Espetáculo “Tudo que há Flora” em cartaz no Teatro Armando Gonzaga, em Marechal Hermes

Foto: Divulgação

Inspirado na linguagem do Teatro do Absurdo, o espetáculo Tudo o que há Flora fala sobre a solidão, a incomunicabilidade e o inconsciente feminino. A partir dessas três questões, que desafiam a lógica das relações humanas, a Nossa! Cia. de Atores, de Leila SavaryLucas Drummond e Thiago Marinho/Diego de Abreu, convidou a roteirista Luiza Prado e o diretor Daniel Herz para dar vida ao espetáculo Tudo o que há Flora, que realiza temporada popular, nos dias 14, 15 e 16 de dezembro no Teatro Armando Gonzaga, em Marechal Hermes. A peça conta a história de Flora, uma dona de casa que desenvolve um transtorno psicológico a partir de um evento traumático causado por seu marido.

Em um cenário despojado, com poucos elementos cênicos, entre eles três bancos e três buracos no chão, por onde os personagens entram e saem e que levam a um porão repleto de eletrodomésticos, Flora (Leila Savary) repete um ritual diário antes do almoço, que vai desde a meticulosa arrumação da mesa até o uso do mesmo laquê, à espera de Armando (Rainer Cadete, ator convidado), quando recebe duas visitas inesperadas (Lucas Drummond e Diego de Abreu). Discussões e revelações acontecem em meio à tensão gerada pela iminente chegada do marido, levando Flora a um inevitável e doloroso reencontro com o passado que ela luta, em vão, para esquecer.

 

 

Ficha técnica:

 

Texto: Luiza Prado

Direção: Daniel Herz

Elenco: Leila Savary, Lucas Drummond e Thiago Marinho/Diego de Abreu

Produção: Palavra Z Produções Culturais

Direção de Produção: Bruno Mariozz

Figurino: Antônio Guedes
Cenário: Fernando Mello da Costa

Iluminação: Aurélio de Simoni
Trilha Sonora: Pablo Paleologo
Fotografia e Vídeo: Paulo Henrique Costa Blanca
Visagismo: Talita Bildeman

Idealização: Nossa! Cia. de Atores

Serviço:

EventoTUDO O QUE HÁ FLORA

Teatro Armando Gonzaga: Av. Gen. Osvaldo Cordeiro de Farias, 511 – Mal. Hermes, Rio de Janeiro – RJ, 21610-480. 

Telefone: (21) 2332.1040.

Linguagem: Artes Cênicas

Data: 14, 15 e 16 de dezembro

Horário: sexta e sábado 20h; domingo às 19h

Valor do Ingresso: R$30, a inteira e R$10 para moradores do bairro

Classificação: 12 anos

Duração: 75min

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: