Alok homenageia MC Marcinho em Copacabana e “bota pra tocar Glamurosa”

“Eu não poderia deixar de homenagear hoje um cara, que foi uma lenda para o funk. Um cara que se foi, hoje, mas deixa o seu legado, através da sua arte, o Mc Marcinho”, e em seguida colocou Glamurosa para tocar.

 

Alok
Foto: Reginaldo Teixeira/ RT Fotografia

Na noite deste sábado (26), chuvoso, Alok agitou Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Em uma noite especial, o DJ, que transformou a praia mais famosa do RJ numa imensa pista de música eletrônica e samba, homenageou o “Príncipe do Funk”, Mc Marcinho, que faleceu na manhã deste sábado (26). Os cariocas, anônimos e famosos como  Jorge Ben Jor, Zeeba, Angélica e Luciano Huck, Claudio Castro e família, Thaís Fersoza e Michel Teló, Sérgio Malheiros e Sophia Abraão, João Figueiredo e Sasha Meneghel, Lúcio Mauro Filho e Cintia Oliveira, Sérgio Mallandro, Marcos Mion, Romana Novais, Tadeu Schmidt, Marcos Pitombo, Marvvila, Maisa, Malvino Salvador, Marcos Mion, Douglas Silva, Jesus Luz, Marcos Pitombo, entre outros, lotaram as areias do bairro de Copa, para assistir o evento gratuito, criado pela SRCOM, e batizado de “show do século”, que fez parte das comemorações do aniversário de 100 anos do Hotel Copacabana Palace.

 

Foto: Multishow

O DJ, nascido em Goiânia, que se apresentou em cima de um palco giratório com abertura de 360°, em formato de pirâmide, com quase 30 metros de altura, além de muita iluminação, que contou com painéis de LED que interagiam com lasers e luzes, homenageou MC Marcinho, que começou sua carreira quando cantou em um festival de rap, na Baixada Fluminense, mostrou todo seu talento e virou referência nacional do estilo funk melody, com imagens do funkeiro num telão e ainda colocou o hit “Glamurosa”, sucesso que marcou os anos 90 e 2000, para tocar. Um momento nostálgico e com muita animação. 

 

 

Alok
Foto: Reginaldo Teixeira/ RT Fotografia

O show de Alok, artista brasileiro mais tocado no mundo, que também comemorou seu aniversário de 32 anos, numa fusão inédita: música eletrônica e samba, com direção musical de Pretinho da Serrinha e direção geral de Abel Gomes (VP de criação da SRCOM), e com 108 ritmistas e 12 mestres de bateria das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, terminou por volta das 22h30, mas segundo fontes houve muitos furtos, arrastões e violência. 

O  velório do funkeiro Mc Marcinho será neste domingo (27), no Crematório e Cemitério da Penitência, na zona portuária do Rio de Janeiro, será das 10h às 13h, e após, familiares e amigos vão se despedir do cantor numa cerimônia reservada, e às 14h o corpo será encaminhado para cremação.

 

 

Confira as fotos:

 

 

 

Fontes:

Show do Alok em Copacabana é marcado por ondas de roubos; vídeos mostram ação de assaltantes – 27/08/2023 – UOL Splash

DJ Alok faz ‘Show do Século’ com grande público em Copacabana | Rio de Janeiro | O Dia (ig.com.br)

 Vídeos: show de Alok no Rio é marcado por tumulto, roubos e arrastão | Metrópoles (metropoles.com) 

Alok homenageia MC Marcinho em show para multidão em Copacabana (cnnbrasil.com.br)

Alok homenageia MC Marcinho durante show em Copacabana | TV & Famosos | gshow (globo.com)

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *