Circo, poesia e capoeira: Espetáculo aborda o papel do negro na formação da identidade brasileira

“Até onde os ônibus lotados de hoje não são os navios negreiros de ontem, e as favelas quilombos urbanos?”, provoca Ankomarcio Saúde, Diretor da peça.

 

Quilombo
Foto: Ricardo EK

O grupo Grito da Liberdade atua na periferia do DF levando a cultura como forma de falar de valores e mostrar perspectivas valorizando o local onde a pessoa vive. Eles se utilizam da capoeira como forma de disseminar o papel do povo negro na formação da identidade brasileira. O grupo capitaneado pelo Mestre Cobra realiza um trabalho de formiguinha, diariamente, de resgate de jovens em situação de risco. Aos poucos, esses jovens vão encontrando e percebendo na roda de capoeira seu valor e sua individualidade.

A caravana formada pelo Circo Teatro Artetude e o Grupo Cultural e Social Grito da Liberdade desembarca para temporada, nos meses de abril e maio, nas escolas públicas do DF com o espetáculo Quilombo da liberdade, raízes. A montagem leva aos estudantes aspectos da história da África e dos africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional. O intuito é que, a partir do espetáculo, os alunos reflitam sobre a condição do negro na época da colonização e a de hoje, e o papel desse povo na formação da identidade brasileira. 

 

“Acreditamos que diante do aumento da violência nas periferias do DF é fundamental que a comunidade escolar contribua com seu olhar sobre as causas e consequências do envolvimento de jovens e crianças com o álcool, as drogas”, disse o diretor.

 

Quilombo
Foto: Ricardo EK

Por meio de cantos e danças da capoeira, com pitadas de circo e poesia, a montagem aborda temas como agressões em ambiente escolar, machismo e racismo. De acordo com o diretor da peça, Ankomarcio Saúde, as crianças e os jovens sempre se identificam com a música e os movimentos da capoeira, e que isso amplia o olhar sobre as referências da cultura africana na construção da própria identidade. 

 

Programação das apresentações

Candangolândia

07/05
Local: Centro Educacional Fundamental 1
Horários: 10h às 11h e 14h às 15h

09/05
Local: Centro de Ensino Médio Júlia Kubitcheck
Horários: 10h às 11h, 14h às 15h e 20h às 21h

 

Riacho Fundo I

11/05
Local: Centro de Ensino Médio 1
Horários: 10h às 11h, 14h às 15h e 20h às 21h

14/05
Local: Escola Classe Verde
Horários: 10h às 11h e 14h às 15h

16/05
Local: Centro Educacional 2
Horários: 10h às 11h e 14h às 15h

 

Núcleo Bandeirante

17/05
Local: Centro Educacional Vargem Bonita (Parkway)
Horários: 10h às 11h e 14h às 15h

28/05
Local: Escola Classe Ipê
Horários: 10h às 11h e 14h às 15h

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: