‘Arte da Diplomacia’: longa-metragem de Zeca Brito ganha première nacional do Festival do Rio

Longa do diretor gaúcho detalha episódio da diplomacia brasileira que envolveu artistas modernistas contra o nazifascismo em 1944.

 

Foto: Divulgação Anti Filmes

Arte da Diplomacia“, nono longa-metragem de Zeca Brito, terá sua première nacional no 25° Festival do Rio. O filme passa nos dias 9, às 19h, 13, às 16h20min (sessão para convidados), e 15 de outubro, às 14h, dentro da mostra Itinerários Únicos. Durante a Segunda Guerra Mundial, o Brasil enviou de navio mais de 160 pinturas doadas por 70 artistas modernistas para serem exibidas e leiloadas no Reino Unido. O documentário investiga este gesto de diplomacia cultural que uniu territórios e definiu o papel do país na luta contra o nazifascismo.

Na Londres de 1944, em meio aos bombardeios da guerra, a Arte Moderna brasileira era apresentada ao mundo pela primeira vez. “Tem uma certa provocação ali de mandar para os inimigos da Alemanha justamente o tipo de arte que o próprio Hitler mais detesta”, avalia a pesquisadora Clara Marques, em uma das falas do filme. “Arte da Diplomacia” retrata os meandros deste ato de resistência, que ficou esquecido por décadas, enquanto procura novos significados para a arte moderna brasileira do período.

d

“O filme investiga o modernismo brasileiro em seu primeiro levante de internacionalização”, avalia Zeca Brito. Antes do Festival do Rio, o longa terá sua primeira exibição mundial na Argentina, no 11º FIDBA – Festival Internacional de Cine Documental de Buenos Aires no dia 7 deste mês, sábado. “Um fascinante episódio em que os artistas e suas obras influenciaram na composição geopolítica, e posicionaram simbolicamente o país na Segunda Guerra Mundial – arte como soft power no combate ao nazifascismo”, conclui.

d

Partindo da investigação do diplomata Hayle Melim Gadelha, o documentário traz relatos de diferentes críticos e historiadores da arte com gravações em Londres e Rio de Janeiro. Com diferentes versões e perspectivas, participam a crítica de arte brasileira Aracy Amaral e a inglesa Dawn Adès, as historiadoras Glaucea Britto e Anita Leocadia Benário Prestes, além de familiares dos artistas que participaram da exposição em Londres, como a pesquisadora Lisbeth Rebollo e o pintor Luiz Aquila.

“Arte da Diplomacia” é uma produção da Anti Filmes, em coprodução com Boulevard Filmes e Donna Features. Assinam a produção: Celina Torrealba, Frederico Ruas, Letícia Friedrich, Sergio Carpi e Zeca Brito.

d

s

‘Arte da Diplomacia’ no 25° Festival do Rio

Mostra Itinerários Únicos

09/10 (segunda), 19h, na Estação NET Rio 4;

13/10 (sexta), 16h20min (sessão para convidados) – Estação NET Gávea 2;

15/10 (domingo), 14h – Estação NET Rio 3.

Ingressos: https://www.festivaldorio.com.br/br/filmes/arte-da-diplomacia 

s

Créditos:

Roteiro: Frederico Ruas, Denise Silveira, Jardel Machado Hermes e Zeca Brito 

Produção: Celina Torrealba, Frederico Ruas, Letícia Friedrich, Sergio Carpi e Zeca Brito

Coprodução: Boulevard Filmes e Donna Features

Produção executiva: Letícia Friedrich

Direção de Fotografia: Bruno Polidoro

Montagem: Frederico Ruas e Jardel Machado Hermes

Direção de Arte: Leo Lage

Direção de Som: Tiago Bello

Direção Musical: Rita Zart

Pesquisa: Hayle Melim Gadelha e Clara Marques

s

Sobre Zeca Brito

Zeca Brito é cineasta, atuando como diretor, produtor e roteirista. Mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), graduado em Realização Audiovisual pela Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos) e em Poéticas Visuais pela UFRGS. Foi diretor do Instituto Estadual de Cinema do Rio Grande do Sul (2019- 2023). Dirigiu e roteirizou curtas e longas-metragens exibidos e premiados no Brasil e no exterior; “O Guri” (2011), “Glauco do Brasil” (2015), “Em 97 Era Assim” (2017), “A Vida Extra-Ordinaria de Tarso de Castro” (2018), “Grupo de Bagé” (2018), “Legalidade” (2019), “Trinta Povos” (2020) e “Hamlet” (2022).

s

Filmografia:

  • Um Breve Assalto (2009, 12’)

  • Aos Pés (2009, 18’)

  • O Sabiá (2011, 15’)

  • O Guri (2011, 94’)

  • Glauco do Brasil (2015, 90’)

  • Em 97 Era Assim (2017, 94’)

  • A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro (2018, 90’)

  • Grupo de Bagé (2018, 75’)

  • Legalidade (2019, 122’)

  • Trinta Povos (2020, 78’)

  • Hamlet (2022, 87′)

a

Sobre Anti Filmes

A Anti Filmes é uma empresa gaúcha dedicada à produção e difusão do audiovisual brasileiro, com filmes e séries de documentário e ficção premiados no Brasil e no exterior. Dentre as produções realizadas, destacam-se filmes de Zeca Brito, como “Glauco do Brasil”, “A Vida Extra-ordinária de Tarso de Castro”, “Grupo de Bagé”, “Trinta Povos”, “Hamlet” e obras criadas pelo cineasta Frederico Ruas, como o longa-metragem “TERRAQUEOS – Vestígios de uma Era Digital”,  e a série “A Benção”.

a

Sobre Boulevard Filmes

Boulevard produziu curtas, longas e telefilmes. Dentre eles, se destacam os longas de ficção “Amor, Plástico e Barulho” (Indie Lisboa 2015, Festival de BrasíIia 2014, Mostra SP 2014), “Açúcar” (IFFR- Festival Internacional de Cinema de Rotterdam 2018, Festival do Rio, Mostra SP) e os documentários “Libelu – Abaixo a Ditadura”, de Diógenes Muniz (Melhor Filme Festival É Tudo Verdade 2020)e “A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro”, de Leo Garcia e Zeca Brito (Festival do Rio e Mostra SP 2017).

a

Sobre Donna Features

Donna Features nasceu com projetos em busca do feminino em suas dimensões poética, política e resiliente, como nos documentários “The Breeding Shed” (2022) e “O Tempo das Chuvas” e “Voto de Esperança” (em pós-produção). Fundada pela documentarista Celina Torrealba e o produtor Sergio Carpi, a empresa é produtora associada de longas internacionais, entre eles “Wasp Network – Prisioneiros da Guerra Fria” (2019) de Olivier Assayas, e “O Farol” (2018) de Robert Eggers, em coprodução com a A24. Também é realizadora de  “Dama da Floresta” em produção.

a

a

Por Divulgação Isidoro B. Guggiana

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *