Estrela de “Princesa Adormecida”, Pietra Quintela filma com Maisa Silva

Atrizes se encontraram nos bastidores do longa, no Rio de Janeiro

 

Foto – Laura Campanella

Levar uma personagem de livro para o cinema nem sempre é uma tarefa fácil, mas Pietra Quintela tem tirado essa missão de letra! Protagonista de “Princesa Adormecida”, a atriz tem vivido experiências incríveis no Rio de Janeiro durante as gravações do longa. “É impossível não se apaixonar por esse lugar”, entrega ela, que celebra a volta aos cinemas após anos dedicando-se às novelas. Na história, ela interpreta Rosa, uma típica adolescente que sonha com liberdade e independência enquanto seus três tios, que a criaram como uma filha, a superprotegem a todo custo e não a deixam fazer nada. Mas, aos 15 anos, Rosa descobre que é uma princesa de um país distante, e que sua vida pode estar em perigo.

 

“A vida dela vai dar uma mexida! Vamos ter romance, muitas coisas loucas e uma grande descoberta”, adianta a atriz.

Entre as vivências mais marcantes dos últimos dias, o destaque está para o encontro com Maisa Silva, que fará uma participação para lá de especial no longa interpretando a DJ Cinderela.

 

“A gente já se conhecia, mas nunca tínhamos contracenado juntas. Sempre soube que ela era uma pessoa incrível e foi muito bom trabalhar com ela e ver que é realmente tudo isso: uma menina doce, simples, e com uma energia muito boa”, descreve Pietra.

“Foi maravilhoso rodar esse filme com a Pietra. Já tinha conhecimento do talento dela, mas através do convívio pude, de fato, perceber seu profissionalismo e comprometimento. Ela se diverte atuando e domina o set. Fiquei muito feliz e surpresa por encontra-la assim com tanta maturidade sem perder o jeitinho de menina. Amei a experiência de conhecer mais uma princesa da Paula Pimenta e poder viver isso com ela”, detalha Maísa.

 

Foto – Laura Campanella

Com direção de Cláudio Boeckel e produção da Panorâmica Filmes, principal produtora de filmes infanto-juvenis do Brasil, a história de Rosa faz parte da série de livros “Princesas Modernas” criada pela escritora mineira Paula Pimenta. Inclusive, o primeiro longa da franquia, intitulado “Cinderela Pop”, foi protagonizado por Maisa.

 

“Começamos nossa carreira com a mesma idade e conversamos sobre como foi crescer fazendo novela, sobre os amigos que temos em comum e sobre o filme, em geral… Já era e continuo sendo fã! Queria que todo mundo tivesse o prazer de conhecer a Maisa”, detalha Pietra.

 

Ainda sem previsão de estreia, o filme ainda traz no elenco nomes como Patrícia França, Juliana Knust, Livia Silva, Aramis Trindade, Claudio Mendes, René Stern, Guilherme Cabral e Ju Colombo, entre outros. A coprodução fica por conta da Warner Bros Discovery e a distribuição pela Manequim Filmes, novo selo da Vitrine Filmes para a distribuição de filmes comerciais com um perfil de público mais amplo.

 

Sobre a produtora Panorâmica:

Fundada em 2003, a Panorâmica é a principal produtora de filmes infanto-juvenis do Brasil, com vasta experiência em adaptações literárias. Criou e produziu mais de 60 séries de diferentes formatos e 10 longas-metragens, como Um Ano Inesquecível (Em lançamento no Amazon Prime Video), Confissões de uma Garota (Netflix), Tudo Por Um Pop Star, Gaby Estrella, Cinderela Pop, Aventuras de Poliana – O Filme (SBT/Warner). Desenvolve e produz conteúdos originais para os principais streamings do mercado como Netflix, Amazon, Globoplay, HBO Max, e para o cinema com Disney, Downtown, Warner, Galeria, Vitrine, Elo Company, entre outros

 

 

Sobre a distribuidora Manequim Filmes:

A Manequim é o novo selo da Vitrine Filmes para a distribuição de filmes comerciais com um perfil de público mais amplo. O line-up conta com os lançamentos de “Nosso Sonho”, cinebiografia de Claudinho e Buchecha; “O Meu Sangue Ferve por Você”, cinebiografia de Sidney Magal; “Princesa Adormecida”, baseado na obra de Paula Pimenta; e muito mais. A Vitrine Filmes, em dez anos de atuação, já distribuiu mais de 200 filmes e alcançou mais de 4 milhões de espectadores. Entre seus maiores sucessos estão ‘O Som ao Redor’, ‘Aquarius’; e ‘Bacurau’ de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Outros destaques são ‘A Vida Invisível’, de Karim Aïnouz, representante brasileiro do Oscar 2020, ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho’, de Daniel Ribeiro, e ‘O Filme da Minha Vida’, de Selton Mello. Entre os documentários, a distribuidora lançou ‘Divinas Divas’, dirigido por Leandra Leal e ‘O Processo’, de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional. Além do cinema nacional, a Vitrine Filmes vem expandindo o seu catálogo internacional ao longo dos anos, tendo sido responsável pelo lançamento dos sucessos “O Farol”, de Robert Eggers, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia; “Você Não Estava Aqui”, dirigido por Ken Loach, e premiado com o Oscar de Melhor Filme Internacional 2021: ‘DRUK – Mais uma rodada’, de Thomas Vinterberg.

 

 

 

Por Atômica/ RVN Assessoria

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *