Rio Open começa nesse fim de semana com tênis, shows, gastronomia e muito mais

Evento com atrações variadas para toda família espera reunir mais de 50 mil pessoas no Jockey Club, de 16 a 24 de fevereiro

 

Foto: Divulgação

Muito mais que um evento de tênis, o Rio Open apresentado pela Claro, que acontece de 16 e 24 de fevereiro de 2019, no Jockey Club Brasileiro, terá uma programação diversa, com stands, lojas, shows, entretenimento e gastronomia. Os ingressos estão à venda no site tudus.com.br/rioopen, com valores a partir de R$30. A expectativa é de que 50 mil pessoas acompanhem os jogos e a programação ao longo do evento.

O Rio Open é um dos 13 campeonatos de nível ATP 500, uma das categorias mais importantes do tênis. É um dos três eventos desse porte disputados no saibro, junto com Hamburgo e Barcelona. Mantendo a tradição, jogadores da elite do tênis mundial estarão na chave principal, como os top 20 Dominic Thiem, Fabio Fognini, Marco Cecchinato e Diego Schwartzman, além de Pablo Carreño Busta, Malek Jaziri, Nicolas Jarry, João Sousa, Dusan Lajovic, Leonardo Mayer, Albert Ramos-Viñolas, Guido Pella, Aljaz Bedene, Maximilian Marterer, Roberto Carballes Baena, Jaume Munar, Federico Delbonis, Taro Daniel, Guido Andreozzi, Pablo Andujar, Christian Garin, Pablo Cuevas, Laslo Djere e Thiago Wild.

 

O primeiro final de semana do evento – Qualifying – tem entrada gratuita, dando oportunidade de todos vivenciarem a experiência do Rio Open

 

Foto: Divulgação

O torneio começa no dia 16 com o qualifying, com entrada gratuita nos dias 16 e 17, dando uma degustação da experiência Rio Open para todos que quiserem visitar. Um programa para toda família. Já no dia 18 tem início a chave principal, com a Grande Final acontecendo no dia 24 de fevereiro.

A programação para a chave principal contará com duas sessões de segunda-feira a quinta-feira: Sessão 1, com início às 16h30; e Sessão Noite, a partir de 19h. Já de sexta-feira a domingo, o torneio terá sessão única. A sessão 1 será composta pelo 1º jogo da Quadra Central e mais todos os jogos das quadras externas. A sessão noite será formada pelos jogos que começam a partir de 19h na Quadra Central, além dos jogos nas quadras externas. Vale destacar que qualquer ingresso dá acesso ao complexo que será montado no Jockey Club Brasileiro, não importa a sessão.

 

A novidade desta edição fica por conta da  tecnologia e inovação

 

Foto: Divulgação

Em mais um investimento em tecnologia e inovação, a edição do Rio Open desse ano adota o “shot clock”, relógio de saque. Sensação da temporada de 2018, o relógio de saque foi usado durante a temporada de preparação do US Open, e no próprio Grand Slam americano. A novidade que veio para ficar, trouxe inovação para o jogo mundialmente – como medida para impedir que tenistas excedam o tempo de 25 segundos para sacar e maior interação com os fãs, já que o relógio é visível para o público e para os espectadores de televisão e online.

 

Leblon Boulevard reúne o melhor da gastronomia local

 

Foto: Divulgação

O Leblon Boulevard, área interativa de aproximadamente 10 mil m² com vista aberta para o Cristo Redentor, é famosa por toda estrutura, comparável à de grandes torneios do circuito mundial, e que reúne o melhor da gastronomia local. Com a presença de chefs renomados, bons restaurantes, bares e food trucks, o público poderá experimentar novidades do Grupo Troisgos, do B Experience, do Benkei, entre muitos outros.

 

 

A cantora Iza sobe ao palco para cantar o Hino Nacional antes o último jogo

 

Foto: Zedoroque

No palco, programação com o clássico do rock com a banda Triossauros (18 de fevereiro); DJ Zedoroque, que levará a brasilidade de grandes intérpretes da música nacional com os grooves de hip-hop e R&B (19 de fevereiro); Valvet Live com DJ Paloma e Vanessa Violino (21 de fevereiro); DJ Nepal (22 de fevereiro); Jamz, banda pop, com raízes no Jazz, no Soul, no Rock e R&B (23 de fevereiro).

E no dia da grande final, o show fica por conta do cantor e compositor Rodrigo Sha com uma apresentação de sax; e Os Britos, grupo criado para homenagear o conjunto de rock britânico The Beatles. O conjunto é formado por Guto Goffi (Bateria) do grupo Barão vermelho, Rodrigo Santos (baixo), ex-baixista do Barão, atualmente forma com Andy Summers (The Police) e Barone (Paralamas) o Call The Police, George Israel (Guitarra), compositor, saxofonista e vocalista do grupo Kid Abelha e Nani Dias (Guitarra) que tocou com Lobão, Leo Jaime, Barão e Kid Abelha.

Antes o último jogo, a sensação do momento Iza sobe ao palco para o Hino Nacional. A cantora, compositora e apresentadora foi indicada ao Grammy Latino pelo seu álbum de estreia Dona de Mim no último ano e coleciona sucessos em sua carreira.  

 

Venda de Ingressos

As vendas de ingressos são feitas pelo site tudus.com.br/rioopen. O pagamento poderá ser feito com cartões de crédito Visa, Mastercard, Elo e Diners, com parcelamento em até 4 vezes sem juros. Não haverá cobrança de taxa de conveniência.

Os valores variam entre R$ 30 e R$ 490.

Em 2019, para maior facilidade do público, será possível a utilização do ingresso via QR Code na entrada do evento.

Serviço:

Rio Open 2019
Quando: 16 a 24 de fevereiro
16 e 17 – Qualifying
18 a 24 – Chave Principal
Onde: Jockey Club Brasileiro – Rua Mario Ribeiro, 410 – Leblon, Rio de Janeiro – RJ, 22430-160
A partir de R$ 30

 

Mais informações:

www.rioopen.com

www.facebook.com/rioopenoficial

www.twitter.com/RioOpenOficial

www.instagram.com/rioopenoficial

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: