Mel Lisboa estreia solo Madame Blavatsky – Amores Ocultos no Teatro Vivo dia 15 de março

Com dramaturgia de Claudia Barral e direção de Marcio Macena, monólogo apresenta ao público a misteriosa figura de Helena Petrovna Blavátskaya, escritora russa responsável pela sistematização da teosofia
j
Foto: João Caldas

A emblemática trajetória da escritora russa Helena Petrovna Blavátskaya (1831-1891), cofundadora da Sociedade Teosófica, inspirou a criação do solo Madame – Blavatsky – Amores Ocultos, estrelado pela atriz Mel Lisboa, que estreia no Teatro Vivo nesta quarta-feira, 15 de março, e permanece em cartaz, sempre às terças e quartas-feiras. O monólogo tem dramaturgia de Claudia Barral e surgiu a partir do contato da autora com a peça “Madame Blavatsky”, de Plínio Marcos. Já a direção é assinada por Marcio Macena. 

A dramaturgia brinca com os limites da ficção, investigando convenções da representação teatral e simulando, através do texto, uma incorporação mediúnica. Trata-se de uma não-peça, já que propõe ao espectador uma espécie de experiência mística.  

Em cena, o espírito de Helena Blavatsky exige retornar ao teatro, utilizando-se do corpo de uma atriz, para colocar a sua controversa trajetória em pratos limpos. Como toda história tem várias versões, Helena é interrompida por outros espíritos, que também querem dividir com o público as suas impressões. 

A ideia é apresentar ao público essa figura complexa, dinâmica e independente, que foi responsável pela sistematização da moderna Teosofia (que, de maneira reducionista e simples, pode ser definida como o conjunto de doutrinas filosóficas, esotéricas e ocultistas que buscam o conhecimento direto dos mistérios da vida, da natureza e da divindade). 

 

Sinopse

Madame Blavatsky – Amores Ocultos brinca com os limites da ficção, investigando convenções da representação teatral e simulando, através do texto, uma incorporação mediúnica. Em cena, o espírito de Helena Blavatsky, fundadora da Sociedade Teosófica, exige retornar a um teatro, utilizando-se do corpo de uma atriz, para colocar a sua controversa história em pratos limpos. Como toda história tem várias versões, Helena é interrompida por outros espíritos, que também querem dividir com o público as suas impressões. 

 

Descontos via App Meu Vivo > Vivo Valoriza

Clientes Vivo Valoriza, plataforma de relacionamento da Vivo, tem desconto de 50% na compra de até dois ingressos por CPF, válidos para qualquer apresentação. Para acessar o benefício, basta acessar o app da Vivo, clicar em Vivo Valoriza e realizar o resgate. Os vouchers são limitados. Fazem parte do programa os clientes pós-pago, controle e de serviços residenciais da Vivo, consulte a disponibilidade de benefícios de acordo com cada categoria. 

 

Ficha Técnica

Elenco: Mel Lisboa 

Texto: Cláudia Barral 

Direção: Marcio Macena  

Designer de Luz: Ligia Chaim 

Designer de som: Bruno Pinho 

Figurino: João Pimenta  

Cenário: Márcio Macena  

Produtora Executiva: Dani D’ Agostino 

Fotos Assessoria: João Caldas 

Fotos Divulgação:  Hudson Senna 

Designer gráfico: Valentina Namur  

Assessoria de Imprensa: Pombo Correio 

Direção de Produção: Morena Carvalho  

Realização: Lisboa Produções 

 

 

Serviço

Madame Blavatsky – Amores Ocultos 

Temporada: 15 de março a 31 de maio de 2023, às terças e quartas 20h
*Não haverá sessão nos dias 21 de março e no dia 3 de maio.

Teatro Vivo – Av. Chucri Zaidan, 2460 – Morumbi 

Ingressos: R$80 (inteira) e R$40 (meia-entrada)

Vendas online em https://site.bileto.sympla.com.br/teatrovivo

Bilheteria: (11) 3279-1520 – Horário de funcionamento da bilheteria: 2h antes da apresentação.


Estacionamento no local – Entrada pela Av. Roque Petroni Jr, 1464
Funcionamento 2h antes da apresentação e até 30 minutos após a sessão.

Duração: 60 minutos
Classificação: 12 anos

Acessibilidade: Sala acessível para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

 

 

Por http://agenciafr.com.br

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *