Disney+ | Paul McCartney – 5 motivos para assistir ao show ao vivo

Após passagem por cinco países, no sábado (16) o cantor encerra a Got Back Tour no Brasil com transmissão exclusiva no serviço de streaming da Disney

d

Foto: Divulgação

Paul McCartney escolheu o Brasil para encerrar a turnê mundial Got Back e esse momento promete entrar para a história! Quem ainda não teve a oportunidade de ver o ex-Beatle ao vivo ou quer ter o gostinho de escutar Hey Jude mais uma vez em solo brasileiro, poderá acompanhar a transmissão do show, ao vivo, no dia 16, através do Disney+ e Star+. Os serviços de streaming levarão para casa dos brasileiros o icônico show de McCarteney, diretamente do estádio do Maracanã, à partir das 21h15. Para quem perder ou quiser rever, a apresentação ficará disponível nas duas plataformas, por 30 dias, a partir do dia 17 de dezembro. 

O show do cantor britânico que segue conquistando gerações de fãs por onde passa será a última parada dessa sequência de mais de 30 apresentações pós-pandemia. A turnê teve início em abril de 2022, nos Estados Unidos, e já passou pela Inglaterra e Austrália . Para celebrar essa transmissão histórica que acontecerá no último show da Got Back Tour, separamos cinco motivos que fazem esse espetáculo ser imperdível no Disney+:

 

Um show digno de uma transmissão ao vivo

ç

Foto: Divulgação

Na Got Back TourPaul sobe ao palco acompanhado da sua banda composta por Paul ‘Wix’ Wickens, Abe Laboriel Jr., Rusty Anderson e Brian Ray. Com 81 anos de idade e mais de 50 anos de carreira, o cantor, compositor, multi-instrumentista, empresário, produtor musical, cinematográfico e ativista dos direitos dos animais, consegue transitar entre o atual e o nostálgico. Mas, claro que não poderiam faltar as clássicas músicas dos Beatles nessa turnê, banda que marcou não apenas a carreira musical de McCartney, mas também conquistou fãs em nível global. 

A setlist dessa apresentação com três horas de duração conta com 39 músicas e um show de explosão de luzes, efeitos especiais e até mesmo um dueto da música I’ve Got a Feeling com John Lennon, seu parceiro de banda e icônica dupla de composição na época dos Beatles. Além das clássicas canções que muita gente sonha em escutar ao vivo, pelo menos uma vez na vida, como Hey Jude e Let It Be, o repertório traz para os fãs sucessos da carreira solo do Paul como Getting BetterLet Me Roll ItLive And Let Die, além do icônico som dos Beatles como Black BirdOb-La-Di, Ob-La-DaLet It BeGet Back e muito mais!

 

Uma carreira extensa e consolidada

´ç

Foto: Divulgação

Natural de Liverpool, na Inglaterra, Paul é o mais perto que os fãs brasileiros dos The Beatles conseguem chegar quando falamos sobre apresentações ao vivo das músicas de uma das bandas mais famosas que já existiu na história da música mundial. Colecionando 18 Grammys na carreira, sete prêmios Brit e até mesmo um Oscar, em 1971, no prêmio de “Melhor Trilha Sonora Original” no filme Let It Be (1970), o artista segue sendo referência na indústria musical contemporânea. Outro fato peculiar da vida do músico que muitas pessoas não sabem é o fato dele ter sido condecorado como cavaleiro do império britânico pela Rainha Elizabeth II em 1997.

 

Os Beatles nunca vieram ao Brasil, mas o Paul sim!

p

Foto: Divulgação

Muitos fãs dos Beatles nunca superaram o fato da banda britânica nunca ter vindo ao Brasil no auge do sucesso nas décadas de 1960 e 1970. Formada por Paul McCartneyJohn LennonGeorge Harrison e Ringo Starr, o estilo musical que caminhava pelo rock e blues foi conquistando fãs ao redor do mundo e consolidou a banda inglesa como um dos grupos mais bem sucedidos da era do rock. Outro ponto importante da passagem de Paul pelos Beatles, com certeza, foi sua amizade e química criativa com John Lennon, se tornando uma das duplas mais influentes da história quando o assunto é composição. Lennon foi assassinado em 1980, na frente do seu apartamento em Manhattan, em Nova York. Na época, a maior banda britânica de todos os tempos já havia se separado — em 1970 — gerando diversas especulações sobre as principais motivações para o fim. 

Mas, diferente dos Beatles, McCartney completará a marca de 37 shows realizados no Brasil ao final da turnê Got Back. O próprio cantor já declarou seu amor pelo país em diversas apresentações e entrevistas. Ele sempre faz questão de relembrar com carinho a sua primeira apresentação por aqui em 1990, também no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, alcançando a marca de 184 mil ingressos vendidos, o que fez a ocasião entrar para o Guiness Books of Records como o maior público pagante para ver um único artista na história.

 

Colecionando sucessos

´l

Foto: Divulgação

Com uma carreira consolidada ao redor do mundo, Paul não cansa de se reinventar, mas ao mesmo tempo consegue manter sua característica própria que, consequentemente, lembra muito o estilo de música dos Beatles. No decorrer dos anos, diversos hits de sucesso tomaram conta das paradas musicais pelo mundo, como Maybe I’m Amazed e Band on the Run, que inclusive foi lançada pela sua banda Wings — formada pelo ex-Beatle, o baterista Denny Seweill, o guitarrista Denny Laine e sua esposa Linda McCartney, em 1971.

 

McCartney não cansa de demonstrar seu amor pelo Brasil

p

Foto: Divulgação

A conexão do cantor com o Brasil só vem se reforçando durante sua passagem pelo país. Assim que pousou em solo brasileiro, no início de dezembro, o britânico anunciou, em cima da hora, uma apresentação intimista em Brasília, em um local chamado Clube do Choro, fundado em 1977 e considerado uma referência da música na cidade. A apresentação foi para 400 pessoas sortudas que tiveram a oportunidade de apreciar o cantor após a liberação de um link para quem já tinha entradas para o show oficial no estádio Mané Garrincha, também em Brasília.

A cultura de show intimistas já faz parte da carreira musical de Paul, assim como os Beatles se apresentavam no Cavern Club, em Liverpool, sua cidade natal e fizeram uma apresentação de última hora no telhado da gravadora Apple, em 1969. Já em 2016, o cantor realizou um pocket show para 300 pessoas na Califórnia, no Pappy & Harriet’s. Para não perder o costume, em 2018, o britânico fez outro pocket show, mas dessa vez para os clientes do pub Philharmonic Dining Rooms, em Liverpool, na Inglaterra.

Além da transmissão no Disney+, os assinantes também poderão assistir o último show da Got Back Tour através do Star+, no mesmo dia e horário.

Para assinar o Disney+, acesse www.disneyplus.com

 

 

Por BCBIZ

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *