Dia dos Namorados: conheça as linguagens do amor

Ana Flavia da Costa Parenti, coordenadora da clínica-escola do curso de psicologia da UNICID, explica que há cinco maneiras de experimentar e expressar o sentimento: palavras de afirmação, tempo de qualidade, toque físico, atos de serviço e presentes

 

Imagem de Stefan Schweihofer por Pixabay

12 de junho representa uma data muito aguardada pelos românticos e apaixonados. É o momento em que o amor e a paixão invadem o coração de todos aqueles que estão em um relacionamento amoroso, afinal, é comemorado o Dia dos Namorados. 

Segundo Ana Flavia da Costa Parenti, coordenadora da clínica-escola do curso de psicologia da UNICID, instituição pertencente ao Grupo Cruzeiro do Sul Educacional, as cinco linguagens representam as formas pelas quais as pessoas expressam e recebem amor de maneiras diferentes, sendo elas: palavras de afirmação, tempo de qualidade, toque físico, atos de serviço e presentes.  

 

“Cada um possui uma linguagem do amor principal (ou até duas), que simboliza a demonstração de afeto, mas ela não é a única, e sim a preponderante. Ao utilizar sua linguagem do amor, a pessoa possui maior facilidade em se expressar emocionalmente e, ao recebê-la, se sente mais amada.”  

 

Afinal, quais são, como identificar e trabalhar estas 05 linguagens do amor? 

1. Palavras de afirmação. 

As palavras de afirmação estão diretamente relacionadas ao uso de discursos e frases que expressem o amor, como elogios, apoio moral, reconhecimento e encorajamento. Este simples ato possui um poder muito grande, pois estas afirmações e declarações manifestam externamente o sentimento. Alguns exemplos são: “você é incrível”, “eu te amo”, “obrigada por tudo”, “estou orgulhoso de você”, ou qualquer outra expressão que demonstre afeto, admiração, respeito, gratidão e amor.  

2. Tempo de qualidade. 

O tempo de qualidade está relacionado à dedicação de atenção ao parceiro. Envolve estar presente emocionalmente e fisicamente, compartilhar momentos importantes, ouvir atentamente o outro e realizar atividades em conjunto. Alguns exemplos são: preparar uma refeição juntos, planejar uma viagem, assistir a filmes e séries, ter uma conversa significativa, ir ao shopping passear, fazer compras etc.  

3. Presentes. 

Os presentes envolvem tanto o valor financeiro do regalo, como o valor afetivo e a intenção do ato. De todas as linguagens, esta é a mais palpável e tangível. Ou seja, desta forma, pode ser a mais fácil de ser identificada, mas não é por isso que a torna mais comum que as demais formas de expressão.  

4. Atos de serviço. 

Os atos de serviço se referem à realização de ações práticas visando o bem-estar, prazer e agrado do outro. Além disso, envolve beneficiar o parceiro com tarefas do dia a dia como fazer uma comida especial, preparar o café, arrumar a casa, auxiliar com problemas de ordem pessoal etc.  

5. Toque físico. 

O toque físico se relaciona ao contato corporal do casal, como abraços, beijos, carinho e relações sexuais. Esta linguagem do amor aumenta a sensação de bem-estar emocional e ainda fortalece o vínculo, intimidade e conexão entre os parceiros.  

Ana explica que pode ser difícil, em um primeiro momento, identificar sua própria linguagem do amor e a de seu companheiro, pois tendemos sempre a valorizar aquela que mais nos representa. Porém, nem sempre a nossa linguagem é a mesma do parceiro. Dessa maneira, é importante entender que cada pessoa possui sua própria maneira de manifestar afeto e tentar identificar e valorizar a linguagem do outro.  

 

“Ao conseguirmos reconhecer a nossa própria linguagem e a do outro, torna-se mais fácil a comunicação e o entendimento, porém, apenas reconhecê-las não é garantia de bons relacionamentos. Um bom diálogo e o respeito ainda são a base sólida para uma convivência saudável e boa para ambas as partes. É preciso sempre estar em sintonia sobre as expectativas de cada um e, para isso, a comunicação é a chave”, complementa a especialista.  

 

 

Por fim, Ana Flavia da Costa Parenti, docente do curso de psicologia da UNICID, aconselha os amantes que ensejam um futuro promissor com seu companheiro: “as linguagens do amor servem como um guia para facilitar a comunicação entre o casal, mas um relacionamento saudável envolve respeito, amizade, lealdade, admiração, companheirismo, apoio emocional, amadurecimento constante e muito diálogo!”  

 

Sobre a Unicid – Fundada em 1972, a Universidade Cidade de São Paulo – Unicid é referência na formação de profissionais da área da saúde, com cursos tradicionais e pioneiros na região como Fisioterapia, Odontologia, Enfermagem e Medicina. Além disso, reúne cursos respeitados em diversas áreas do conhecimento, com alunos na graduação, pós-graduação lato e stricto sensu, presenciais e a distância, cursos de extensão e programas de parcerias no Brasil e no exterior. Pertence ao grupo Cruzeiro do Sul Educacional, um dos mais representativos do País, que reúne instituições academicamente relevantes e marcas reconhecidas em seus respectivos mercados. Visite:www.unicid.edu.br  e conheça o Nosso Jeito de Ensinar. 

 

 

Por XCOM Agência de Comunicação Unicid

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *