Silviano Santiago receberá Prêmio Camões 2022 nesta terça (14), na Biblioteca Nacional

Entrega do principal prêmio literário da língua portuguesa contará com as presenças da ministra da Cultura, Margareth Menezes, e do embaixador de Portugal, Luís Faro Ramos

 

Foto: Cláudio Nadalin

O escritor mineiro Silviano Santiago receberá o Prêmio Camões 2022 nesta terça-feira (14/11), em solenidade no Auditório Machado de Assis, na sede da Biblioteca Nacional – um órgão vinculado ao Ministério da Cultura – no Centro do Rio de Janeiro. A solenidade, marcada para as 11h, contará com as presenças do presidente da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Marco Lucchesi; da ministra da Cultura, Margareth Menezes; e do embaixador português no Brasil, Luís Faro Ramos, representando o ministro da Cultura de Portugal, Pedro Adão e Silva. O evento será fechado para convidados, com transmissão ao vivo pelo YouTube (@FundacaoBibliotecaNacional).

 

Confira a justificativa do júri do Prêmio Camões 2022: “Silviano Santiago, além de escritor com uma obra literária com vários prêmios nacionais e internacionais (Jabuti, Oceanos, etc.), é um pensador capaz de uma intervenção cívica e cultural de grande relevância, com um contributo notável para a projeção da língua portuguesa como língua do pensamento crítico, no Brasil e fora dele (nos países ibero-americanos, nos Estados Unidos e na Europa)”.

 

Silviano Santiago

Nascido na cidade de Formiga (MG), em 29 de setembro de 1936, Silviano Santiago é ensaísta, poeta, contistas, romancista e professor. Considerado um dos maiores escritores brasileiros da atualidade, é autor de cerca de 30 obras – entre as quais, os livros “Em liberdade” (1981), “Uma história de família” (1993) e “Keith Jarret no Blue Note” (1996). Sua produção já foi traduzida para o inglês, espanhol, italiano e francês. Entre as premiações já recebidas pelo autor, constam: Prêmio Jabuti (1982, 1993 e 2017); Prêmio ABL de Ficção, Romance, Teatro e Conto (2009); Prêmio Machado de Assis (2013); Prêmio Iberoamericano de Letras José Donoso (2014) e Prêmio Oceanos (2015).

 

Sobre o Prêmio

O Prêmio Camões de Literatura foi instituído em 1988 com o objetivo de consagrar um autor de língua portuguesa que, pelo conjunto de sua obra, tenha contribuído para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural de nossa língua comum. A Menção Internacional foi criada pelo Protocolo Adicional ao Acordo Cultural entre os governos português e brasileiro, representados, respectivamente, pela Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas/Secretaria de Estado da Cultura (Portugal), e pela Fundação Biblioteca Nacional/Ministério da Cultura (Brasil).

Considerado o mais importante prêmio da língua portuguesa, o Camões contempla anualmente autores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste. A comissão julgadora é composta por representantes do Brasil, de Portugal e de países africanos de língua oficial portuguesa.

O autor premiado, além de ter o conjunto de sua obra reconhecida, recebe uma láurea no valor de 100 000€. Metade deste valor é subsidiado pela Fundação Biblioteca Nacional.

Serviço: Entrega do Prêmio Camões 2022

Data: 14/11/23 (terça-feira)

Hora: 11h

Local: Auditório Machado de Assis, Biblioteca Nacional

Endereço: Rua México, s/nº – Cinelândia, Rio de Janeiro

Transmissão: https://www.youtube.com/@FundacaoBibliotecaNacional

 

 

Por Comunicação Biblioteca Nacional

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *