Museu Casa Mário de Andrade abre inscrições para Programa Formativo sobre Patrimônio, Memória e Gestão Cultural

Programa chega à 5ª edição, reunindo um conjunto de cursos e atividades relacionados à preservação e à gestão do patrimônio cultural brasileiro; profissionais e interessados pela área podem se inscrever

 

Foto: Divulgação

De 16 de janeiro a 4 de março, o Centro de Pesquisa e Referência do Museu Casa Mário de Andrade estará com inscrições abertas para a 5ª edição do Programa Formativo “Patrimônio, Memória e Gestão Cultural”. A iniciativa já contribuiu para a qualificação de mais de 180 profissionais para atuar com patrimônio cultural no Brasil. O Museu Casa Mário de Andrade é um equipamento da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo e gerenciado pela OS Poiesis.
 

O programa oferece um conjunto de atividades relacionadas à preservação e à gestão do patrimônio cultural brasileiro, a fim de colaborar na preparação de profissionais da área. A grade curricular é composta por oficinas, cursos obrigatórios e atividades complementares, como visitas técnicas realizadas em patrimônios culturais em restauro, em arquivos e bibliotecas.
 

São ofertadas de 50 a 60 vagas. As aulas serão sobre Patrimônio Cultural: aspectos históricos e teóricos, com encontros às terças-feiras, das 19h às 21h; e Gestão do Patrimônio Cultural, às quintas-feiras, das 19h às 21h. As formações são divididas em três módulos cada. Além disso, os participantes terão a disciplina Estudos de casos, pesquisa e orientação de trabalhos, que ocorrerá às quartas-feiras, das 19h às 21h, com duas visitas aos sábados, abordando questões de museologia, práticas de preservação do patrimônio e a orientação para o trabalho final. Esses encontros serão realizados virtualmente por meio da plataforma Zoom, e presencialmente em espaços culturais.
 

Os participantes também devem participar do Encontro de Museus-Casas Literários, evento anual realizado pelas Casa Mário de Andrade, Casa Guilherme de Almeida e Casa das Rosas, com a participação de representantes e profissionais de instituições relacionadas às personalidades da literatura, reunidos para debater temas em torno da museologia e das demandas atuais dos públicos. A data deste evento, e de outras atividades externas presenciais, são informadas com antecedência para a turma matriculada. No caso de estudantes de fora de São Paulo, há possibilidade de equivalência de visitas técnicas a outros espaços culturais locais.
 

O corpo docente do curso é composto por especialistas da área de patrimônio e gestão cultural, entre eles, Marilúcia Bottallo, museóloga, diretora técnica do Instituto de Arte Contemporânea, onde implantou o Núcleo de Documentação e Pesquisa, e criadora, coordenadora e docente da Pós-Graduação em “Museologia, Colecionismo e Curadoria” do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo; e Juliana Monteiro, museóloga pela Universidade Federal da Bahia, e diretora, no Brasil, da empresa Sistemas do Futuro, especializada em desenvolvimento de bancos de dados para coleções culturais.
 

O programa não tem mensalidade, sendo necessário o pagamento de uma única taxa de matrícula no valor de R$300,00.O programa concede até cinco bolsas integrais a candidatos selecionados no processo seletivo e que, na divulgação do resultado, declararem baixa renda, por meio de formulário a ser solicitado por e-mail. O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 11 de março e os candidatos aprovados em primeira chamada serão informados por e-mail. O início das aulas está previsto para o dia 16 de abril. Mais detalhes sobre a formação e o processo seletivo podem ser encontrados aqui.

 

Mário de Andrade e a Gestão Cultural

Foto: Divulgação

O curso, que abre inscrições para novas turmas anualmente, tem relação com a trajetória do poeta Mário de Andrade. Além de escritor, o patrono do Museu teve duas experiências marcantes no serviço público, como Diretor do Departamento de Cultura da Prefeitura de São Paulo, entre 1935 e 1938, e colaborador do SPHAN – Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do governo federal (atual IPHAN), para o qual redigiu o anteprojeto de criação. Mário de Andrade foi o primeiro Secretário de Cultura do país.
 

Para mais informações sobre o Museu Casa Mário de Andrade e a trajetória do patrono que dá nome à instituição, acesse o site e a versão virtual da exposição Morada do Coração Perdido.

 

 

Serviço:

5ª edição do Programa Formativo “Patrimônio, Memória e Gestão Cultural” do Museu Casa Mário de Andrade

Grátis

Inscrições: 16 de janeiro a 4 de março de 2023

Como se inscrever: preencher a ficha de inscrição disponível no site do museu, anexando uma carta intenção e o currículo do candidato, conforme as instruções do formulário. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail da Casa Mário de Andrade.

Resultado do processo seletivo: 11 de março de 2023

Início das aulas: 16 de abril de 2023

Taxa única de matrícula para os aprovados no programa: R$ 300,00

——-

Funcionamento:

A Casa Mário de Andrade está passando por restauro.O telefone atual para contato é o (11) 4096-9900 (ramal: 9854). ou pelo e-mail disponível no site.

Atividades presenciais ocupam a Casa Guilherme de Almeida e Casa das Rosas.

Algumas atividades seguem virtuais e com programação acessível pelos sites do museu ou +Cultura

Programação gratuita

SOBRE A CASA MÁRIO DE ANDRADE

A Casa Mário de Andrade funciona no endereço da antiga casa do escritor Mário de Andrade, um dos principais mentores do modernismo brasileiro e da Semana de Arte Moderna de 1922. O museu abriga uma exposição permanente, que é aberta à visitação, com objetos pessoais do modernista, além de documentos de imagem e áudio relacionados à sua trajetória. O museu também realiza uma intensa programação de atividades culturais e educativas. A Casa Mário de Andrade é um museu da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, e gerenciado pela Poiesis.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis é uma Organização Social de Cultura que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

 

 

 

Por Poiesis

 

 

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *