Kinoplex Nova Iguaçu é local de exibição de quatro curtas-metragens da EncontrArte Audiovisual

“Sou de Bonsucesso, da Zona Norte do Rio e levo 1 hora e 20 minutos para chegar aqui a Nova Iguaçu. Soube do curso por um amigo. A EncontrArte está fazendo algo muito bonito, metade do elenco de meu filme é da Baixada e outra metade é do Rio. O melhor cinema do Rio é o brasileiro, porque reflete a nossa cultura”, afirmou o diretor do filme ‘As Ruínas do Cinema Khouri’, Matheus Magri, 22 anos.

 

Foto: Divulgação

O diretor do filme ‘As Ruínas do Cinema Khouri’, Matheus Magri, 22 anos, marcou presença no Kinoplex do Shopping Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, que foi local de exibição de quatro curtas-metragens da EncontrArte Audiovisual. Ele foi aluno de uma das duas turmas que, durante o ano de 2021, participaram do curso gratuito oferecido pela instituição. Nesse período, produziram quatro novos curtas-metragens foram exibidos na sexta-feira, dia 18 de fevereiro. A exibição foi restrita aos formandos, parentes destes, novos alunos, parceiros e convidados. Além de ‘As Ruínas’, o público assistiu os curtas ‘Eu Quero Ser’, ‘ Ninguém Precisa Saber Disso’ e‘ Com Amor’. Os formandos receberam certificados de conclusão do curso da mão de coordenadores do curso, autoridades e artistas.  

 

“Vamos oferecer aos alunos um curso de cinema avançado com aulas on-line e presenciais. Queremos aprofundar o conhecimento dos estudantes e comemoramos o fato de que vários ex-alunos agora estão no mercado, trabalhando em séries da HBO. É gratificante ser a porta de entrada para o mercado de trabalho”, revelou o coordenador pedagógico Miguel Nagle.

 

Foto: Divulgação

O sonho se tornou realidade com a exibição dos filmes na tela grande. E entre os jovens diretores, havia uma mulher. De acordo com o coordenador-geral Fábio Mateus, elas são maioria na equipe de produção e também nas salas de aula. Diretor do curta-metragem ‘Ninguém Precisa Saber Disso’, o nilopolitano Otávio Fontes acompanhou aulas das turmas anteriores e estava presente na formatura do ano anterior.

Beto Teixeira, de Belford Roxo, definiu seu filme como uma conversa entre mãe e filho e o que ele quer ser quando crescer. Estudante de Produção Cultural do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), Beto, de 23 anos, também escreveu o roteiro e salientou que o filho assume várias personas durante a vida. Marina Maux, diretora do curta-metragem ‘Com Amor’, assim como os colegas agradeceu a doação dos atores, da equipe EncontrArte e dos diretores.

 

Deputados federais Alessandro Molon e Juninho do Pneu, que liberaram emendas, participaram do evento

 

Foto: Divulgação

Autores de emendas parlamentares destinadas à manutenção do curso de cinema da EncontrArte Audiovisual, os deputados federais Alessandro Molon (PSB) e Juninho do Pneu (DEM) compareceram, receberam certificado de agradecimento e entregaram diplomas aos estudantes.

Por 6 meses, os alunos participaram de aulas gratuitas on-line e presenciais de roteiro, direção, fotografia, som e luz para cinema, entre outras matérias fundamentais para a montagem de um filme. O público-alvo do curso são jovens e adultos da região da Baixada Fluminense, mas a iniciativa atraiu pessoas da periferia do Rio de Janeiro como um todo.

 

Supervisão pedagógica

 

Foto: Divulgação

O curso tem supervisão pedagógica do iguaçuano Miguel Nagle, diretor e roteirista premiado do longa-metragem Metanoia, filme distribuído pela Europa Filmes em mais de 100 salas de cinema, exibido também no Canal Brasil, Net Now, Prime Box Brazil, iTunes e outros.

A EncontrArte Audiovisual está localizada no Centro Social São Vicente, antigo Patronato São Vicente, em Nova Iguaçu.

 

 

Seguem as sinopses dos quatro curtas-metragens exibidos na sessão especial da sala 3 do Kinoplex:

  • Eu quero SerMãe preocupada vê seu filho crescer e ser um leque de possibilidades incontroláveis, ao não compreender a falta de foco do filho em escolher uma profissão e se assegurar financeiramente, discute com ele enquanto tenta compreender em qual fase da vida ele está e não passar por cima de suas vontades.
  • Ninguém Precisa Saber DissoAntônio é um jovem residente na Zona Sul do Rio de Janeiro, que logo recebe a culpa da morte de sua avó adotiva, sua tia Isabella tenta incriminá-lo para conseguir a herança da falecida mãe. Mas Antônio esconde um segredo, que se revelado irá decidir sua vida para sempre.
  • Com AmorAna surpreende Nicholas, seu marido que acaba de chegar de viagem, com um jantar romântico. Contudo, essa não será a única surpresa da noite.
  • As Ruínas do Cinema Khouri – Diana, 32 anos, é uma arquiteta contratada para trabalhar na restauração de um antigo cinema abandonado após a morte de uma criança anos atrás. O local tem sido palco de constantes pesadelos, e com isso, mesmo sendo alertada que o espaço é “maldito”, a arquiteta sente-se atraída pelo cinema, afim de descobrir o que a conecta com ele. Conforme analisa a estrutura, ela fica presa no local e passa a ser assombrada por vozes sem corpo, vultos nas paredes e a tela branca que aparenta estar viva.

Aos poucos, seus traumas vão ressurgindo: seus impulsos suicidas, seus medos da maternidade e a pressão causada pelo namorado. Após uma tentativa fracassada de fuga, a arquiteta morre. Sua alma acorda em um infinito vácuo, branco como a tela de cinema: um limbo. Lá, ela encontra a criança morta a muito tempo, e descobre que longe de um espírito vingativo, é apenas um espírito aterrorizado, com medo da solidão no vácuo, buscando sua mãe. Entretanto, a arquiteta não é essa mãe e, desesperada, está para sempre presa no limbo.

 

 

Fonte: Bernadete Travassos Divulgação

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *