Flavia Magnani estreia a nova temporada de ‘Reis’, na Record

Foto: Divulgação

A atriz carioca  luso-ítalo-brasileira Flavia Magnani, que estreou com a personagem Eglá, uma das esposas do Rei Davi (Petrônio Gontijo), na 8ª temporada de “Reis”, na TV Record, que começou na segunda-feira (dia 17), é formada pela CAL/RJ e com extensão em Performing Arts pela University of West London/UK. A artista que recebeu dois prêmios de melhor atriz em dois curtas,  fez os espetáculos “The Will of the Wisp” e “Hamlet”, na Inglaterra, sendo aclamada pela sua atuação como “Ofélia”. Seu último espetáculo foi a peça “Isaura Garcia – O Musical”. 

 

Os desafios de interpretar Eglá:

O maior desafio para a atriz Flavia Magnani foi interpretar a própria Eglá, esposa do rei Davi (Petrônio Gontijo), que é uma das personalidades centrais do povo judeu, cristão e reconhecido também pelo povo árabe. Um dos homens mais famosos de toda a história da humanidade. Todos falam que Davi pecou, mas com a mesma intensidade que pecava, ele se arrependia. Ele não fazia, como muitos de nós, somente uma oração simples, “me perdoa Senhor”, mas se ajoelhava com o rosto no chão ou na terra, chorando aos prantos, pedindo perdão a Deus. A atriz acredita que podemos aprender muito com o rei Davi.

 

“Um rei que se humilhava na presença do Rei Jesus com muito temor e respeito. E, isso é mostrado lindamente na série. Davi foi perdoado, porque Deus não nega perdão a um coração arrependido. E quando Deus perdoa, Ele esquece. Deus não anulou a sua aliança com Davi, confirmando o Rei Jesus na sua descendência. Sim! Jesus procede de Davi. É muita honra!”, comenta.

 

Petrônio Gontijo e Flavia Mignani
Foto: Divulgação

Eglá é uma personagem histórica, mas que não tem muita informação sobre ela na Bíblia. Uma personagem de grande magnitude, que eu tive que buscar informações. “Orei muito a Deus pedindo uma direção: “O Senhor a conhece, me ajuda”. Conversei com teólogos para assim, ir construindo essa personalidade bíblica, usando também as informações sobre ela que está no roteiro, da licença poética que há nele e da minha criatividade”, conta Flavia.

Mas o rei Davi colheu as consequências de suas decisões erradas e todas as suas esposas colheram com ele, porque a “semeadura” é opcional, mas a “colheita” é certa, e mesmo assim, Deus usou de muita misericórdia para com Davi e Ele usa também para conosco.

 

“Nós é que fazemos escolhas erradas e colhemos a consequência das nossas escolhas. Por isso, a 8ª temporada é chamada “A Consequência”. Se sua vida não está muito boa, peça a Deus para te mostrar onde você errou, peça perdão a Ele e Deus irá te perdoar”, diz.

 

Preparação para viver o personagem:

Foto: Divulgação

Flavia fez aulas de dança com Daniela Cavanellas e de canto Adiel Ferr. Como não canta, foi um grande desafio para ela. Foi, na verdade, a parte mais difícil. Ela fica treinando em casa o que tem que cantar e mesmo assim quando chega na aula, sai diferente do que treinou.

 

“No chuveiro é tão mais fácil. O meu tom de voz é para dentro mesmo, por isso faço aula de fono e exercícios todos os dias. Então, poder botar essa voz para fora e alto está sendo bastante desafiador para mim”, comenta.

 

Já a aula de dança foi bem mais fácil. “Amo dançar! Sempre sonhei em dançar como os israelitas, em rodas de homens e de mulheres. Eles sempre parecem estar se divertindo tanto! Então, quando dançamos, tentamos passar essa alegria”, diz.

Ela teve como preparadora a Rosana Garcia, que a ajudou muito, pois estava afastada da TV há bastante tempo. Flavia comenta que os diretores são maravilhosos, dirigem os atores em cena, o que não é muito comum na TV. É tudo feito com muita harmonia, todos trabalhando em conjunto e de uma forma muito amorosa. Ela ainda comenta que está sendo um presente de Deus fazer a Eglá e trabalhar com toda essa equipe e elenco.

 

Sonhos para o futuro:

Foto: Divulgação

Flavia acredita que a Eglá veio para inaugurar um novo ciclo, de muitos outros trabalhos que virão.

 

“Eu e o meu noivo Alessandro Faleiro vamos nos casar em uma cerimônia simples, e morar em uma casa bem aconchegante, cheia de amor e paz. E, acima de tudo, cumprir os planos e propósitos que Deus tem para mim, levando a lealdade, a amizade e o amor de Deus para as pessoas”, finaliza.

 

 

 

Por Aline Pontes Divulgação

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *