Carlos Formiga abre a exposição “Abstracionismo Gráfico”, com curadoria de Carlos Bertão e design expográfico de Alê Teixeira

O fotógrafo Carlos Formiga exibe fotos abstratas marcadas por grafismo abrem a temporada 2022 no Centro Cultural Correios RJ 

 

Foto: Divulgação

A exposição ‘Abstracionismo Gráfico‘, do fotógrafo Carlos Formiga, abre no dia 20 de janeiro de 2022, no Centro Cultural Correios RJ, sob a curadoria de Carlos Bertão, design expográfico/ iluminação a cargo de Alê Teixeira, e realização da EntreArte Consultoria, com fotos abstratas marcadas por grafismo, onde Formiga procura o detalhe em um todo, utilizando, com propriedade, o elemento da linguagem visual. 

 

Foto: Divulgação

Capta as imagens sem um planejamento, em busca do inusitado – um aspecto que lhe chame a atenção. E é esse detalhe que ele fotografa. Em ‘Abstracionismo Gráfico’,  são apresentadas fotos abstratas na sua maioria contemporâneas,  que refletem a técnica e a sensibilidade que são marcas de seu trabalho.

Engenheiro e fotógrafo, o carioca Carlos Formiga fotografa desde os anos 80, tendo, a partir de 2010, passado a se dedicar integralmente à arte, estudando com o consagrado fotógrafo Walter Firmo, de quem se tornou pupilo.  Participou também  da Oficina de Arte Contemporânea na Escola de Artes Visuais – EAV – do Parque Lage, sob a orientação de David Cury.

 

 

Foto: Divulgação

O curador Carlos Bertão é Carioca, advogado, formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com mestrado na Universidade de Nova Iorque (NYU), trabalhou em escritórios de advocacia no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova Iorque. Em 1980, foi contratado pelo Banco Mundial, em Washington, onde trabalhou por quase vinte anos. Colecionador de obras de arte há mais de 40 anos, ao se aposentar do Banco Mundial retornou ao Brasil e passou a se dedicar à produção e curadoria de exposições. Foi curador, entre outras, de exposições no Centro Cultural Correios, no Rio de Janeiro, no Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília, no Centro Cultural da Caixa Econômica Federal, em São Paulo, no Museu de Arte Contemporânea do Estado de Mato Grosso do Sul – MARCO.

Foto: Divulgação

Hoje divide seu tempo entre o Rio de Janeiro e Bonito, MS, tendo concebido e executado o projeto IMERSÕES MS, que envolveu um trabalho de residência do renomado artista plástico Carlos Vergara na região da Serra da Bodoquena, também com a previsão de uma exposição no Museu de Arte Contemporânea do Estado de Mato Grosso do Sul – MARCO e a preparação e execução de um livro e de um vídeo do trabalho desenvolvido durante a residência. Foi, também, Curador da exposição CONSCIÊNCIA, do artista peruano Ivan Ciro Palomino, produzida pela ONU, e realizada no Centro Cultural Correios RJ, no período de 25/09/19 a 19/01/20, que foi visitada por 143.524 pessoas. Em todas as exposições que curou, nas quais apresentou obras de mais de 40 artistas, Carlos Bertão contou com a participação de Alê Teixeira, que foi responsável pelo design e pela iluminação delas.

 

Foto: Divulgação

Serviço

Exposição: “Abstracionismo Gráfico”
Artista: Carlos Formiga @carloscformiga

Curador: Carlos Bertão @cbertao
Design Expográfico/Iluminação: Alê Teixeira @aleartale
Realização: EntreArte Consultoria @entrearteconsultoria 
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem @_paula_r_soares

Local: Centro Cultural Correios RJ
Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – RJ
Dias e horários: terça a sábado, das 12h às 19h
Abertura: 20 de janeiro de 2022
Visitação: 21 de janeiro a 19 de março de 2022
Censura livre
Gratuito
Acessibilidade

Uso de máscaras e comprovante de vacinação são obrigatórios, conforme determinação dos órgãos competentes.

Apoio: Centro Cultural Correios RJ/ Ministério das Comunicações/ Estúdio Lupa

 

 

 

Por Paula Ramagem

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *