Mercedes afirma que a evolução dos motores não estão como esperado

Por: Henrique Nascimento

 

Toto Wolff diz que equipe sofreu “reveses” no trabalho desenvolvido

 

Foto: Divulgação Mercedes
Mesmo tendo conquistado títulos de pilotos e construtores pelo quinto ano consecutivo, a equipe alemã afirmou que sofreu “reveses” no trabalho desenvolvido em cima de sua unidade de potência pensando no ano que vem. A Mercedes considera que não obteve o desenvolvimento que esperava em seu departamento de motores pensando na temporada de 2019 da F1.

 

O chefe do time, Toto Wolff, em entrevista ao repórter Jonathan Noble, do site Motorsport, que a expectativa era maior para o departamento, mas as coisas não saíram exatamente como o planejado. Ele disse que há uma corrida de desenvolvimento tremenda enquanto conversavam, ainda explicou que encontrar pressão aerodinâmica, reduzir o arrasto, e, claro, o motor é uma parte muito importante.

 

“Então, estamos estabelecendo para nós metas realmente ambiciosas. Na verdade, nós aumentamos nossas metas há seis semanas, porque ouvimos rumores de que os outros estavam indo bem.”
 

Toto Wolff contou que não está otimista, pois tiveram um revés do lado do motor, já que acreditavam que o novo conceito entregaria um pouco mais e os caras são ambiciosos.
Para 2019, quando tentará manter sua hegemonia na F1 pela sexta temporada em sequência, a Mercedes manterá sua dupla, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas.

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: