FLIST vai homenagear a ilustradora Ciça Fittipaldi e fará tributos a Guimarães Rosa e Nelson Mandela

Foto: Divulgação Site

A Festa Literária de Santa Teresa – FLIST, nos dias 14 e 15 de abril, chega a sua 10ª edição como um ato de resistência cultural. Isso porque, depois de muitos anos, o evento não contará com qualquer apoio financeiro do poder público. A homenageada deste ano é a ilustradora paulista Ciça Fittipaldi que, em 2017, concorreu ao Hans Christian Andersen, o mais importante prêmio do mundo para a literatura infantil. A FLIST 2018, no Parque das Ruínas, vai homenagear os 110 anos de Guimarães Rosa, fará um tributo aos 100 anos do sul-africano Nelson Mandela e vai comemorar os 50 anos do movimento artístico, cultural, político de 1968.

Entre os mais de 80 convidados estão confirmadas a diretora Bia Lessa, a nadadora Joanna Maranhão e o poeta Adilson Dias, sobrevivente da chacina da Candelária. Nas nove edições anteriores, a festa literária reuniu 1250 artistas e mais de 148 mil visitantes. A FLIST é organizada e promovida pelo CEAT – Centro Educacional Anísio Teixeira.

A FLIST terá inúmeras atividades gratuitas como contação de histórias, lançamentos de livros, tardes de autógrafo, apresentações teatrais e musicais e mesas de debate, entre outras atrações.

 

Programação

As autoras Hélen Queiroz, Giulia Ramos e Letícia Brito debatem as histórias feministas e da mulher. A formação de leitores será o tema da palestra da autora Sonia Rosa. A ilustradora Luciana Nabuco fala sobre performance de ilustração e Vanessa Passos fala sobre Lygia Bojunga.

Os autores da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil vão debater a importância das antologias literárias para autores e leitores.

O professor Flávio Sabrá (UFRJ), Doutor em Design, vai falar sobre os agentes sociais no processo criativo de produtos da cadeia.

Entre as atrações estão o Atelier de artesanato de Cocco Barçante, o Projeto Cabocla, com os bordados da Cidade de Goiás, e o Mat e Mel – Projeto Mutação. A Geladeira Graffitada, com livros em seu interior, e a distribuição de lápis de escrever com sementes são outras atrações.

A literatura nordestina estará em destaque na FLIST 2018 com atrações como o espetáculo de cordel A Peleja de João Grilo e Chicó, com Edmilson Santini e Severino Honorato e o debate sobre a literatura cearense com as participações dos autores Paulo Henrique Passos, Marília Lovatel e Vanessa Passos.

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: