ArtRio 2018 terá agenda de debates e mesas redondas

Max Reinhart
Foto: Divulgação

A ArtRio chega a sua oitava edição e reforça, entre suas principais metas, a valorização da arte brasileira. A feira, que acontece entre os dias 26 e 30 de setembro, na Marina da Glória, terá o espaço Conversas ArtRio, com debates e mesas redondas, além de vídeos sobre arte. As vagas são limitadas e as inscrições serão por ordem de chegada, nos dias de evento. Em parceria com a Villa Aymoré e o Canal Curta!, Conversas ArtRio terá a participação de curadores, artistas, colecionadores e críticos de arte.

 

 

 

 

Confira a programação:

Conversas ArtRio

 

27 de setembro – Quinta-feira

15h – Arte Brasileira e Latino americana no Tate Modern

Inti Guerrero (curador Tate Modern)

Mediadora: Keyna Eleison (curadora)

17h – Colecionando no Brasil e na America Latina

Jesus Fuenmayor (curador da XIV Bienal de Cuenca) e Silvio Frota (empresário, colecionador e Fundador do Museu Fotografia)

Mediador: Max Perlingeiro (diretor da Pinakotheke Cultural)

O que acontece, quando um grande colecionador abre seu acervo para o público no Brasil e no mundo? Uma conversa para conhecer o olhar pessoal do colecionador e os agentes que influenciam nas importantes coleções de arte. Curadores que auxiliam na aquisição de novos trabalhos, a conservação, o futuro de acervos privados, exposições itinerantes de coleções, representando e internacionalizando a arte brasileira e latino-americana.

 

19h – O que podem os Museus hoje?

Martijn van Nieuwenhuyzen (curador do Stedelijk Museum Amsterdam), Evandro Salles (curador e Diretor do MAR- Museu de Arte do Rio)

Mediador: Luiz Guilherme Vergara ( professor do departamento de Arte da UFF-PPG Estudos Contemporâneos e co-Fundador do Instituto MESA)

No velho ditado de ‘quem vive de passado é museu’, como uma remodelação da linguagem dos museus deve ser feita para se adequar aos tempos de hoje? Com um foco particular na diversidade do público brasileiro, a conversa será mediada por Luiz Guilherme Vergara, para introduzir uma compreensão panorâmica sobre o assunto, explorando diferentes modelos de museus no mundo e mapeando as principais questões que os museus brasileiros poderiam considerar para si mesmos. Tópicos que vão desde os eventos criados para acompanhar exposições e textos curatoriais, ao fortalecimento do museu como agente cultural modificador e questionador de suas funções.

 

 

28 de setembro – Sexta-feira

15h – Mulheres que colecionam

Genny Nissenbaum (colecionadora) e Mara Fainziliber (colecionadora)

Mediadora: Gabriela Davies (curadora da Villa Aymoré)

Ontem e hoje, a consciência do papel das mulheres influenciando e movimentando o mundo das artes, uma conversa sobre as mulheres que colecionam, na visão de duas colecionadoras brasileiras convidadas.

 

17h – Projeção do documentário “Bifurcations”, sobre o pioneiro de arte cinética, Julio Le Parc.

17h50 – Conversa com o artista Julio Le Parc

Julio Le Parc e Rodrigo Moura (curador, editor e crítico de arte)

Conversa do curador Rodrigo Moura com o artista Julio le Parc, sobre sua arte e trajetória.

 

19h – Brasil Contemporâneo

Samantha Moreira (artista, curadora e gestora cultural) e Augusto Albuquerque (gerente adm.do Instituto Sacatar)

Mediador: Bernardo Mosqueira (curador, crítico de arte e fundador do Solar dos Abacaxis ).

Em 2018, o curador e crítico de arte Bernardo Mosqueira, foi responsável por um novo programa na ArtRio, o Brasil Contemporâneo. Esse encontro vai debater a importância de dar visibilidade aÌ? produção de artistas das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sul do Brasil.

 

 

29 de setembro – Sábado

15h – Conversa com o artista Luiz Zerbini

Conversa da curadora Maria Eugenia Salcedo, diretora artística adj. do Instituto Inhotim, com o artista Luiz Zerbini sobre sua arte e trajetória, seu projeto de monotipias e a parceria com o Instituto Inhotim.

 

17h – Prêmios de Arte

Luiz Camillo Osorio (curador do Instituto PIPA, crítico de arte e prof. da PUC-Rio) e Marcus Lontra (crítico, curador e coordenador do Prêmio CNI/SESI/SENAI/Marcantonio Vilaça de Artes Plásticas)

Mediador: Bernardo Mosqueira (curador, crítico de arte e fundador do Solar dos Abacaxis)

Os prêmios de arte atuam como grandes incentivos à arte contemporânea e aos artistas. De residências à benefícios financeiros e a doação de obras de arte, uma conversa com foco em três grandes prêmios brasileiros: Prêmio FOCO Bradesco ArtRio, Prêmio PIPA e Prêmio Marcantonio Villaça.

 

19h – Treble Sounds

David Gryn (diretor do Daata Editions, curador do MIRA ArtRio) e Max Reinhardt (DJ BBC Radio’s Late Junction)

Mediadora: Gabriela Davies (curadora da Villa Aymoré)

Rebel Souls é o filme e programa de som do MIRA Video Arte, que será exibido na ArtRio com curadoria de David Gryn, da Daata Editions, com acompanhamento sonoro de Max Reinhardt, músico, DJ e apresentador do Late Junction da BBC Radio 3. Inspirado em seleção de obras de arte, sons e ideias que emanaram das zonas rebelde e radical da década de 1970 – dos sons discordantes e a visão dos artistas do punk feminino e os ritmos, hinos e espírito da Tropicália, como os projetos anteriores em Moscou,

 

 

SERVIÇO ARTRIO 2018

Data: 27 a 30 de setembro (quinta-feira a domingo)

Preview – 26 de setembro (quarta-feira)

Ingressos: R$ 40 / R$ 20

Passaporte para 4 dias (quinta a domingo) – R$ 100

Horários: Quarta a sábado – 13h às 21h

Domingo – 13h às 20h

Venda de ingressos: www.tudus.com.br (venda antecipada a partir de 14/08)

Nos dias de evento – bilheteria no local

Local: Marina da Glória – Av. Infante Dom Henrique, S/N – Glória

Estacionamento no local, sujeito a lotação

Metrô: Estação Glória

www.artrio.com

www.twitter.com/artriofair

Instagram: @artrio_art

Facebook: ArtRio-Feira-Internacional-de-Arte-do-Rio-de-Janeiro

#artrio2018

#compartilhearte

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: