VIVO Rio Pro apresentado pela Corona dá as boas-vindas aos melhores surfistas do mundo no Brasil

  • Praia de Itaúna sediará penúltimo evento do CT da temporada regular
  • Pontos de classificação cruciais em disputa para as finais da Lexus WSL
  • Anunciados curingas de eventos e substituições de lesões
  • Mais disponíveis em WorldSurfLeague.com

 

A programação da Praia de Itaúna com a icônica igreja Nossa Senhora de Nazaré ao fundo receberá o VIVI Rio Pro Apresentado pela Corona.
Crédito: © WSL / Daniel Smorigo

O World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) continuará com a parada nº 8, o VIVO Rio Pro apresentado pela Corona , durante sua janela de competição a partir de junho 22 a 30 de outubro de 2024. Por ser o evento final antes da pausa para os Jogos Olímpicos de Paris 2024, e o penúltimo evento da temporada regular do CT, terá um enorme impacto na forma como os atletas confirmam suas vagas para o Finais Lexus WSL em setembro.

Chegando aos estágios finais da temporada 2024 CT, todos os atletas do Tour estão buscando dar o empurrão final antes do intervalo em julho, antes de retornar para o evento final do calendário no retorno do Corona Fiji Pro no final de agosto.

 

Praia de Itaúna sediará penúltimo evento do CT da temporada regular

 

Foto: Divulgação

Conhecida como a Meca do surfe brasileiro, a Praia de Itaúna deverá receber os melhores atletas do mundo enquanto o CT segue para solo brasileiro. Conhecida por sua praia repleta de fãs fervorosos e apaixonados, passeios de 10 pontos e uma programação de uma semana de eventos para toda a família, Saquarema sempre esteve presente no calendário do público da WSL.

O intervalo principal na Praia de Itaúna tem se mostrado consistentemente um local digno de destaque. Possui direitas poderosas e esquerdas longas, ambas terminando em seções contundentes que oferecem amplas oportunidades de gol e seções aéreas que recompensaram atletas e torcedores com algumas manobras incríveis.

Caitlin Simmers (EUA) e Yago Dora (BRA) retornam como campeões do evento em 2023 e buscam repetir o sucesso em 2024. Ambos estão chegando ao Brasil após atuações brilhantes no Surf City El Salvador Pro. Simmers, o fenômeno californiano de 18 anos, está no topo do ranking do CT e tem os olhos postos em manter sua posição no Top 5. Dora, cuja única vitória no CT foi em Saquarema, sabe que tem total apoio do brasileiro fãs enquanto os melhores surfistas do mundo retornam à Praia de Itaúna.

 

Pontos de classificação cruciais em disputa para as finais da Lexus WSL

 

Foto: Divulgação

Ao concluir a Etapa 7 do Championship Tour em El Salvador, Brisa Hennessy (CRI) perdeu a posse da camisa amarela do Líder, que será usada pelos Simmers no Brasil. O jovem californiano conquistou o CT com duas vitórias na temporada de 2024, incluindo vitórias em Pipeline e Bells Beach.

Do lado masculino, a camisa amarela do Líder permanece com o bicampeão mundial da WSL John John Florence (HAW). Apesar de não vencer nenhuma prova há mais de três anos, o havaiano conquistou uma grande vitória no Surf City El Salvador Pro , com sua consistência ao longo do ano o mantendo na frente do campo do CT. Florence já alcançou o pódio de vencedor no Brasil, e seu estilo fluido e forma poderosa combinam bem com o vigoroso beach break na Praia de Itaúna.

Foto: Divulgação

Outros nomes a serem lembrados incluem o tricampeão mundial da WSL Gabriel Medina (BRA), que, apesar de seu sucesso em vários locais do CT, ainda não venceu em casa diante dos fervorosos torcedores brasileiros. Outro surfista que conhece os meandros de Saquarema melhor do que qualquer outro surfista do Tour é o surfista local João Chianca (BRA), que recentemente retornou às competições em El Salvador, terminando nas quartas de final contra Medina. Chianca foi eleita o curinga do evento na competição deste ano.

Ao mesmo tempo, as poderosas surfistas Molly Picklum (AUS), Johanne Defay (FRA) e a atual campeã mundial da WSL de 2023 Caroline Marks (EUA) pretendem manter uma posição no Top 5 do ranking e usarão o VIVO Rio Pro como trampolim antes da pausa na ação devido aos Jogos Olímpicos de julho. Marks também vem de uma vitória espetacular em El Salvador e busca outro resultado sólido no Brasil.

 

Anunciados curingas de eventos e substituições de lesões

 

Foto: Divulgação

Os wildcards do VIVO Rio Pro WSL foram escolhidos e serão representados por Luana Silva (BRA) e Samuel Pupo (BRA) como os surfistas brasileiros mais bem classificados no Challenger Series, e não no Championship Tour. Além disso, os wildcards do evento foram concedidos à integrante da Seleção Brasileira de Surfe Olímpico, Tainá Hinckel (BRA), bem como ao surfista local de Saquarema e número 4 do ranking em 2023, João Chianca (BRA).

 

VIVO Rio Pro apresentado pelos confrontos da rodada de abertura feminina do Corona:
HEAT 1: Molly Picklum (AUS) x Johanne Defay (FRA) x Tyler Wright (AUS)
HEAT 2: Caitlin Simmers (EUA) x Tatiana Weston-Webb (BRA) x Taina Hinckel (BRA)
HEAT 3: Caroline Marks (EUA) x Bettylou Sakura Johnson (HAW) x Luana Silva (BRA)
HEAT 4: Brisa Hennessy (CRC) x Gabriela Bryan (HAW) x Sawyer Lindblad (EUA)

VIVO Rio Pro Pro apresentado pelos confrontos da rodada de abertura masculina do Corona:
HEAT 1: Ethan Ewing (AUS) x Cole Houshmand (EUA) x Connor O’Leary (JPN)
HEAT 2: Griffin Colapinto (EUA) x Kanoa Igarashi (JPN) x Seth Moniz (HAW)
HEAT 3: Jack Robinson (AUS) x Ryan Callinan (AUS) x Samuel Pupo (BRA)
HEAT 4: John John Florence (HAW) x Ramzi Boukhiam (MAR) x João Chianca (BRA)
HEAT 5: Jordy Smith (RSA) x Barron Mamiya (HAW) x Imaikalani deVault (HAW)
HEAT 6: Gabriel Medina (BRA) x Rio Waida (INA) x Leonardo Fioravanti (ITA)
HEAT 7: Italo Ferreira (BRA) x Crosby Colapinto (EUA) x Liam O’Brien (AUS)
HEAT 8: Yago Dora (BRA) x Jake Marshall (EUA) x Matthew McGillivray (RSA)

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com 

 

Assista ao vivo
A janela VIVO Rio Pro apresentada pela Corona abre no sábado, 22 de junho, e encerra no domingo, 30 de junho de 2024. A competição será transmitida AO VIVO no WorldSurfLeague.com e no aplicativo gratuito WSL . Confira mais maneiras de assistir dos parceiros de transmissão da WSL . Para os fãs que assistem no Brasil, a cobertura das quartas de final da competição e além continuará co-exclusivamente no WorldSurfLeague.com , SporTV e Globoplay. Para os fãs que assistem nos Estados Unidos, a cobertura das quartas de final da competição e além continuará co-exclusivamente no WorldSurfLeague.com e ESPN+.

O VIVO Rio Pro apresentado pela Corona é orgulhosamente apoiado pela Vivo, Corona, SHISEIDO, YETI, Bonsoy, Eventbrite, Red Bull, Banco do Brasil, Secretaria de Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura Municipal de Saquarema, Natura Kaiak, Mãe Terra, EY, Florence, Surfline e True Surf.

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com 

 

Sobre a WSL
A World Surf League (WSL) é o lar global do surf competitivo, coroando campeões mundiais desde 1976 e apresentando o melhor surf do mundo. A WSL supervisiona o cenário competitivo global do surf e estabelece o padrão para o desempenho de elite no campo de jogo mais dinâmico de todos os esportes. Com um firme compromisso com os seus valores, a WSL prioriza a proteção do oceano, a igualdade e a rica herança do desporto, ao mesmo tempo que defende a progressão e a inovação.

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com 

 

 

Por WSL News

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *