Saquarema Surf Festival vai promover seis competições na próxima semana na Praia de Itaúna

O QS 5000 é válido pelo Circuito Banco do Brasil de Surfe  

O Pro Junior é o segundo do Circuito Sul-americano 2024  

O Longboard é a segunda etapa da temporada 2023/2024 

As 3 competições têm as categorias masculina e feminina

 

Pedro ao lado de Sophia Medina e a prefeita Manoela Peres da Tainá HInckel (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

Prefeitura de Saquarema apresenta o Saquarema Surf Festival em memória a Leo Neves, que vai promover seis competições na semana de 15 a 21 de abril na Praia de Itaúna. O evento realizado desde 2021 pela 213 Sports, vertical de esportes da V3A, é o mais importante do calendário da WSL South America. É o único Qualifying Series com status máximo QS 5000, valendo como segunda etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe 2024, além da categoria Pro Junior Sub-20 e do Longboard. As três modalidades terão as categorias masculina e feminina, com o princípio da igualdade na premiação. As eliminatórias começam na segunda-feira, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com

Esta quarta edição do Saquarema Surf Festival terá novidades esse ano, como uma pista de skate de 16 metros de comprimento por 10 de largura com arquibancada para a torcida. No sábado, dia 20, será disputado o R.E.M.A. Skateboarding Challenge entre dois times de seis participantes cada. Uma das atrações é o medalhista olímpico e octacampeão mundial, Pedro Barros. Destaque também para a participação de grandes nomes, como Italo Penarrubia, Marlon Silva, Felipe Foguinho, Pedro Carvalho, Ricardo Dexter, Lucas Xaparral, entre outros. Também estão programadas outras atrações para toda a semana na Praia de Itaúna, com diversas ativações dos patrocinadores, ações de sustentabilidade e shows musicais de bandas locais.

 

“Chegamos a quarta edição consolidados como o maior festival dedicado ao surfe e seu estilo de vida na América do Sul, cada vez mais motivados a trabalhar pelo fortalecimento do surfe nacional e fomentar a nova geração local, unindo música, sustentabilidade e, neste ano, também com skate”, ressalta Pedro Dau de Mesquita, CEO da 213 Sports. “Juntamente com a WSL, seguimos incentivando os atletas do Centro de Treinamento de Surf Leo Neves, para que tenham mais oportunidades para se projetarem no cenário nacional e até internacional, assim como, para alcançarem mais experiência em eventos desta magnitude”.

 

Será certamente uma semana especial, com show garantido também nas ondas do Maracanã do surfe brasileiro. O resultado do Saquarema Surf Festival vem sendo decisivo na disputa pelos títulos sul-americanos da World Surf League, desde a sua primeira edição. Com as vitórias na Praia de Itaúna, Yago Dora e Sophia Medina se sagraram campeões sul-americanos em 2021, assim como Cauã Costa e Sol Aguirre no Pro Junior e Chloé Calmon no Longboard. 

Os filhos do Leo Neves com os campeões de 2023, Ian Gouveia e Tainá Hinckel (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

Isso também aconteceu em 2022, para os peruanos Miguel Tudela e Daniella Rosas campeões na Praia de Itaúna que conquistaram os principais títulos do continente, para Cauã Costa com o bicampeonato no Saquarema Surf Festival e no sul-americano Pro Junior e para Chloé Calmon bicampeã no Longboard. Em 2023, Tainá Hinckel se tornou a melhor surfista da América do Sul, liderando o ranking da WSL South America desde a vitória no evento realizado pela 213 Sports em memória ao bicampeão brasileiro Leo Neves.

 

Além de Tainá Hinckel, a peruana Daniella Rosas também vai tentar ser a primeira surfista a escrever seu nome pela segunda vez no Troféu Leo Neves, que registra os vencedores e vencedoras da etapa do Qualifying Series. A primeira campeã, Sophia Medina, não vai competir esse ano, assim como os três que ganharam o QS masculino, Yago Dora em 2021, Miguel Tudela em 2022 e Ian Gouveia em 2023. Então, já é certo que um novo campeão terá o seu nome registrado no Troféu Leo Neves

d

A surfista olímpica Tainá Hinckel vai defender o título conquistado em 2023 (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

QUARTO CAPÍTULO – O Saquarema Surf Festival apresentado pela Prefeitura de Saquarema vai escrever o quarto capítulo da sua história esse ano. O número de participantes é limitado para 128 surfistas no QS 5000 masculino, 40 no QS 5000 feminino, 48 no Pro Junior masculino e 32 no Pro Junior feminino. A 213 Sports reservou 8 convites para surfistas locais de Saquarema – 4 no QS 5000, 2 no Pro Junior e 2 no Longboard – indicados pela Associação de Surf de Saquarema e pelo Centro de Treinamento de Surf Leo Neves. 

Saquarema Surf Festival 2024 será válido como segunda etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe e da temporada 2024/2025 da WSL South America. É a única com status máximo QS 5000, valendo 5.000 pontos para o ranking regional que decide os títulos sul-americanos e classifica 7 homens e 3 mulheres para o Challenger Series, divisão de acesso para a elite do World Surf League Championship Tour. Também serão disputadas a segunda etapa do Circuito Sul-americano Pro Junior de 2024 e a segunda da temporada 2023/2024 do Longboard.

Grandes estrelas do surfe brasileiro e de outros países da América do Sul já estão confirmadas, como a atleta olímpica Tainá Hinckel, que vai tentar um bicampeonato inédito no Saquarema Surf Festival. Além dela, tem mais cinco participantes que vão disputar o Challenger Series esse ano, a peruana Daniella Rosas que já tem três títulos sul-americanos, o atual campeão Mateus HerdyLucas SilveiraEdgard Groggia e Rafael Teixeira. O número 4 do mundo no CT 2023, João Chianca, também fez sua inscrição, porém não vai competir obedecendo recomendações médicas, de continuar o tratamento para sua total recuperação do acidente sofrido no Havaí.

d

Ninguém conseguiu bater os recordes dos aéreos do Yago Dora em 2021 (Crédito da Foto: Flor Yanez / Surfmappers)

MELHORES DA HISTÓRIA – Chumbinho decidiu os dois primeiros títulos do Saquarema Surf Festival, mas não conseguiu escrever o seu nome no Troféu Leo Neves. Em 2021 perdeu para Yago Dora e em 2022 para Miguel Tudela. Aliás, ninguém bateu os recordes dos aéreos do Yago Dora na estreia do campeonato em 2021. Nas semifinais, ele ganhou a única nota 10 da história do evento e atingiu impressionantes 19,23 pontos de 20 possíveis. São dele também a segunda maior nota – 9,80 – e o segundo maior somatório – 18,97 pontos – conseguidos na grande final com João Chianca.

Chumbinho foi quem mais vestiu a lycra de competição nas três edições do Saquarema Surf Festival – 12 vezes – e quem mais venceu baterias – 9 – na Praia de Itaúna. No QS feminino, Sophia Medina disputou 14 baterias e ganhou 9 também. Mas, a recordista nas ondas de Itaúna é Tainá Hinckel, que venceu a final do ano passado com a própria Sophia por 17,00 pontos, somando uma nota 9,50. Estas marcas ultrapassaram o 8,67 da Luana Silva em 2022 e os 16,67 pontos da Laura Raupp na primeira fase em 2023. 

No Pro Junior feminino, ninguém conseguiu superar os 15,34 pontos da peruana Sol Aguirre nas semifinais de 2021, mas em 2022 a hoje top da elite do CT, Luana Silva, ganhou a maior nota – 9,33 – na sua estreia na categoria Sub-20. No Pro Junior masculino, o cearense Cauã Costa também fez imbatíveis 17,34 pontos em 2021, na decisão do primeiro título do seu bicampeonato no Saquarema Surf Festival. Já a nota 9,17 dele na final, foi superada pelo 9,20 do paulista Diego Aguiar no ano passado.

Jeferson Silva fez a melhor apresentação do Longboard em 2021 (Crédito da Foto: Tony D´Andrea / 213 Sports)

No Longboard, o saquaremense Jeferson Silva também fez a melhor apresentação na estreia do Saquarema Surf Festival em 2021. A nota 9,00 e os 16,50 pontos que totalizou na terceira fase, ainda estão no topo das listas de recordes da modalidade. Quem chegou mais perto destas marcas, foram os peruanos Matias Maturano com a nota 8,93 que confirmou sua vitória na final do ano passado e Piccolo Clemente com 15,50 pontos em 2021. No Longboard feminino, a bicampeã em 2021 e 2022, Chloé Calmon, é a recordista absoluta com nota 8,33 e 15,00 pontos. 

d
d
Prefeitura de Saquarema apresenta o Saquarema Surf Festival em memória a Leo Neves com realização da 213 Sports, vertical de esportes da V3A. O evento licenciado pela WSL Latin America, é válido como segunda etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe 2024 e acontece com patrocínios do Banco do Brasil, Monster Energy, G-Shock Brasil e Verde Campo, apoio da Juçai Orgânico e TVB, parceria institucional da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e Associação de Surf de Saquarema (ASS). A competição começa no dia 15 de abril com transmissão ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo canal da WSL Brasil no YouTube e no Tik Tok.

dd
s
SOBRE A 213 SPORTSFundada por Pedro Dau de Mesquita, Yuri Binder, Bernardo Montenegro e Marcelo Montenegro, a 213 Sports nasceu em 2012. Em 2021, a agência foi adquirida pela V3A e, desde então, responde como vertical de esportes, que integra o pilar de Ventures da companhia. Focada em marketing esportivo, a 213 Sports já realizou mais de 70 projetos para marcas globais e locais, impactando mais de 50 milhões de pessoas no Brasil e no mundo. A 213 Sports vê o esporte como uma plataforma de engajamento e conexão com forte apelo emocional entre as marcas e consumidores, resultando em uma experiência única de sportainment. Insights estratégicos alinhados com o posicionamento da marca, excelência na execução e resultados mensuráveis com retorno social, sempre que possível, são as bases que sustentam a excelência da 213 Sports. Responsável por inúmeros cases, a agência se destaca com os projetos: Oi Rio Pro, Sephora Beauty Run, Ceará Kite Pro, WSL House, CamelBak Mountain Race, Casa On Running, Praia Para Todos, Pelé Academia, Saquarema Surf Festival, WTR, Red Bull Pool Clash, SLS Super Crown World Championship, entre outros.

s

s

CAMPEÕES E CAMPEÃS DO SAQUAREMA SURF FESTIVAL:

QS 5000 EM MEMÓRIA A LEO NEVES:
2023: Ian Gouveia (BRA) e Tainá Hinckel (BRA)
2022: Miguel Tudela (PER) e Daniella Rosas (PER)
2021: Yago Dora (BRA) e Sophia Medina (BRA) 

CATEGORIA PRO JUNIOR SUB-20:
2023: Gabriel Klaussner (BRA) e Kalea Gervasi (PER)
2022: Cauã Costa (BRA) e Laura Raupp (BRA)
2021: Cauã Costa (BRA) e Sol Aguirre (PER)

CAMPEÕES NO LONGBOARD:
2023: Matias Maturano (PER) e Luana Soares (BRA)
2022: Rodrigo Sphaier (BRA) e Chloé Calmon (BRA)
2021: Tony Silvagni (EUA) e Chloé Calmon (BRA) 

s

RECORDISTAS DO SAQUAREMA SURF FESTIVAL:

MAIORES NOTAS DOS HOMENS:
QS 5000: 10,0 do Yago Dora (BRA) em 2021
PRO JUNIOR: 9,20 do Diego Aguiar (BRA) em 2023
LONGBOARD: 9,00 do Jeferson Silva (BRA) em 2021

MAIORES SOMATÓRIOS DOS HOMENS:
QS 5000: 19,23 pontos do Yago Dora (BRA) em 2021
PRO JUNIOR: 17,34 do Cauã Costa (BRA) em 2021
LONGBOARD: 16,50 do Jeferson Silva (BRA) em 2021

MAIORES NOTAS DAS MULHERES:
QS 5000: 9,50 da Tainá Hinckel (BRA) em 2023
PRO JUNIOR: 9,33 da Luana Silva (BRA) em 2022
LONGBOARD: 8,33 da Chloé Calmon (BRA) em 2021

MAIORES SOMATÓRIOS DAS MULHERES:
QS 5000: 17,00 pontos da Tainá Hinckel (BRA) em 2023
PRO JUNIOR: 15,34 da Sol Aguirre (PER) em 2021
LONGBOARD: 15,00 da Chloé Calmon (BRA) em 2021

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

s

s

Por WSL LATAM News

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *