Diante dessa tragédia surgiu o movimento “Fashion Revolution”, que é um movimento criado com o objetivo de visar a justiça e a transparência, querendo tornar a moda uma força do bem, que inspira e cativa sem causar sofrimento ao outro, ou na natureza. E então, a partir de 2014, o movimento acontece no Brasil e em mais de 70 países, no mês de abril.

Esse ano estamos celebrando do dia 22 ao 28 de abril. Os estudantes e envolvidos na área da moda estão promovendo isso por meio de eventos, palestras, desfiles, bazares e muitas outras coisas. Com a ideia de chamar a atenção para as empresas que já trabalham com a transparência e principalmente para conscientizar as pessoas e pressionar as empresas que não são tão transparentes assim.

Foto: Pixabay/Imagens gratuitas

O movimento começa incentivando o consumidor a se perguntar quem fez suas roupas, de onde elas vieram e se estão realmente fazendo um bom negócio comprando roupas mais baratas que o normal, que vieram de outros países, com isso fazem com que o mundo priorize a consciência sustentável e ecológica, observando se é realmente necessário comprar em grande quantidade e velocidade, pequenos gestos fazem toda a diferença para um lugar melhor.

Para existir uma moda sustentável é necessário que exista benefícios em todas as fases de produção, trabalhando cada etapa com muito amor, dedicação, transparência e criatividade, valorizando não só a beleza do produto, mas colocando em primeiro lugar, o respeito, não só com quem irá comprar, mas também com todo o processo em que será produzido e comercializado.

 

Por uma moda mais consciente, transparente e livre de crueldade!

 

Usem as hashtags #QuemfezMinhasRoupas? #FashionRevolution com a imagem da etiqueta da marca que está vestindo! Vamos fazer a diferença.

 

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: