Bangu lança camisa em homenagem a Ademir da Guia

“É como voltar no tempo”, Ademir

 

Foto: Emerson Pereira

Nesta sexta-feira, 17 de novembro, o Bangu Atlético Clube homenageou um dos principais atletas que de lá saiu: Ademir da Guia, o Divino. Em um dia mais do que especial para o Alvirrubro, pois são completados 70 anos da inauguração do Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho. O ex-meia esteve no Rio de Janeiro no fim desta tarde para o lançamento da camisa alusiva ao título do Torneio de Nova Iorque de 1960, que contém sua assinatura bordada e o número 10 nas costas. Filho de Domingos da Guia e sobrinho de Ladislau, maior artilheiro da história do clube de Moça Bonita, ele não conteve a emoção ao falar de sua relação com o clube da Zona Oeste.

 

“Voltar ao Rio de Janeiro e vestir esta camisa novamente é algo fantástico. É como voltar no tempo. Aqui tudo começou, dei os meus primeiros passos e pude crescer dentro do futebol. Agradeço ao clube por esta lembrança que guardarei eternamente. Se tenho algum reconhecimento neste meio, o Bangu tem grande importância”, falou Ademir.

 

 

Foto: Emerson Pereira

Idealizador do evento em parceria com a Liga Retrô, o diretor de marketing Daniel Tavares comemorou o sucesso do evento. Segundo ele, o próximo objetivo é que as camisas sejam comercializadas nos dias dos jogos do Alvirrubro durante o Campeonato Carioca 2018 dentro de Moça Bonita.

Com Ademir confirmado em campo, o Bangu promove um jogo festivo em comemoração aos 70 anos de fundação do Estádio Proletário neste sábado, dia 18, a partir das 9h, com um jogo festivo entre a equipe Master do Bangu e o Master do Flamengo. O dia será repleto de muito futebol, música e muitas atrações.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: