Tupi or Not Tupi apresenta Wagner Tiso, Gilson Peranzzetta, Cristóvão Bastos e Heloisa Fernandes

Foto: Divulgação

A Tupi or Not Tupi apresenta a Série Encontro, destacando no dia 19 de maio, sábado, o PIANO, no encontro de quatro mestres, pianistas e músicos importantes no cenário da música brasileira – Wagner Tiso, Gilson Peranzzetta, Cristóvão Bastos e Heloisa Fernandes.

A Tupi promove a Série ENCONTRO – PIANOS. Numa mesma noite expoentes de um instrumento, no caso o piano, vão trazer a magia do som, da técnica, do repertório pianístico da melhor qualidade num show especialmente criado para a casa. Todos os artistas são conhecidos por carreiras consolidadas e brilhantes.

 

Wagner Tiso é pianista, compositor, arranjador, diretor musical e maestro. Iniciou sua carreira no Clube de Esquina em Minas Gerais e teve como parceiro principal na época Milton Nascimento, com sucessos como Coração de Estudante e Ponta de Areia. Sua carreira bem-sucedida internacional fez com que tocasse nos principais teatros do mundo, com orquestras, cantores e como solista. 

Gilson Peranzzetta é pianista, compositor, arranjador e diretor musical. Teve Ivan Lins como parceiro marcante em seu início de carreira. Citado pelo maestro e produtor Quincy Jones como um dos maiores arranjadores do mundo, Gilson Peranzzetta, ao longo de sua carreira recebeu inúmeros prêmios, entre eles três Prêmios Sharp de Música como melhor arranjador, melhor compositor e melhor intérprete. Contabiliza 33 CDs solo lançados nos últimos 20 anos.  

Cristóvão Bastos é pianista, compositor e arranjador. Já atuou com Chico BuarquePaulo César PinheiroAldir Blanc,  Paulinho da Viola, entre outros. Depois de mais de 30 anos de carreira, ele lançou seu primeiro disco solo, Avenida Brasil. Algumas de suas músicas de sucessos são “Todo Sentimento”, “Resposta ao Tempo” e “Suave Veneno” (com Aldir Blanc). 

Heloísa Fernandes – Descrita pela crítica como lírica e luminosa (Tim Page,USA), consolidou sua carreira profissional através da pesquisa da cultura popular brasileira que abastece suas composições como fonte catalizadora e inspiradora. Realiza concertos no Brasil e exterior. Destacam-se os Solos no Spoleto Jazz Festival, um dos mais prestigiosos festivais do mundo, a recente turnê de piano solo nos EUA, e a participação ao lado de Phillip Glass em sua última estada no Brasil.

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: