Shazam! chega aos cinemas com uma pitada de comédia

Por: Rogério Fidalgo 

 

Foto: Divulgação trailer

O filme Shazam!, dirigido  por David F. Sandberg (“Annabelle 2 – A Criação do Mal”), que conta a origem do super-herói homônimo da DC, vivido por Zachary Levi (série de TV “Chuck”), estreou nesta quinta, dia 4 de abril.  Shazam! consegue mostrar que uma pessoa não precisa ser um adulta para fazer atos heroicas, ela precisa apenas mostrar que pode fazer o bem para ter poderes. Dessa forma, esse herói do universo DC Comics chega aos cinemas com uma mistura de Deadpool e Quero Ser Grande, com timings impecáveis de comédia, do início ao fim do filme. 

Nesse longa, conseguimos perceber que quando ele descobriu seus poderes, precisou ver o que podia fazer. Então, começou a jornada no filme. Para conseguir realizar os poderes que lhe foram concedidos, o herói conta com a ajuda de seu irmão adotivo, que se mostra fascinado pelos heróis, juntos começam a descobrir quais poderes ele possui ao assumir a forma de Shazam!. Uma história bem ao estilo do filme de animação Megamente, que também ocorre essa dinâmica de descobrir como controlar e usar os poderes que lhe foram conferidos. O filme, por si só, consegue sair um pouco do mundo tenebroso e sombrio que filmes como Batman vs Superman e Liga da Justiça deixaram aos expectadores com uma vertente bem dark, colocando o mundo dos heróis em um mundo mais descontraído.

O único herói no Universo DC que se encaixaria nesse padrão seria o Flash, pois ele é sempre representado como uma pessoa, que sempre tenta fazer brincadeiras e é pouco levado a sério. O ator Zachary Levi, que interpreta o Shazam!, chegou a comentar em entrevistas que ele imagina o Shazam! e o Flash fazendo competições de corrida, de brincadeiras, piadas. Ele disse que a principio o Shazam não pode falar seu próprio nome em público, pois Billy Batson (Angel), basta gritar uma palavra – SHAZAM! – para que o jovem malandro de 14 anos se transforme no super-herói adulto Shazam (Levi), cortesia de um antigo mago. 

Quando foi criado em 1939, o personagem se chamada Capitão Marvel, mas ao longo de anos de processos da DC Comics, alegando ser parecido demais com o Superman. Anos mais tarde foi adquirido pela DC Comics, mas com a questão de que esse nome exaltava o nome da produtora de revistas em quadrinhos concorrente, foi definido a mudança definitiva de nome.

Ao final do filme, seguindo a linha de cenas pós-créditos especialmente nos filmes de heróis, a famosa cena no meio dos créditos, que nos leva ao próximo filme e ao final dos créditos apenas uma cena divertida.

O longa também é estrelado por Jack Dylan Grazer (“It – A Coisa”) no papel do melhor amigo de Billy e entusiasta de super-heróis, Freddy, e o indicado ao Oscar Djimon Hounsou (“Diamante de Sangue”) no papel do mago. O elenco inclui ainda Faithe Herman (série de TV “This is Us”), Grace Fulton (“Annabelle 2 – A Criação do Mal”), Ian Chen (série de TV “Fresh Off the Boat”), Jovan Armand (série de TV “Hawaii Five-O”), Marta Milans (série de TV “Killer Women”) e Cooper Andrews (série de TV “The Walking Dead”).

A equipe criativa de Sandberg incluiu o diretor de fotografia Maxime Alexandre, a designer de produção Jennifer Spence, o editor Michel Aller e a figurinista Leah Butler, que colaboraram com o diretor em “Annabelle 2 – A Criação do Mal”. Uma produção da New Line Cinema, Shazam!,  será distribuído internacionalmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

 

 

 

 

 

Nota para Shazam 8

Revista InFoco

Revista In Foco. Uma revista que vai te deixar informado sobre tudo que esta acontecendo na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: