Professora universitária faz pesquisa e publica livro sobre o alto nível de estresse em advogados

“Mas nem todos conseguem assumir que estão adoecendo. A aceitação do problema ocorre somente quando a fragilidade emocional limita as atividades profissionais”, segundo a psicóloga e escritora Fátima Antunes, o estresse em advogados é uma realidade.

 

Foto: Divulgação

Roteiros de filmes e de novelas destacam as performances dos advogados nos tribunais. São cenas emocionantes, impactantes e também glamorosas, porém, na vida real, o cotidiano do profissional de advocacia recebe uma sentença pesada: o estresse. É o que mostra o livro “Estresse em Advogados”, editado pela Chiado Brasil e escrito pela professora universitária mestre em Psicologia Social com formação em gerenciamento do estresse pelo International Stress Management Association, Fátima Antunes. 

A obra, lançada recentemente, é  resultado do primeiro estudo realizado no Brasil sobre a saúde física e mental dos advogados, que somam cerca de um milhão, de acordo com pesquisa realizada pela Selem, Bertozzi & Consultores Associados, em 2018. Com o apoio da OAB-RJ, foram entrevistados 702 advogados. O resultado da sondagem revelou o alto nível de exaustão dos que se dedicam a defender os direitos do cliente. 

 

 “Sou casada há 25 anos com um advogado e, por isso, convivo com vários outros profissionais da área jurídica, assim, pude perceber que muitos deles apresentavam sinais de adoecimento físico ou psicológico e nem sempre se percebiam a gravidade dos sintomas e continuavam envolvidos em suas atividades profissionais. Negligenciam a vida pessoal e a saúde em função da carreira. Diante desse quadro, resolvi me aprofundar na questão, realizando a primeira pesquisa sobre o tema em nosso país”, explica.

 

Casada com advogado, Antunes, frisa que a leitura do livro é recomendada não apenas para advogados, mas também aos estudantes de direito e seus familiares,  assim como para todos os que estão conectados de alguma forma com a área jurídica.

 

Com redação simples e fácil compreensão, o livro é desenvolvido em três capítulos: Entendendo o estresse, o estresse na profissão de advogado e armadilhas e soluções no combate ao estresse.

 

Foto: Divulgação

Fátima Antunes conta que na primeira parte da obra mostra como o sistema nervoso promove reações que impactam diretamente no físico, no psicológico ou no comportamental, sempre passando pela subjetividade da pessoa, pelo o que ela pensa ou sente, por seus valores pessoais. Na segunda parte, o trabalho do advogado é colocado em destaque nos processos de estresse. Já no terceiro momento do livro, destaca-se o quanto é importante repensar a carreira no contexto atual. Para Antunes, o conhecimento e o autoconhecimento pretendem gerar reflexões e debates, inclusive sobre as possíveis prerrogativas para que o advogado entenda o estresse no contexto da profissão. 

O advogado Geraldo Nogueira, ex-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB-RJ, disse que o livro leva ao leitor informações sobre as angústias e pressões vividas pelo advogado no dia a dia do exercício da profissão. 

 

“A forma simples com que a autora desenvolve o tema transforma a obra numa  espécie de manual que guia o profissional do direito para uma trilha segura pela qual poderá escapar ou manter-se afastado dos males que a profissão pode causar”, avalia Nogueira.

 

Para a construção do estudo que resultou na publicação do livro, Antunes analisou pesquisas realizadas no exterior, sobre aspectos familiares, perfil pessoal, perfil profissional, carreira e outros aspectos relacionados aos advogados. O livro mostra que o estresse é uma realidade inquestionável no segmento da advocacia, que se estabelece principalmente a partir das demandas psicológicas associadas ao trabalho e ao perfil exigido do profissional.

 

“Embora haja grande sofrimento por parte de muitos advogados, eles possuem dificuldade em assumir que precisam de algum tipo de suporte emocional. Na maioria das vezes atuam sozinhos e precisam resolver sozinhos as demandas que se apresentam. Muitos dizem que estresse em advogados não existe. Acho, porém, que com a situação da pandemia pelo novo coronavírus, as pessoas hoje entendem melhor que a saúde mental compromete a saúde física, as relações e os resultados do trabalho”, analisa. 

 

Antunes considera que o livro tenha chegado ao mercado em boa hora, porque aumenta a possibilidade do entendimento sobre a importância de olhar com atenção e zelo pela saúde mental, inclusive como forma de sobreviver à realidade da profissão. Perguntada se o livro tem estilo de autoajuda, Antunes disse que a publicação não pretende ser um livro de autoajuda, mas um conteúdo que propicie discussões e reflexões. 

 

“Eu ousaria dizer que não apenas para advogados. Pretendo fazer com que os profissionais de uma forma geral estejam mais atentos à própria saúde e à qualidade de vida. Espero que todos entendam que cuidar da saúde psicológica é algo que os ajudará a obter melhor resultado na carreira”, afirma. 

 

A psicóloga Antunes é atuante nas redes sociais. Ela desenvolve o projeto Viver Direito, no instagram @viverdireito.adv. Nesse ambiente virtual, Antunes fala sobre as questões de saúde e bem estar dos advogados. “Estresse em Advogados” tem 80 páginas, está disponível na internet em todas as grandes livrarias do Brasil e de Portugal. O leitor pode adquirir o livro físico ou ebook. O valor é R$30,00.    

 

 

Serviço

Livro: Estresse em advogados

Autora: Fátima Antunes

Editora: Chiado Brasil

Página: 80

Valor: R$ 30,00   

 

 

 

Fonte: Assessoria Fernando Fraga

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista Eletrônica que vai te deixar informado sobre diversos eventos. Fique Ligado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.