Zé Guilherme lança o single Meu Querer, xote autoral dançante com refrão marcante

Foto: Divulgação

No dia 2 de julho (sexta), o cantor e compositor Zé Guilherme lança nas plataformas de música o single Meu Querer, canção autoral que traz sua raiz cultural nordestina na sonoridade. A música de refrão marcante é um xote romântico que convida à dança, no qual o clarinete dá um colorido especial ao arranjo. Aos que desejarem incluir a faixa em sua biblioteca virtual, imediatamente ao lançamento oficial, o o pre-save está disponível no site da Tratore. Esta é a segunda produção de uma série de singles que o artista pretende lançar até o final 2021. O primeiro foi Marcas (parceria de Zé Guilherme com Mario Tommaso), lançado em janeiro. Posteriormente, as músicas serão reunidas no lançamento de seu primeiro EP. 

Meu Querer fala do desejo de a pessoa amada por perto – “Sinto muito te dizer / Mas só aumenta o meu querer (…) / Te querer é como fogo / Queima / E aquece o coração / Tu és o presente / Que o universo tinha / Guardado pra mim”. A inspiração de Zé Guilherme veio nos momentos de nostalgia, durante o isolamento social na pandemia. “Me deixa segurar a tua mão / Quero olhar / O entardecer / Todos os dias / De mãos dadas com você (…) / Tem um lugar quentinho / Te esperando / No meu coração” “É sempre fundamental praticar o amor e falar de amor. Esta canção é uma declaração de amor em tom leve e sem amarguras”, comenta o compositor. Com produção e arranjo de Cezinha oliveira (também nas cordas do contrabaixo), Meu Querer tem participação dos músicos Jonas Dantas no piano, Denilson Martins no clarinete e Ivan Alves na bateria e na percussão.

Foto: Divulgação

Com mais de 20 anos de carreira e quatro discos lançados, Zé Guilherme é cearense de Juazeiro do Norte, radicado em São Paulo. Seu primeiro CD, Recipiente (Lua Discos), foi lançado em 2000, com produção musical e arranjos de Swami Jr, apresentado em unidades do Sesc, CCSP e em outros espaços da cidade. Sua interpretação para “Mosquito Elétrico” (Carlos Careqa) foi incluída na coletânea Brazil Lounge: New Electro-ambient Rhythms from Brazil, da gravadora portuguesa Música Alternativa. O segundo disco, Tempo ao Tempo (Lua Music), veio em 2006com produção musical e arranjos de Serginho R.. Zé Guilherme assina direção artística, concepção e coprodução, esta em parceria com Marcelo Quintanilha. Em 2015, entrou em cena com um tributo ao centenário de nascimento do ‘Cantor das Multidões’, um primoroso trabalho de resgate e releitura de sua obra: Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva, que tem arranjos e produção de Cezinha Oliveira, ao lado de Zé Guilherme na direção artística e concepção.

O disco Alumia, lançado em 2018, revela sua faceta de compositor em repertório predominantemente autoral e marca os 20 anos do primeiro show que apresentou em São Paulo (Clandestino). O CD foi concebido e dirigido pelo artista e, assim como no anterior, Cezinha aparece como produtor e arranjador. O lançamento foi antecipado pelo single da canção-título (autoral) que, em 2020, ganhou a versão Alumia – Remix, rearranjada por Waldo Squash (Uaná System) com sotaque paraense do carimbó eletrônico, temperado com a guitarra de Flakes e a base eletrônica de Squash. O single Meu Querer foi precedido por Marcas (música autoral em parceria com Mario Tommaso, lançada em janeiro), integrando a série de composições programadas para 2021, que serão compiladas em seu primeiro EP. O intérprete também fez participação especial no CD Cezinha Olviera (homônimo, 2003); no disco São Paulo e a Lua – 450 Anos (Lua Discos, 2004), na faixa “Tema de São Paulo / Amanhecendo”; e no álbum Com os Dentes – Poesias Musicadas (2007), de Reynaldo Bessa, gravado ao vivo. 

Em junho de 2020, Zé Guilherme iniciou o projeto EntreMeios pelo Instagram, que contempla artistas e profissionais de várias áreas com a finalidade de discutir temas de interesses diversos. O bate-papo já recebeu mais de 30 convidados.

 

Site – zeguilherme.com.br | Facebook: @oficialzeguilherme | Twitter: @zeguilhermeofic | Youtube: Zé Guilherme Oficia

 

Serviço

Lançamento/single: Meu Querer

Artista: Zé Guilherme

Quando: a partir de 2 de julho/2021

Em todas as plataformas digitais | Distribuição: Tratore – tratore.com.br

Pre-save: https://tratore.ffm.to/meuquerer

Ficha técnica  Autor/intérprete: Zé Guilherme. Piano: Jonas Dantas. Baixo elétrico: Cezinha Oliveira. Clarinete: Denilson Martins. Bateria e percussão: Ivan Alves. Arranjos, gravação e mixagem: Cezinha Oliveira. Masterização: Mario Gil. Estúdio Dançapé. Designer/capa: Fernando Velázquez. Produção executiva: Biombo Produções. Lançamento: julho/2021.

 

 

Por VERBENA COMUNICAÇÃO

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *