YOHAN anuncia álbum “Arrasany 3.0” e coleção de NFTs inspirada na Amazônia

Em parceria com Dan Murata, “Arrasany” – que encerra o álbum – chega a todos aplicativos de música nesta quinta-feira, 16 de março. Em abril, o álbum se transforma em NFTs que serão vendidos para ajudar na preservação da Amazônia

 

Foto: Divulgação

YOHAN (Yohan Tanaka) completa nesta semana um álbum que já é sucesso. “Arrasany 3.0chega a todos aplicativos de música nesta quinta-feira, 16  de março, após o sucesso dos singles “Mais uma Vez”, parceria com Piettro (finalista do Canta Comigo), “Mais uma Noite (Sem Fim)” e a empolgante “Brilha como Ouro” com ninguém menos que a rainha do rebolado: Gretchen. O álbum apresenta seis canções, incluindo a faixa título inédita “Arrasany” em parceria com Dan Murata. 

Composta pelo próprio YOHAN e produzida por Sanvtto – que já trabalhou com Linn da Quebrada, Jup do Bairro, Cyberkills, entre outros – , a canção que dá nome ao projeto é um Pop Funk com influências do Ballroom, ritmo perfeito para se jogar na pista.

 

“Eu compus a faixa título ‘Arrasany’ logo após voltar ao Brasil em 2016. Naquele momento de transição, recém chegado e estrangeiro na minha própria terra, o medo do novo, do inesperado, do desconhecido quase me fizeram desistir da música e da arte. Passei por muito perrengue, mas a vontade de vencer o jogo falou mais alto e eu entendi que na verdade eu sempre arrasei, eu arraso e vou sempre arrasar!”, afirma o artista. 

 

Assim como os demais lançamentos, a faixa chega com um clipe animado, desenvolvido por Matheus Xavier e dirigido por YOHAN.

 

“Tem uma mensagem voltada ao conceito do álbum que fala sobre os problemas enfrentados na Amazônia como queimadas, desmatamento e garimpo ilegal”,  explica.

 

Sobre o álbum, que chega ainda com mais cinco singles já lançados, YOHAN afirma que é uma extensão de seu primeiro projeto lançado em português “Arrasany”, de 2020. Desde o início quis criar um disco que representasse a sua volta ao Brasil. Foi atrás da sua diversidade artística, dos inúmeros ritmos regionais e da estética tropical.

 

“Eu misturei toda essa riqueza cultural junto com a minha personalidade pop, minhas referências mundanas e toda minha bagagem na arte. Assim nasceu o álbum ‘Arrasany’. ‘Arrasany 3.0’ é o irmão gêmeo que demorou pra nascer! “3.0” além de significar a entrada de uma nova década pra mim como Yohan Tanaka, também define a identidade visual do projeto: vivemos na “web 2.0”, porém com a pandemia e o avanço abrupto da internet e da era digital, começamos a ser apresentados à “web 3.0” (Criptomoedas, NFTs, Metaversos). Nesses últimos 2 anos, eu mergulhei de cabeça nesse novo mundo e comecei a investir. Descobri novos horizontes, oportunidades e desafios! ‘Arrasany 3.0’ é o meu Metaverso em forma de música, arte, tecnologia e crítica sócio-ambiental”, finaliza.

 

 

Capas se transformam em NFTs

Foto: Divulgação

 

Com todo o conceito de tecnologia e meio ambiente, YOHAN transformará as capas de cada faixa e do álbum em NFTs que, além de ganhar uma animação, também terão um pedaço de cada faixa em looping. Os NFTs serão mintados e ficarão à venda em galerias digitais a partir de abril. A cada venda, uma % dos lucros será doada automaticamente para a preservação da Floresta Amazônica.

 

 

Sobre YOHAN

Bisneto de japonês, YOHAN morou no Japão por mais de quinze anos onde foi de guia turístico a modelo. Seus dois primeiros álbuns “#PopLife” e “Arrasany” tiveram grandes sucessos levando o artista para grandes apresentações como a Parada LGBTQIA+ de SP, onde cantou para mais de 100 mil pessoas. Agora, o cantor está lançando seu mais novo projeto “Arrasany 3.0” que promete muitas surpresas e parcerias bombásticas.

 

 

 

Por http://aceittacomunicacao.com

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *