Pensa em sair do Brasil? Passaporte italiano pode ajudar

Segundo governo, comunidade de brasileiros que moram fora do país passa dos 4,2 milhões de cidadãos. Cidadania italiana permite viver na Europa e é porta de entrada para os EUA e muitos outros países.

 

Foto: Divulgação Internet

De acordo com dados do Ministério das Relações Exteriores, que em 2020 realizou levantamento das comunidades brasileiras residentes no exterior, o número de brasileiros fora do Brasil ultrapassou a marca dos 4,2 milhões de cidadãos. Dessa fatia, mais de 1 milhão de pessoas trocaram o Brasil por países da Europa

Esse novo número representa um aumento de mais de 600 mil pessoas se comparado aos dados do ano de 2018. Os lugares mais escolhidos por esses brasileiros são: Estados Unidos, Portugal, Paraguai, Reino Unido e Japão. As razões que motivam o desejo de sair do Brasil são diversas: descontentamento com o cenário político e econômico, busca por melhor qualidade de vida (saúde, segurança, transporte e educação), falta de perspectiva profissional, investimentos em outros países, abertura de filiais em outros países, buscar de oportunidade para empreender… 

Ao levar em conta esses fatores que ocasionam o desejo de sair do Brasil, a tendência é que a comunidade de brasileiros fora do país cresça ainda mais nos próximos anos. Com base nessas informações, um passaporte de outra nacionalidade auxilia a entrada de brasileiros em outros países do mundo. É o caso do passaporte italiano. 

Se comparadas as solicitações de passaporte de outros países da União Europeia, as requisições dos passaportes italianos foram as mais optadas pelos brasileiros segundo uma pesquisa realizada em 2019. Este estudo também indica que em 2019 mais de 10.000 brasileiros receberam respostas positivas aos seus pedidos de passaporte italiano, respondendo por quase 50% dos passaportes europeus concedidos a brasileiros pela União Europeia. 

Em vista disto, para Renato Lopes, CEO da Lopes & Avv. Domenico Morra, escritório especializado em emissão de cidadania italiana, o passaporte italiano pode ser um aliado para quem pretende sair do Brasil.

 

“O passaporte italiano não apenas serve de entrada para estudantes e trabalhadores, mas também para qualquer pessoa que deseja morar em um dos países da Europa, uma vez que como cidadão europeu você tem essa livre circulação. Este documento permite que a pessoa tenha atendimento médico na saúde pública da União Europeia. Além disso, essa pessoa não será considerada como estrangeira, então não terá um prazo para regressar ao Brasil”, informa Lopes. 

 

Os benefícios do passaporte italiano vão além. Possuir dupla cidadania italiana proporciona entrar com mais facilidade nos Estados Unidos, lugar mais procurado pelos brasileiros. Uma das formas é obtendo o visto E-2, para investimentos entre US$ 100 mil a US$ 150 mil. Há também vistos para estudo e trabalho que dão o direito de morar nos EUA. 

 

 

Por .LB Comunica

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *