Novo filme de Karim Aïnouz, ‘Marinheiro das Montanhas’ estreia em Cannes no dia 9 de julho

Será a quarta participação do diretor no evento, após vencer como Melhor Filme na mostra Un Certain Regard com ‘A Vida Invisível’ e estrear mundialmente os longas ‘O Abismo Prateado’ e ‘Madame Satã’

 

Foto: Divulgação

O longa-metragem ‘Marinheiro das Montanhas’, de Karim Aïnouz, terá a sua primeira exibição mundial no Festival de Cannes, como filme convidado da mostra Sessão Especial, no dia 9 de julho. A trajetória do diretor é marcada pelo evento, responsável por sua estreia com ‘Madame Satã’ (2002) e pelas aplaudidas sessões de ‘O Abismo Prateado’ (2011), na Quinzena dos Realizadores, e ‘A Vida Invisível’ (2019), vencedor de Melhor Filme na mostra Un Certain Regard. É simbólico que o novo projeto – assumidamente autobiográfico – tenha seu lançamento no festival.

Marinheiro das Montanhas’ é um diário de viagem filmado na primeira ida de Karim à Argélia, país em que seu pai nasceu. Entre registros da viagem, filmagens caseiras, fotografias de família, arquivos históricos e trechos de super-8, o longa opera uma costura fina entre a história de amor dos pais do diretor, a Guerra de Independência Argelina, memórias de infância e os contrastes entre Cabília (região montanhosa no norte da Argelia) e Fortaleza, cidade natal de Karim e de sua mãe, Iracema. Passado, presente e futuro se entrelaçam em uma singular travessia.

 

“É muito importante para um filme tão íntimo e pessoal estrear nessa gigante vitrine internacional que celebra a diversidade e excelência e de tanto prestígio que é Cannes. É um festival que tem acompanhado de perto meu trabalho, que acolhe e joga uma luz nos filmes que tenho feito, permitindo que eles sejam descobertos mundo afora. É um privilégio ser convidado e poder contar com essa visibilidade”, ressalta Karim, cujo processo de criação se deu durante a pandemia, quando se debruçou sobre o material filmado em janeiro de 2019, época em que realizou pela primeira vez a travessia de barco pelo Mar Mediterrâneo para Argelia e seguiu até as Montanhas Altas no norte do país.

 

Foto: Divulgação

O longa é todo narrado por Karim, que lê uma carta para a sua mãe, já falecida, transformada aqui em uma companheira imaginária de viagem. Enquanto relata e comenta episódios da jornada, ele reativa memórias familiares e revela os muitos sentimentos contraditórios que marcam o seu percurso.

Do susto no desembarque – quando, pela primeira vez na vida, não precisa soletrar o nome – até a chegada na Cabília em uma aldeia onde seu pai nasceu e foi criado, o diretor revela impressões e sentimentos com extrema franqueza.

 

“Com ‘Marinheiro das Montanhas’, eu quis correr o risco de que a maturidade e a experiência me permitem. Antes de tudo, um risco artístico ao me distanciar do que sei, abrindo o projeto ao inesperado. O risco também de me ver enfrentando minhas origens”, analisa Karim.

 

O longa é uma produção da VideoFilmes, com coprodução da Globo Filmes, Globo News, em associação com MPM Film, Big Sister,  Watchmen e Cinema Inflamável, e distribuição da Gullane. ‘Marinheiro das Montanhas’ conta ainda com a colaboração do Projeto Paradiso, iniciativa filantrópica que, através do programa Brasil no Mundo, apoia a participação do filme na 74ª edição do Festival de Cannes.

 

 

Ficha técnica

Um filme de

Karim Aïnouz

Roteiro

Karim Aïnouz

Murilo Hauser

Direção de fotografia

Juan Sarmiento

Produzido por

Walter Salles

João Moreira Salles

Maria Carlota Bruno

Produtores Associados 

Marie-Pierre Macia

Claire Gadéa

Jihan al-Tajri

Jennifer Sabbah-Imaggine

Karim Aïnouz

Christopher Zittebart

 

Uma produção VIDEOFILMES

Em coprodução com GLOBO FILMES e GLOBONEWS

Em associação com MPM Film / Big Sister/ Cinema Inflámavel

Distribuição GULLANE

 

 

Por FACTORIA COMUNICAÇÃO

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *