Dia Internacional da Felicidade: confira 5 dicas para conquistar a felicidade real

Maior especialista em autoconhecimento e inteligência emocional do país, Heloísa Capelas, explica como alcançar esse sentimento de forma duradoura

 

Imagem de Daniel Reche por Pixabay

Comemorado em 20 de março, o Dia Internacional da Felicidade foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2012, com o intuito de estimular políticas públicas a favor desse sentimento, em âmbito mundial. E para fazer valer o significado dessa data, uma das melhores maneiras é refletir sobre esse estado de espírito, sua presença em nossas vidas e como podemos conquistá-lo de maneira efetiva e duradoura. Afinal, existe uma receita mágica? Como algumas pessoas podem parecer tão felizes frequentemente? De fato, o que é ser feliz? De acordo com Heloísa Capelas – uma das maiores especialistas em autoconhecimento e inteligência emocional do país, palestrante e autora dos best-sellers: Inovação Emocional, O Mapa da Felicidade, e Perdão, a revolução que falta -, diferente do que muitas pessoas pensam, a real felicidade não pode ser encontrada externamente.

 

“Muitos atrelam a felicidade ao conceito de ‘se’ ou ‘quando’, o que acaba sendo um erro e nos coloca em uma busca infinita de um sentimento que pode nunca chegar. Ao pensar que será feliz quando, por exemplo, terminar a faculdade, conseguir comprar o carro ou a casa dos sonhos, se conseguir chegar ao peso ideal, se determinada pessoa se apaixonar por você, estará longe do caminho para a real felicidade. A cada conquista externa, determina-se uma nova meta e a felicidade nunca vem, efetivamente”, explica.

 

Levando em conta o autoconhecimento como o melhor caminho para alcançar a felicidade real, a especialista reuniu cinco dicas, que podem ser trabalhadas diariamente para que esse sentimento seja, definitivamente, parte de sua essência, a partir de uma nova maneira de considerar os fatos e acontecimentos do dia a dia, diante de quem realmente somos, nossas fortalezas, necessidades, dificuldades e pontos a serem melhorados.

 

1 – Acesse o lado de dentro

Se pensarmos que a felicidade é um sentimento que vem de dentro, já temos o primeiro passo para acessá-la. E para fazer este mergulho interior, o autoconhecimento pode ser o melhor companheiro de jornada. Entender quem somos, tudo o que estamos fazendo por nós mesmos, nossas conquistas e muito mais, fazem parte de um exercício de contínuo aprendizado, capaz de desbloquear pontos que nos impedem de viver a felicidade.

2 – Viva o momento presente

Viver o presente, como o próprio nome já diz, é o melhor que podemos fazer por nós mesmos. Afinal, se não podemos mudar o que já foi e não temos como controlar o amanhã, viver no passado ou no futuro pode despertar grandes gatilhos de depressão e ansiedade, sentimentos que vão contra a felicidade real. Já que o mundo é impermanente e a vida não nos dá garantias, existe apenas um momento para sermos felizes: agora.

3 – Perdoe, sempre que puder

Nessa jornada de autoconhecimento, não é possível viver o bem-estar consigo se você ficar remoendo mágoas, seja na autocrítica, ou o tempo todo apontando o dedo e a culpa para o outro, para o sistema, a cultura… e ficar preso a essas negatividades só traz sofrimentos, dúvidas sobre si mesmo, sobre seu valor e revolta frente às injustiças do mundo. Como é possível ser feliz desta maneira? Portanto, é preciso se libertar dos maus sentimentos, perdoando a si mesmo e aos outros. Trata-se de uma escolha que nos permite ter uma vida mais leve, feliz e satisfeita, mesmo com tudo que nos aconteceu e, principalmente, encontramos uma paz interior duradoura e indescritível.

4 – Inove emocionalmente

Podemos inovar emocionalmente sempre, todos os dias. Na verdade, esse é um processo que tem começo, mas não necessariamente tem um fim. Diariamente, como em um exercício contínuo, podemos observar e tentar compreender nossas ações, sentimentos, e sim, fazer diferente, inovar! Agir em piloto automático pode nos levar a atitudes que sabotam nossa plenitude, sucesso, bem-estar e, consequentemente, nossa felicidade. Podemos seguir atentos e sempre fazer diferente e melhor.

5 – Escolha ser feliz

Acredite ou não, a felicidade é uma decisão desde o momento em que abrimos os olhos pela manhã. Você pode escolher ser positivo, olhar para as circunstâncias sabendo que fácil ou difícil, você terá que superá-las. Os problemas estão aí, mas como posso resolvê-los da melhor maneira possível? No que tange minha responsabilidade, o que posso fazer a respeito? Isso não tem nada a ver com brincar de ser contente, mas sim, encarar a vida com otimismo, sabendo que tudo vai passar. Sempre passa. Quando você trabalha a favor da positividade, reconhece sim os problemas, mas passa a encontrar meios para seguir e se sustentar, isso sim é felicidade. Viver este momento dentro de você, inovando sobre quem se é, construindo diariamente a sua jornada, acessando e reconhecendo o seu melhor, esta será a sua felicidade real.

 

Foto: Divulgação

Sobre Heloísa Capelas

Heloísa Capelas é reconhecida como uma das mais brilhantes especialistas em Autoconhecimento e Inteligência Emocional do país. Autora best-seller, palestrante e empresária, é mentora de líderes e ministra treinamentos para profissionais que buscam evolução na vida e carreira. É criadora do Universo do Autoconhecimento, plataforma de cursos on-line, e considerada uma das maiores autoridades para aplicação do Processo Hoffman no mundo. CEO do Centro Hoffman, sua mais recente obra é “Inovação Emocional”, seguida de “Perdão, a Revolução que falta” e “O Mapa da Felicidade”.

 

Para mais informações: www.heloisacapelas.com.br

 

 

 

Fonte: atitudecom.com.br

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *