Passoca leva “Breve História da Música Caipira”, no Terças Musicadas, do Teatro Itália

Foto: Divulgação

No show Breve História da Música Caipira, que será apresentado no Teatro Itália, na terça-feira (24), às 21h, o compositor e violeiro Passoca interpreta músicas de artistas clássicos do mundo da viola, como Alvarenga e Ranchinho, Inezita Barroso, Raul Torres, João Pacífico, Cascatinha e Inhana, entre outros, intercalando com “causos” e curiosidades sobre a vida destes artistas que construíram a história da música caipira. Passoca se apresenta cantando e tocando viola caipira, acompanhado do violão de Ronaldo Rayol e percussão de Noel Bastos.

Tudo começou com a miscigenação entre o índio e o português. Um tipo de dança indígena (cateretê) vai se misturar com a música portuguesa (viola braguesa). A viola braguesa, que foi trazida pelos jesuítas e usada na catequese dos índios, deu origem à nossa viola caipira. Com a vinda dos africanos (escravidão) tivemos como resultado a mistura de três culturas, originando assim a música caipira. Através dos tropeiros este tipo de música começou a ser divulgada no sul, sudeste e centro-oeste do país, sua temática era essencialmente rural. O circo foi outro grande responsável pela divulgação desta música.

Em 1929, através de Cornélio Pires (escritor, jornalista e divulgador da cultura caipira), a música caipira começou a ser gravada em discos comerciais e consequentemente a ser divulgada através do rádio, que surgia no Brasil na década de 20. Com a industrialização e o crescimento dos centros urbanos surgiram compositores e intérpretes que mesmo introduzindo nova instrumentação em seus arranjos conservaram elementos desse gênero musical.

Marco Antônio Vilalba, o Passoca, começou a cantar e tocar, a partir de 1964, em festivais e bailes. Seis anos depois, na década de 70, participou do grupo Flying Banana, como baterista e violonista. Mais tarde, influenciado por Renato Teixeira e Almir Sater, mudou de instrumento e especializou-se na viola. Autodidata, aprendeu a tocar observando os violeiros mais experientes e ouvindo as histórias que contavam sobre o instrumento.

 

“Toda arte tem que ser experimental”, diz. Passoca, compositor, cantor e violeiro, tem um trabalho associado tanto à música caipira quanto à vanguarda paulista. Natural de Santos, formou-se em arquitetura na faculdade de São José dos Campos, onde começou a construir o caminho que culminou no seus 9 discos gravados. Sua música contém a dualidade cidade/campo, a poética urbana sobre um suporte harmônico de viola caipira.

 

 

SERVIÇO

Terças Musicadas apresenta: Passoca “Breve História da Música Caipira”

Teatro ItáliaAv. Ipiranga, 344 Edifício Itália – subsolo – Metrô República

Bilheteria: (11) 3255 – 1979

Quando: Terça – 24 de outubro, às 21h

Ingresso: R$ 20,00 (meia) R$ 40,00 (inteira)

Capacidade: 295 pessoas – Duração: 70 min   Classificação Indicativa: 10 anos

Vendas de ingressos: https://compreingressos.com/espetaculos/9523-passoca

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: