Psicanálise & Cinema debate sobre ‘Morte e Vida’ a partir do filme ‘A Liberdade é Azul’

Em pauta, como sobreviver e conviver com as perdas

 

 

Foto: Divulgação

O filme ‘A Liberdade é Azul’, de Krzysztof Kieslowski, será apresentado na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ), no dia 27 de outubro, às 19h. O drama de 1993, filmado na França, Polônia e Suíça, conta a história de uma mulher que perde o marido e a filha pequena em um acidente de carro. Será o segundo encontro do projeto Psicanálise & Cinema que se dedica a discutir sobre ‘Morte e Vida’, tema do congresso da Federação Brasileira de Psicanálise (Febrapsi) este ano.

 

A apresentação do filme é gratuita. Pelo debate, logo após o filme, a taxa para manutenção da atividade é de dez reais.

 

Depois de um trágico acidente em que morrem seu marido e filha, Julie (Juliette Binoche) decide renunciar à própria vida. Ela se afasta de tudo e de todos e assume o anonimato em meio à multidão parisiense. Como conseguirá lidar com o luto de perdas tão sofridas? Este será o mote de um debate com a psicanalista Mônica Aguiar e Luiz Fernando Gallego, coordenador do projeto, após o filme.

 

Os interessados devem se inscrever antecipadamente através dos telefones (21) 2537-1333 ou 2537-1115 ou pelo e-mail sbprj@sbprj.org.br 

 

‘A Liberdade é Azul’ ganhou os prêmios Leão de Ouro de melhor filme, melhor atriz (pela atuação de Juliette Binoche) e melhor fotografia no Festival de Veneza; três indicações ao Globo de Ouro (melhor filme estrangeiro, melhor música e melhor atriz); e Cèsar de melhor atriz, melhor montagem e melhor som. É o primeiro filme da trilogia de Kieslowski dedicado às cores e aos ideais da Revolução Francesa. Os demais foram “A Igualdade é Branca” (1994) e “A Fraternidade é Vermelha” (1994).

 

A classificação etária é 14 anos e o filme tem duração de 1h 40min.

A SBPRJ fica na Rua David Campista, 80, Humaitá, Zona Sul do Rio.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: