Flamengo vence o Pinheiros e assume a vice-liderança do NBBB10

JP Batista sendo marcado por Bennett
Foto: NBB

O Flamengo assumiu a vice-liderança do NBB10 ao derrotar a equipe do Pinheiros, no último domingo (07), na Arena Carioca 1, Rio de Janeiro, pelo placar de 72×68. Em uma partida bastante equilibrada, o Rubro-negro carioca teve mais tranquilidade nos minutos finais do que o até então vice-líder, e coube a Ronald Ramon – que vinha errando tudo o que tentava – acertar a cesta de 3 pontos no minuto final, que selou a vitória do Flamengo, para delírio dos 2016 torcedores que fizeram a festa após a cesta do armador Dominicano.

Com grande atuação do ala Marquinhos (16 pontos) e JP Batista (17 pontos), o Flamengo começou impondo seu ritmo e conseguindo fluir seu ataque com chutes próximos a cesta enquanto a equipe de São Paulo investia nos arremessos de 3 pontos sem sucesso. Porém na volta para o segundo tempo a equipe do Pinheiros voltou com uma defesa muito forte e tomou a frente do placar jogando principalmente em transição, aproveitando os erros do Rubro-negro, que não se encontrava ofensivamente e cedia muitos rebotes ofensivos ao adversário. No final as equipes se alternavam na liderança do placar, foi quando uma cesta milagrosa de Ronald Ramon sacramentou a vitória do time do técnico José Neto, a segunda seguida na competição.

Com a vitória o Flamengo toma a posição do Pinheiros e é agora o segundo colocado, atrás apenas do líder Mogi das Cruzes, seu próximo adversário da semana, na próxima terça feira, dia 9 de janeiro. Em caso de vitória, o Flamengo assume a liderança do campeonato.

 

O Jogo

1º Quarto: Flamengo começou com Arthur Pecos no lugar de David Cubillán e a troca surtiu efeito. O time da Gávea que tradicionalmente começa arriscando muitas bolas do perímetro buscou trabalhar suas jogadas próximo a cesta, principalmente com JP Batista e Marquinhos, o que foi benéfico para o time da casa. Além de organizar o ataque, o armador Arthur Pecos conseguiu anular o talentoso Bennett, armador da equipe do Pinheiros, que encontrava dificuldade em jogar na área pintada contra Olivinha e JP. Com um ataque certeiro e uma defesa agressiva o Flamengo venceu o período pelo placar de 22×14

 

2º Quarto: O Flamengo voltou com Henrique Pilar e MJ Rhett, o que manteve o nível do time na defesa, mas não no ataque. Com dificuldades em jogar na área pintada, o Rubro-negro começou a forçar arremessos mal feitos para 3 pontos. Nem mesmo Ronald Ramon e Marquinhos, que costumam ter bom aproveitamento nos chutes do perímetro estavam inspirados. Ramon aliás definitivamente não esteve bem na partida, convertendo apenas 7 dos 26 pontos que tentou. Pelo lado do Pinheiros a equipe seguia forçando o jogo longe da cesta e quando se aproximava da área pintada era repreendido pela boa defesa imposta pelo ala-pivô do Flamengo MJ Rhett. O período terminou novamente com vitória do Flamengo. Dessa vez por 20×16 e no placar agregado o Flamengo foi para os vestiários vencendo por 42×30.

 

3º Quarto: A equipe de São Paulo voltou ligada para o período, enquanto o Flamengo cometia 2 turnovers em menos de 2 minutos. A dupla de americanos do Pinheiros, Bennett e Holloway, começava a acertar seus arremessos e pelo Flamengo JP e Marquinhos não funcionavam mais como no primeiro tempo. Com uma marcação forte próxima a cesta feita por Ansaloni e Ware o Pinheiros neutralizava a principal arma do Flamengo na partida e no ataque os arremessos de 3 pontos começavam a cair para a equipe de São Paulo. Com uma defesa avassaladora e um ataque certeiro Pinheiros venceu o período pelo placar de 23×8 e tomou a liderança da partida, indo para o derradeiro período vencendo por 53×50.

 

4º Quarto: Para o último período Marquinhos resolveu assumir o ataque do Flamengo e voltou a pontuar. A defesa que havia cedido muitos rebotes ofensivos no terceiro período melhorou com Henrique Pilar, que passou grande parte do terceiro período no banco após cometer 3 faltas no segundo quarto. Pilar foi também o responsável por acertar a bola de 3 que devolveu a liderança do placar ao Flamengo. Pelo lado paulista o nervosismo ia tomando conta da equipe, que não funcionava mais tão bem no ataque. Porém a equipe paulista voltou a encostar no placar e cortou a diferença para apenas um ponto faltando 38 segundos para o fim da partida. Foi aí que Ronald Ramon, que não havia acertado quase nada na partida, converteu o arremesso pra 3 pontos que garantiu a vitória rubro-negra. O período teve vitória do Flamengo por 22×15 e o placar final de 72×68.

 

 

Principais pontuadores: 

Flamengo: JP Batista/17 pontos, Marquinhos/16 pontos, Olivinha/12 pontos

Pinheiros: Holloway/18 pontos, Bennett/16 pontos, Ansaloni/9 pontos

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: