João Bosco apresenta seus grandes Sucessos no Teatro Rival Petrobras

Foto: Flora Pimentel

João Bosco é celebrado dentro e fora do Brasil como uma dos compositores e cantores mais notórios da música brasileira; Conquistou o mundo nos idos da década de 1970 ao firmar parceria com Aldir Blanc, com quem compôs centenas de canções, incluindo “O Bêbado e a Equilibrista”, “Falso Brilhante”, “Bala com Bala” e “Dois Pra Lá, Dois Pra Cá”, que se tornaram clássicos da MPB na voz de eterna de Elis Regina. Agora, toda a preciosidade musical de João Bosco volta ao palco do Teatro Rival Petrobras (Cinelândia) nos dias 11 e 12 de janeiro, sexta e sábado, às 19h30, com o show “Mano que Zuera” cantando sucessos da carreira acompanhando dos músicos Guto Wirtti (baixo), Ricardo Silveira (guitarra) e Kiko Freitas (bateria).

O novo álbum de João Bosco, “Mano Que Zuera”, lançado nas plataformas físicas e digitais (via MPB Discos/Som Livre), oito anos depois de “Não Vou Pro Céu, Mas Já Vivo no Chão”, último CD de inéditas do compositor e violonista mineiro. Em 2012, Bosco havia lançado o projeto “João Bosco – 40 Anos Depois”, reunindo sucessos de seu repertório e convidados como Chico Buarque, Milton Nascimento e João Donato. Aliás, “Mano Que Zuera” recebeu o Prêmio à Excelência da Obra, parte importante das celebrações do Grammy Latino 2017.

 

 

Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro.

Data: 11 e 12 de janeiro (Sexta e Sábado).

Horário: 19h30.

Abertura da casa: 18h.

Ingressos -Setor A: R$ 120,00 (Inteira), R$ 60,00 (meia-entrada) | Setor B: R$ 90,00 (Inteira), R$ 70,00 (Promoção para os 100 Primeiros Pagantes), R$ 45,00 (meia-entrada).

Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp 

Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h

Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br.

Informações: (21) 2240-9796.

Capacidade: 350 pessoas.

Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: